Dado Dolabella volta a ser condenado e Justiça decreta nova prisão do ator

Nenhum comentário
goo.gl/LRVyPP | Após passar dois meses atrás das grades por conta de não pagar o valor da pensão alimentícia do filho, Dado Dolabella foi novamente condenado pela Justiça e teve sua prisão decretada novamente. De acordo com informações do jornal Extra, o ator teria cometido injúria a ex-mulher Viviane Sarahyba.

Dado Dolabella deverá cumprir a pena de dois meses e 15 dias em regime aberto. Dessa forma, a pena é cumprida em casa de albergado ou, na falta deste, em estabelecimento adequado, como a residência do réu. O ator pode sair para trabalhar durante o dia, mas retornar à noite.

O processo é antigo e data do dia 26 de dezembro de 2010 quando o ator teria ido à casa de Viviane depois de passar o dia com o filho do casal. Dado Dolabella deixava a criança quando a ex-mulher disse-lhe que ele não poderia levar seus instrumentos. Inconformado, o famoso começou a xingar a modelo.

Dado Dolabella e a ex-mulher Viviane Sarahyba

Três dias depois, o ator voltou à casa de Viviane Sarahyba para deixar o filho novamente. A modelo também chegou de carro no mesmo momento e sido insultada novamente pelo ex-marido. Segundo o relato dela, com uma chave, o ator ainda escreveu palavrões nas portas do lado direito de seu veículo.

DADO DOLABELLA FALA SOBRE REALIDADE DA PRISÃO 

Dado Dolabella se envolveu em uma grande polêmica recentemente quando ficou preso por cerca de dois meses por não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos. O ator concedeu uma entrevista exclusiva para o Domingo Espetacular e falou abertamente sobre o assunto dando vários detalhes. Ele contou como foi passar 60 dias dentro da prisão e relembrou o momento em que foi rendido pela polícia.

“Foi um choque tão grande, fui abordado como criminoso, com arma na minha cara”, disse o artista. Dado fez duras criticas ao local em que o colocaram na prisão. “A cela ficavam dez pessoas em média…mas a gente só entrava para comer e dormir e todo mudo podia esticar as ‘tripas’, que é o colchão. Não sei porque chamam assim, eu acho que é porque cheira tripa, cadáver”, contou.

O ator ainda relembrou o episódio em que agrediu Luana Piovani, sua então namorada, e disse que aprendeu quando foi condenado na Lei Maria da Penha. “Foi um erro na minha vida, uma coisa que eu não queria ter passado. E é horrível, é humilhante, foi um ato covarde meu. Foi uma reação covarde a um momento que a gente tava vivendo ali na relação que eu não quero falar. Nunca falei, nem quero falar”.

Kelly Araújo
Fonte: www.otvfoco.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!