Seis pessoas que não são advogadas tentaram votar nas eleições da OAB-CE nesta manhã

Nenhum comentário
goo.gl/raxZoG | Advogados escolhem nesta quarta-feira, 28, o próximo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE). Entre a multidão que comparece ao Centro de Eventos desde o início desta manhã para exercer o voto, seis pessoas foram retiradas do local por tentarem votar sem serem advogadas.

"Nós direcionamos elas para saída porque como não são advogados não podem ter acesso ao prédio. Essas pessoas se utilizaram de uma documentação que não era a deles para tentar votar", informou a presidente da Comissão Eleitoral da OAB-CE, Clara Petrola. O caso será encaminhado para possível investigação criminal.

Apesar desta ocorrência, Clara classifica o início do pleito eleitoral como "tranquilo" e indica a mesma expectativa para o período da tarde. O POVO Online esteve no local de votação e pôde constatar grande fluxo de votantes durante a manhã. Por volta das 11 horas, porém, a movimentação já era mais tranquila. A eleição começou às 8 horas e segue até as 16 horas.

Não houve registro de problemas com as urnas eletrônicas, fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) e nem para entrada e saída de advogados.

Expectativa é 30% de abstenção


Com 23 mil advogados aptos à votar nestas eleições em todo o Ceará, a expectativa, baseada em dados dos pleitos anteriores é de que haja 30% de abstenção, conforme a assessoria da OAB-CE.

Em Fortaleza, 14 mil podem votar. A partir de janeiro, os profissionais serão representados por novo presidente, de mandato não remunerado, como sempre ocorreu desde a fundação da OAB-CE, em 1933. A disputa é entre Roberta Vasques, Regina Jansen, Luiz Antonio Lima e Erinaldo Dantas.

Redação O POVO Online,
com informações do repórter Ítalo Cosme
Fonte: www.opovo.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!