Alfinetadas: “São uns cretinos”, dispara Gilmar Mendes a procuradores da Lava Jato

Um comentário
goo.gl/FjgACs | “São uns cretinos, não sabem o que é processo civilizatório, não sabem o que é um processo”. A referida frase foi dita pelo ministro Gilmar Mendes contra os procuradores da Lava Jato na tarde desta quinta-feira, 14, durante a sessão do plenário do STF. Os ministros analisavam a competência da Justiça Eleitoral para julgar crimes comuns conexos a eleitorais.

Ao endossar sua posição quanto à competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar crimes comuns conexos a eleitorais, o ministro aproveitou para criticar a criação do fundo privado, prevista no acordo entre Petrobras e MPF: "Essa fundação seria a mais poderosa do Brasil, com recursos públicos (...) O que se pensou com essa fundação do Deltan Dallagnol foi criar um fundo eleitoral".

"O que é inusitado? Esses ataques feitos por membros do Ministério Público a julgadores. Como se estivessem participando de uma corrida do ouro. E até se descobriu que de fato estavam participando de uma corrida do ouro, com a fundação que se criou em Curitiba. De fato, o combate à corrupção passou a dar lucro."

 "Desqualificada", "Despreparada", "Gentalha" foram outros adjetivos que Gilmar Mendes disse em relação a "esse tipo de gente", também se referindo aos procuradores.

Veja alguns trechos do voto do ministro:




Fonte: Migalhas

Um comentário

  1. Então eles já possuem credenciais para assumir uma vaga no STF.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!