Presidente do STJ: reajuste do Judiciário de cima a baixo é “papagaiada”

Nenhum comentário
goo.gl/2yyDdP | De maneira surpreendente, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, afirmou ontem que a vinculação do reajuste do Supremo Tribunal Federal ao salário de servidores de Estados e municípios é “uma papagaiada”.

Segundo Noronha, a legislação prevê que cada Estado tem que fazer sua própria lei de remuneração e o salário dos ministros do Supremo é um teto, o que não significa que todas as unidades da federação terão que ter reajuste.

“Esse negócio do efeito vinculante é uma papagaiada. Não pode querer transferir os problemas dos Estados para a União. Os Estados têm que ter responsabilidade. Se não têm condições de dar o aumento, que não deem”, acentuou.

Noronha declarou que apenas os ministros de Tribunais Superiores (90) têm direito ao reajuste automático (16,35%) aprovado pelo Senado e que está à espera da sanção do presidente Michel Temer.

O presidente do STJ asseverou adicionalmente: “É hora de pôr fim ao auxílio moradia”.

Por coluna Aparte, com o jornalista Arimatea Souza
Fonte: paraibaonline.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!