Doença dentária: pai é preso por só dar bolos e Coca-Cola aos filhos de três e quatro anos

Nenhum comentário
goo.gl/WqsYSH | Um homem que alimentava os dois filhos pequenos, de três e quatro anos, quase exclusivamente a Coca-Cola e bolos, não lhes providenciando condições mínimas de salubridade, e que maltratava a família, foi condenado esta semana pelo tribunal de Limoges, em França, a três meses de prisão efetiva.

O homem é descrito como alcoólico e violento pela imprensa francesa, e ficaram provadas as acusações de incumprimento das obrigações parentais entre 2016 e 2018.

"Há um contexto de alcoolismo" e a situação "é muito particular", porque este pai "não sabe ler, escrever ou contar, e não se apercebe de que gasta todas as ajudas sociais [que recebe] em álcool", afirmou a advogada das crianças Carole Papon, da associação France Victimes 87.

Dado o alerta junto da procuradoria da república, em Limoges, os serviços sociais foram ao apartamento da família e depararam-se com condições de insalubridade preocupantes. "No apartamento não havia nada. Nenhum frigorífico, as crianças dormiam sobre um colchão sem roupa de cama, não tinham brinquedos, o pai alimentava-os a bolos e coca-cola e as crianças estavam entregues a si próprias", afirmou na audiência o vice-procurador Bruno Robinet, citado no diário francês La Dépèche.

Uma avaliação preliminar das crianças, que estão agora à guarda de duas famílias de acolhimento, por decisão do tribunal, mostrou graves carências. O mais novo praticamente não fala, apesar dos seus três anos de idade. O mais velho teve de fazer um tratamento dentário profundo, com extração de sete dentes, devido ao excesso de açúcar ingerido e está a aprender a comer carne e legumes, segundo a advogada Carole Papon .

Fonte: www.dn.pt

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!