Aprovado em concurso público pode agilizar nomeação através da Justiça?

Nenhum comentário
goo.gl/Kikm1r | Fui aprovado no concurso público dentro do número de vagas, e agora? Posso entrar na Justiça para requerer minha nomeação de forma imediata? Tem como agilizar minha posse?

Aproveite e se INSCREVA em nosso canal do YOUTUBE onde comentamos semanalmente sobre os principais direitos dos candidatos em concursos públicos, clicando aqui!

1- A REGRA É QUE DEVE SER AGUARDADO A NOMEAÇÃO ATÉ O PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO PÚBLICO EXPIRAR.

Em regra, não pode ser acelerada sua nomeação através da justiça, pois a Administração Pública tem a chamada discricionariedade, isto é, de acordo com a sua oportunidade e conveniência, terá até o último dia do prazo de validade do respectivo concurso público para realizar sua convocação, a depender da verba orçamentária disponível, bem como das vacâncias dos cargos públicos para aquele respectivo certame. Logo, em situações de normalidade deve-se aguardar a nomeação unilateral a ser promovida pelo gestor público.

2- SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS QUE PODEM GERAR O DIREITO IMEDIATO À NOMEAÇÃO.

Vale salientar, entretanto que, se durante o prazo de validade ocorrer alguma forma de preterição ao candidato aprovado dentro das vagas, é possível requerer na Justiça imediatamente o seu direito à nomeação e posse, pois se a pessoa tiver sido aprovada dentro das vagas, esta tem prioridade sobre novas convocações ou contratações precárias, conforme prevê a própria Constituição Federal, em seu artigo 37, inciso IV:

Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:

IV - durante o prazo improrrogável previsto no edital de convocação, aquele aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos será convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir cargo ou emprego, na carreira;

Por exemplo, suponha que, durante o prazo de validade de um concurso público para professores, em um período inferior a um ano, a Prefeitura, logo após a homologação do certame, realiza contratações de temporários para exercer a função para o cargo de pedagogo, isto é, o mesmo cargo que já foi objeto de um recente concurso. Tal contratação temporária gera preterição ao candidato que foi aprovado no concurso público.

Logo, este candidato passa a ter direito de requerer imediatamente sua nomeação e posse através da Justiça, uma vez que neste tipo de situação, a Administração Pública estará agindo de forma ilegal e arbitrária. Por conseguinte, nestes casos pontuais não é necessário esperar esgotar o prazo de validade, pois a preterição estará ocorrendo no prazo de validade do concurso.

Nestes casos pontuais não é necessário esperar esgotar o prazo de validade, pois a preterição estará ocorrendo no prazo de validade do concurso.

3- SE NÃO HÁ PRETERIÇÕES POR PARTE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DEVE-SE AGUARDAR ATÉ O FIM DO PRAZO DE VALIDADE.

Em suma, se o processo do concurso for conduzido normalmente durante o prazo de validade, sem qualquer preterição, e não houver contratação de temporários para exercerem a mesma função dos concursados, e a Administração realizar as nomeações com certa frequência à medida que surgirem vagas, o candidato deve aguardar sua nomeação, pois não há ilegalidade que justifique acionar o Poder Judiciário. No entanto, se ocorrer preterições durante o prazo de validade, aí sim é possível o controle jurisdicional para sanar tal irregularidade suspendendo as contratações de temporários e requerendo a nomeação dos concursados.

LISTA DE TRANSMISSÃO NO WHATSPP

Receba nossos artigos, vídeos e informativos sobre direito dos candidatos, diretamente no seu Whatsapp! Basta clicar AQUI agora, e enviar seu nome e informar qual seu Estado para adicionarmos você em nossa lista de transmissão!


Dr. Agnaldo Bastos, advogado especialista em direito público, atuante em causas envolvendo concursos públicos, servidores públicos, processo administrativo disciplinar e improbidade administrativa.

ASSISTA NOSSO VÍDEO SOBRE O MESMO TEMA:

Este mesmo tema foi abordado em vídeo, clique aqui e assista!

Se a leitura foi proveitosa, por gentileza, deixe sua RECOMENDAÇÃO NO ARTIGO e fique à vontade para deixar seu COMENTÁRIO.

_______________________

Dr. Agnaldo Bastos
Advogado Especialista em Direito Administrativo: Concursos e Servidores Públicos
- MISSÃO: Ajudar pessoas por meio de serviços jurídicos online personalizados e de qualidade referente ao Direito Administrativo, visando à satisfação e valorização individual do cliente no atendimento presencial e à distância com acompanhamento processual diferenciado, buscando alcançar a justiça em cada caso concreto. - VISÃO: Tornar-se o escritório virtual de advocacia referência no Brasil, pela excelência na prestação de serviços jurídicos online no ramo do Direito Administrativo, principalmente em causas relativas a concursos públicos, servidores públicos, processo administrativo disciplinar e improbidade administrativa. - VALORES: Ética, excelência, inovação, adaptabilidade, confiança, profissionalismo, meritocracia, clareza, eficiência, agilidade, comprometimento e dinamicidade.
Fonte: Jus Brasil

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!