Jovem que sofreu abuso sexual dos 5 aos 15 anos recebeu autorização para eutanásia

33 comentários
goo.gl/XRTxUs | Uma decisão tomada pela Comissão de Eutanásia da Holanda tem gerado polêmica: eles autorizaram uma jovem de 20 anos a se submeter a eutanásia através de injeção letal.

A garota, que não teve a sua identidade revelada, foi vítima de abuso sexual dos 5 aos 15 anos e sofria de estresse pós-traumático, anorexia severa, depressão crônica e tinha alucinações.

Mesmo depois de ter passado por diversos tratamentos e terapia intensiva, os médicos acreditavam que os seus problemas eram incuráveis. Assim, há dois anos, eles decidiram concordar com ela sobre a eutanásia.

Os detalhes do caso foram divulgados pelas autoridades do país para mostrar todo o acompanhamento e as avaliações médicas a que a jovem foi submetida. Mesmo assim, diversos grupos demonstraram opiniões contrárias à decisão.

Em entrevista ao jornal “The Independent”, o parlamentar Robert Flello declarou que “um procedimento desses quase manda a mensagem de que se você é vítima de abuso e consequentemente fica com problemas mentais, será morta. Você está sendo punida com a morte por ser uma vítima".

Já Nikki Kenward, líder do grupo "Vozes distantes", formado por pessoas com deficiência, acredita que foi um absurdo os médicos aprovarem esta decisão. "É horrível e preocupante que profissionais de saúde mental possam considerar que eutanásia é uma resposta para as feridas profundas e complexas causadas por abuso sexual", conclui.

Por Camila Galvão
Fonte: megacurioso

33 comentários

  1. Não é tão simples quanto parece. Uma pessoa que tem certos tipos de doenças mentais e psicológicas, não é como as outras. Exemplo, cada amanhecer pra uma pessoa normal é uma bênção, um motivo de alegria, uma nova oportunidade, pra um depressivo é uma luta, é muito difícil vc ter q suportar a cada momento aquela dor e o desespero de algo que vc não pode mais mudar. Pra um depressivo casa episódio de sua vida é uma tortura, dependendo do grau de depressão. Imagina essa moça que tem que lhe dar com tantas doenças mentais e psicológicas de uma vez!!! Não estou aqui dizendo que foi certo matarem ela, mas meu comentário é para que vcs sejam mais cuidadosos ao fazer certos tipos de comentários. Acredito em Deus, e estou viva por causa dEle, e graças aos psicólogos e psiquiatras que fizeram parte da minha vida, mas luto até hoje contra a depressão, e posso dizer com toda propriedade: "Não é tão simples quanto parece!".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém disse aqui que depressão é simples. Mas, principalmente pra vc que é Cristã, suicídio não deveria ter justificativa. Tem muita gente que sofreu absurdos como esse e consegue viver. Imagina que a moda pega e os hospícios comecem a fomentar esse tipo de solução? Se existe depressão e vc conseguiu sair dela, por que acha que os outros não são capazes disso?? Acredite mais nas pessoas, acredite mais em Deus...

      Excluir
    2. Anônimo6/1/18 11:39

      Não é questão de o suicídio se tornar uma solução. Você não consegue imaginar como fica a cabeça de uma pessoa que foi abusada por 10 anos de sua vida ? Essa menina não teve nem infância e muito menos adolescência. Ela nao tem vida !
      Pesquisas apontam que nem todos os traumas psicológicos conseguem ser curados, alguns são realmente permanentes. Se caso ela conseguisse melhorar, apenas iria aprender conviver com esse trauma. Porém, nunca iria esquecer do que passou. Nós nunca sabemos o que uma pessoa passa até passarmos pela mesma coisa. Não podemos julgar a escolha de ninguém. O mínimo que podemos fazer é se colocar no lugar dessa pessoa e tentar imaginar todo sofrimento que existe dentro dela.

      Excluir
    3. Ronaldo vc acha que vc tem ou sabe a medida do que seja conseguir viver com seus traumas. A sua ótica é a correta para o mundo. Outra coisa não sabe nem o que significa na bíblia misericórdia quero é não sacrifício. E vem falar de Deus ou coisa que o valha. Sansao se suicidou com atitude que teve. Até mesmo Jesus que sabia que ia morrer foi de certa forma um suicida. Santa ignorância.

      Excluir
    4. Cada caso é um caso, mas acho que a pessoa tem que encontrar uma razão para viver. Eu tenho problemas para fazer amigos e namorar, pois não confio em ninguém. Procuro pensar em coisas boas, como pensar em diversas formas de matar pedófilos, queimando, arrancando a pele,castrando, essas coisas, rs

      Excluir
    5. Cada pessoa tem uma forma de reagir aos seus traumas. Os dela eram tão profundos que além da depressão ela desenvolveu outros distúrbios que ocasionavam, ainda, algumas alucinações. As pessoas merecem viver dignamente e não apenas existir. A gente não pode obrigar uma pessoa que não quer viver a continuar existindo sem infligir ainda mais sofrimento à ela. As pessoas que passam por isso, sobrevivem e continuam seguindo a vida, como for possível, poise alguma coisa, para elas, ainda vale a pena são pessoas guerreiras que devem ser amanadas, acolhidas etc. Mas quem não tem essa vontade de viver, quem não consegue superar, merece poder escolher não continuar existindo. Se o governo não autorizasse ela faria de qualquer jeito.

      Excluir
  2. Anônimo5/1/17 23:45

    Ela sofreu abuso por 10 anos...então ela precisa do dobro de tempo, recebendo amor, carinho, abraços, cuidados, conforto, alegria,brincadeiras que ela perdeu na infância!Só coisas boas...coisa que não teve! Para isso devera haver persistência e sinceridade da parte de quem a acolherá! Sem jamais tratar a situação dela como algo que acontece por fatalidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu não pode imaginar a dor que o outro sente, provavelmente a dor dela fosse tamanha que o sofrimento infringido fosse crescente dentro dela e não consigo imaginar como alguém poderia suportar tamanha dor.

      Excluir
    2. Será que tinha alguém para dar "amor, carinho, abraços, cuidados, conforto, alegria, brincadeiras"? Nosso mundo é muito egoísta e a maioria não liga pro sofrimento alheio.

      Excluir
    3. Anônimo6/1/18 10:29

      Eu também tenho depressão a mais ou menos 23 anos me trato. Mas nada q me tiro o gosto pela vida. Claro tem dias q o meu astral está baixo,ou qdo esqueço de tomar meus remédios ou qdo tenho alguma discussão em casa. Isso me deixa mal mesmo tomando os remédios. Pago para ter a Paz q preciso. Mas pelo q li está menina n tem só depressão, são várias doenças causadas pelo q sofreu. A depressão severa deve ser cruel (comparando me c ela q a minha é leve e como me sinto ). Acredito q por tudo q passou desde os 5 anos sem entender nada, n foi fácil e para desejar morrer pior ainda. A depressão leve ou n da está possibilidade pra gente. Eu também sinto vontade de morrer mas ao mesmo tempo penso q vai passar é só por alguns dias. Sou muito católica é me ajuda bastante. Terapia só coloquei dinheiro fora. Tenho uma filha psicóloga q me ajuda mas santo de casa n faz milagres é mesmo porque ela n trata parente. Tive uma infância infeliz é compreendo q tenha sido a causa de tudo. N consigo resolver mas vou levando como posso, quero viver muito, ver meus netos crescerem e tudo q tenho direito apesar da tristeza q carrego. Qto a está menina ela sofreu muito. Onde estava a mãe dela q n nesta idade frágil? São 10 anos de abuso gente. Tanto c 5 qto c 15 onde estava está mãe? N vou julgar, nem pelo pedido de eutanásia porque acredito q nesta situação q chegou, acho q só a morte pra resolver. N quero dizer q pôquer depressão a morte é a melhor solução. Não. A depressão vamos combinar é cruel. A gente n vive, a gente n tem alegrias a gente n quer nada e termina adoecendo as pessoas q estão ao teu redor. Eu já passei por isto dizendo pra vcs q tenho depressão leve, imagina a severa; a gente n vive. Foi levada desta menina tudo de melhor. Imagina 5 aninhos é sendo abusada até os 15 anos. O q está criança aos 15 anos tem mais dentro de si. Com anorexia ainda é outras coisas mais. O q tem msis no coração desta criança? Gosto de que? Amor a Quem? Viver pra que e pra Quem? N tem vida. N é vida. Ficar vegetando até sua partida? É os pais desta criança? A mãe deste anjo? Porque nós mães sabemos, vimos, acompanhamos sempre os filhos? Que n cuidou desta criança? São perguntas q eu gostaria de saber, porque m entra na minha cabeça q ninguém viu, ninguém soube nada e simplesmente resolver c a eutanásia embora eu diga q a depressão e cruel, ela nos mata aos poucos mesmo que sabe conduzir está doença. Nunca estamos c a cabeça boa. Oscremedios por uma vida toda é q nos mantém de pé. Cada caso é um caso, ela é cruel. Todo momento nos tira do seio familiar. E se n nos cuidarmos a vaca vai pro bregio.paz e saúde a todos.

      Excluir
  3. o que um ser peçonhento faz a vida da própria filha... não existe palavra pra rotular o asco que sinto ai saber que exista alguém assim...

    ResponderExcluir
  4. Acredito que a vida é uma dádiva divina um presente de Deus, foi ele quem nos concedeu a vida é somente ele pode nos tirar, fugir dos problemas por mais difíceis que pareça não é a solução, cada um tem uma cruz para carregar e ninguém recebe um fardo maior do que possa suportar, existem caminhos dificeis, bem como para se chegar em uma rosa, primeiro temos que passar pelos espinhos, e a vida é assim. Não quero ser hipócrita e ignorar os sentimentos e sofrimento dessa jovem, mas como muitos AK. Acredito que poderiam fazer mais por ela ao invés de simplesmente autorizarem a eutanásia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde estava Deus quando colocou no mundo o algoz desta moça e nada fez para impedir suas ações atrozes?

      Excluir
  5. Acredito que a vida é uma dádiva divina um presente de Deus, foi ele quem nos concedeu a vida é somente ele pode nos tirar, fugir dos problemas por mais difíceis que pareça não é a solução, cada um tem uma cruz para carregar e ninguém recebe um fardo maior do que possa suportar, existem caminhos dificeis, bem como para se chegar em uma rosa, primeiro temos que passar pelos espinhos, e a vida é assim. Não quero ser hipócrita e ignorar os sentimentos e sofrimento dessa jovem, mas como muitos AK. Acredito que poderiam fazer mais por ela ao invés de simplesmente autorizarem a eutanásia.

    ResponderExcluir
  6. Acredito q cada um sabe o que quer da vida essa jovem sofreu por tantos anos q ela não conseguia mais viver,para vcs q não tiveram depressão não vc não sabe como e, nem imaginam quanta dor,ela tinha o direto de escolher e o q ela queria da vida dela,não adianta vc força uma pessoa a viver uma vida q ela não queria, pq que iria acontecer e q ela iria se suicidar de td o jeito. Não consigo nem imaginar quanta dor, ai vc vem e dizem q ela não tinha o direito de escolher o q ela queria fazer da vida dela? , vcs estariam forçando-a viver em uma vida q não fazia sentido pra ela,queriam q ela vivesse em uma vida miserável infeliz,só para terem as suas mentes limpas. Em vez de ficar julgando as pessoas pela decisão delas , vcs deveriam cuidar da sua própria vida.

    ResponderExcluir
  7. Deus nos dá o livre arbítrio... Não somos ninguém para julgar.

    ResponderExcluir
  8. Alguém conferiu a fonte da notícia antes de replicar ela aqui?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christofer Dalla lana, boa pergunta, mas msm q seja fictício serve de alerta, e serve para q muitos repensem seus problemas.

      Excluir
  9. A conduta, a autorização dada por esses "médicos" so provam a incompetência, a desumanidade dos msms.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autorização dada pelos médicos só mostra que a medicina, como qualquer ciência, é limitada, caso contrário não haveriam também doenças incuráveis como AIDS, Alguns tipos de câncer e afins. Existem doenças psicológicas incuráveis também. Não se trata de desumanidade e sim de humanidade em seu sentido literal. A humanidade é limitada. Acostume-se!

      Excluir
  10. Anônimo7/1/18 01:22

    A garota foi violentada por 10 anos, diga se isso foi viver? As feridas dentro dela jamais serão curadas mesmo tendo o melhor psiquiatra do mundo, se a vontade dela é de acabar com a vida que faça pois ninguém sabe o que ela sente e a vida é dela

    ResponderExcluir
  11. Ou a eutanásia ou o suicídio, um dos dois iria acontecer.

    ResponderExcluir
  12. Fico aqui pensando o que as pessoas consideram viver. Essa jovem não vive, ela apenas sobrevivia. Ela não tinha alegria, não queria viver, sofria por estar viva. E as pessoas ainda querem que ela viva, bem incoerente isso né? Pra que viver se tudo o que vc mais deseja é morrer? Que vida é essa, que qualidade é essa? As pessoas estão preocupadas mesmo com a vida dessa jovem ou apenas com as suas próprias crenças? Não da pra comparar o que cada um viveu e pra ela o que ela passou foi demais. E eu concordo que ela tem o direito sim de não querer mais viver, que desgraça de vida é essa em que vc é obrigado a viver em razão do achismo de outras pessoas. Tenho pena dela e espero de verdade que ela tenha conseguido se libertar de toda essa dor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Ledo engano é achar que a vida é o bem supremo. Só mesmo a religião pra fomentar isso . Queria ver se vocês tivessem uma doença que os impingisse a uma dor terrível diariamente e isso fosse incurável. Queria ver se todos os dias um torturador arrancasse suas unhas, te multilasse, te queimasse e depois te medicasse pra que não morresse e assim continuar te torturando. Ainda assim ia querer viver sabendo o que te aguarda no dia seguinte? A dor dela não é física. Pior: É psicológica. Então se você não gostaria de viver uma vida assim, não deseje que ela queira.

    ResponderExcluir
  15. Já pararam para pensar se essa busca pela eutanásia dessa jovem era um desejo subjetivo de ajuda? Afinal se ela realmente quisesse se matar ela conseguiria, não ? não precisaria da ajuda do Estado para isso, ainda mais na Holanda, mas ela mesmo assim buscou do Estado essa garantia, e somente com três anos de tratamento foram suficientes para autorizarem ceifar uma vida? A vida de um ser humano vale tão pouco assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há pouco tempo um cientista sadio buscou na justiça o direito de ser eutanasiado. Depois de muito tempo e após uma carreira brilhante ele enfim conseguiu. Segundo ele alegou ele já tinha vivido tudo o que queria e agora só restava a solidão, pois todos que gostava já haviam morrido. Ele alegou não ter praticado suicidio por que queria morrer de forma INDOLOR e com DIGNIDADE. Que não queria morrer como se tivesse abatido por um açougueiro. Então não acredito que seja um pedido de ajuda e sim medo de uma passamento doloroso.

      Excluir
  16. Acho tão engraçado as pessoas julgar o suicídio usando o nome de Deus, quem vai julgar é Deus, certamente quem decide pelo suicídio sabe das consequências dada por Deus.
    Vamos para de querer ser deus, o próprio Deus deu o livre árbitrio então deixem com que as pessoas use esse direito dado por Deus.

    ResponderExcluir
  17. O caso dela deve ser difícil, pois como diz, já recebeu diversos tratamentos. Talvez a hipnose poderia surgir algum efeito, ou uma lobotomia que fizesse esquecer esses traumas. Acho que sempre enquanto está vivo há esperança.

    ResponderExcluir
  18. Desculpa aí pessoal, mas ela tem uma vida sim!!! Independente da infância que não teve e dos males que prejudicaram seu presente/futuro pra ela tem jeito sim! Digo por experiência própria de ter chegado a uma depressão e quere tirar a própria vida, mas fui liberto. O caso é meio obscuro, não mostra detalhes de como foi esses tratamentos e não fala da família caso tenha e com certeza alguém ela tinha pra se apoiar e essas pessoas não estavam do lado dela pra ajudar? Essa história pode ser melhor redigida!

    ResponderExcluir
  19. Na Holanda certamente a garota deve ter tido o melhor em tratamento médico, sendo certo que a equipe médica deve ter bem avaliado a situação da mesma. Sei lá, mas acho que a depender do grau de sofrimento, o melhor mesmo é pedir perdão a Deus e partir. Ela nunca seria uma pessoa feliz... acho que a decisão dela deveria ser mesmo respeitada...coisa de País democrático e civilizado.

    ResponderExcluir
  20. Hoje existe um centro de valorização da vida denominado, "Como vai você?" O indivíduo que por qualquer motivo esteja passando por momentos difíceis e precise de alguém pra conversar é só ligar para 188 ou entrar no site www.cvv.org.br.
    Em tudo nessa vida há solução!
    “Os suicídas, mesmo os que planejam a morte, não querem se matar, mas matar a sua dor.”
    AUGUSTO CURY

    ResponderExcluir
  21. Primeiro, vejo muita gente dizendo que a vida é uma dadiva de deus, a essas pessoas digo que vocês precisam respeitar que nem todo mundo acredita em deus, logo, nem todo mundo ve pecado no suicidio. Segundo, parem de dizer que o suicidio é uma escolha, porque a pessoa que comente isso não necessariamente quer morrer, mas sim, acabar com uma dor que é insuportavel. Eu acho muito estranho as pessoas tentarem medir o tamanho do sofrimento da moça, sem conhecer e ela e saber como é passar por um estupro durante 10 anos. Isso mostra que o brasileiro continua a ter o mau habito de achar que todas doença psicologicas podem ser tratadas como um resfriado, que são frescuras. Então reflitam no peso da opinião de vocês, porque lidar só com estresse pós-traumatico, já faz muitos se matarem, agr imaginem lidar com depressão crônica, estresse pós-traumatico, anorexia severa e alucinações. Quero ver tentar colocar deus na cabeça dessa pessoa danificada para tentar salva-la. É muito facil falar.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!