Justiça volta atrás e condena a 7 anos de prisão advogado que gravou vídeo armado

Nenhum comentário
goo.gl/mThTwD | Após o Ministério Público do Acre (MP-AC) recorrer, o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) voltou atrás e condenou o advogado Manoel Elivaldo Júnior a sete anos e dois meses de prisão. Segundo o MP, ele foi condenado por porte ilegal de arma, disparo de arma de fogo e participação em organização criminosa.

A Justiça determinou o imediato cumprimento da pena, independentemente de novo recurso. O advogado havia sido absolvido em maio deste ano pelo juiz Raimundo Nonato, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco.

Júnior foi preso preventivamente em novembro do ano passado após dois vídeos dele circularem na internet, um onde apareceu com uma submetralhadora e em outro afirmando ser membro de facção criminosa.

A responsável pela defesa de Júnior, advogada Helane Christina, afirmou que vai recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça. Helane destacou que seu cliente havia sido absolvido pelo juiz que instruiu o processo.

“Condenaram ele no regime semiaberto, mas irei recorrer até o STJ, não vai ficar assim não. Ele vai começar a cumprir o semiaberto, que significa voltar a usar a tornozeleira eletrônica”, disse a advogada.

Na decisão de maio desse ano, o juiz Raimundo Nonato, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco, havia revogado as medidas cautelares que tinham sido estabelecidas anteriormente. Na época, foi determinada a retirada “imediata” da tornozeleira eletrônica.

O advogado foi denunciado, no dia 18 de dezembro de 2017, pelo Grupo de Atuação Especial ao Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Acre (MP-AC).

“A decisão do Tribunal corrige uma injustiça. Foram apresentadas muitas provas, que demonstravam a participação do acusado na organização criminosa, tinha a posse irregular de arma de fogo, além do disparo desta arma”, afirmou o promotor Ildon Maximiano.

Por Iryá Rodrigues, G1 AC, Rio Branco
Fonte: g1 globo

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!