Após separação na justiça, homem incendeia casa para não entregá-la à ex-mulher

Nenhum comentário
goo.gl/RNygYY | Krste Kovacevski, de 70 anos, decidiu colocar querosene e em seguida atear fogo na casa onde morava desde 1991 para não ter que entrega-la a ex-mulher, Naumka Kovacevska.

O caso aconteceu em Coniston na Austrália. O casal já tinham concordado na justiça que a residência seria passada para a mulher. Entretanto, um dia antes do imóvel ser entregue, o Krste Kovacevski decidiu queimar o local.

O homem foi condenado a dois anos de prisão por ter incendiado intencionalmente a propriedade. Ele justificou no seu último recurso que não cometeu nenhum crime, já que a casa ainda não estava registrada no nome da ex-mulher e por isso poderia fazer o que bem entendesse com o imóvel, inclusive incendiá-lo.

O casal se divorciou em 2015 após alguns anos separados.

Com informações do Estadão

(Foto meramente ilustrativa: reprodução Internet)

Por Ingrid Reis
Fonte: www.dm.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!