Desembargadora pede indenização de R$ 500 mil por danos morais contra a Globo

Nenhum comentário
goo.gl/YofWua | A Globo está sendo processada pela desembargadora Maria das Graças Figueiredo, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM). A magistrada entrou com uma ação de indenização por danos morais contra a emissora após exibição de uma reportagem no “Fantástico”.

Segundo a desembargadora, a revista eletrônica apresentada por Tadeu Schmidt e Poliana Abritta a citou para falar de um dos sobrinhos dela que teria tido despesas médicas supostamente pagas pelo Governo do Estado.

Na matéria da TV, um parente de Graça Figueiredo foi beneficiado com R$ 345 mil dos cofres públicos para tratamento no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no período de fevereiro de 2013 a março de 2014.

Na ação, então, Maria das Graças pede R$ 500 mil a título de reparação por ter tido seu nome e imagem associados à denúncia na emissora carioca.

Com informações do “Correio da Amazônia”.

Fonte: rd1.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!