"Bandido e agressor de mulheres": Danilo Gentili perde mais uma ação na Justiça

Nenhum comentário
goo.gl/EBdksF | O humorista Danilo Gentili perdeu mais uma batalha na Justiça, segundo informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo. O apresentador do programa The Noite, do SBT,  pretendia levar para São Paulo o processo que o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) moveu contra ele. No entanto, a 26ª Câmara Cível do Rio negou o pedido.

Conforme a ação, Danilo chamou o deputado estadual de bandido e agressor de mulheres no Twitter.


Em julho, Danilo perdeu uma batalha na Justiça contra a deputada federal Maria do Rosário (PT). A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul decidiu por unanimidade manter a condenação do humorista no processo que envolveu a parlamentar gaúcha. O apresentador foi condenado a pagar indenização de R$ 50 mil à deputada por danos morais. Em primeira instância, a Justiça havia estipulado R$ 15 mil.

A briga na Justiça se deu após Gentili gravar um vídeo onde aparece rasgando notificação remetida pela Câmara dos Deputados a pedido da deputada. Logo após, ao mesmo tempo em que coloca os pedaços de papel dentro das calças, profere ofensas a Maria do Rosário.

Em maio de 2017, Danilo Gentili foi condenado a pagar multa de R$ 1 mil ao dia ao jornalista Gilberto Dimenstein caso não retirasse de suas redes sociais postagens ofensivas ao jornalista. De acordo com o juiz responsável pela decisão, Edward Albert Lancelot, da 35ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), "há prova inequívoca [...] que o réu divulgou mensagens que desabonam a imagem do autor".

O processo foi movido por Dimenstein após Danilo Gentili criticar um texto do site Catraca Livre, administrado pelo jornalista, que abordava um post do Instagram do apresentador. Na publicação, Danilo comparava sua assistente de palco do The Noite, Juliana Oliveira, que é negra, a um chocolate.

O Catraca Livre, então, publicou um texto com o título "Danilo Gentili faz declaração polêmica a Juliana Oliveira". O texto é crítico ao apresentador. "Além de objetificar a mulher, reduzindo-a a um mero pedaço de comida, Gentili ainda faz uma alusão da cor da pele de Juliana a um chocolate", diz o texto da publicação.


Danilo, primeiramente, comentou o post do Facebook do Catraca Livre. "Vocês são burros e não sabem ler? Ou são apenas jornalistas de m... que não conferem as coisas? (...) A mesma Juliana que vocês sequer cogitaram ouvir, mas estão a usando para c...", escreveu. O apresentador ainda xingou o site e o jornalista. "Que vocês e o Dilmainstein (sic) vão pra...".

Em seguida, Danilo publicou um post em seu próprio perfil na rede social. "O repugnante Gilberto Dimenstein e seu bebê de Rosemere (sic) Catraca Livre são aqueles que tiraram proveito da lamentável tragédia da Chapecoense em troca de cliquezinhos e defendia ditaduras e políticos criminosos. Mas, para eles, piada entre amigos não pode. É "incorreto". Atenção Dimenstein e Catraca Livre: conforme a imagem abaixo sugere, tem um canavial de ... esperando por vocês. Se quiserem, eu até tatuo a cara do Lula ou Fidel nelas", escreveu o apresentador, acrescentando ainda xingamentos sexuais.

Por GAÚCHAZH
Fonte: gauchazh.clicrbs.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!