Juiz de Direito ensina: como escrever a Petição Inicial que todo juiz gosta de ler

6 comentários
goo.gl/oLp8JF | Você se sente inseguro quando tem que escrever uma petição inicial?

Possui algum tipo de dificuldade na hora de fazer a FUNDAMENTAÇÃO JURÍDICA, na hora de organizar os PEDIDOS ou até mesmo quando tem que fazer a narração dos FATOS em sua petição?

MEDO de esquecer de colocar em sua petição inicial algum pedido importante ou ERRAR na hora de fazer a fundamentação jurídica?

Na verdade existe várias outras dificuldades que nossos colegas advogados possuem na hora de escrever a petição inicial, mas saiba que você não está sozinho pois, segundo pesquisa realizada e divulgada recentemente pelo Jornal Jurídico JOTA, juízes pedem emenda da inicial em MAIS de 60% dos casos cíveis. Para se ter uma ideia, há casos recorrentes de omissão de valor do dano moral desejado e de erros por abuso de copia e cola, os famosos" Pacotes de Petições ".

Na mesma pesquisa ficou evidenciado que esse fenômeno ficou mais aguçado com a vigência do Novo Código de Processo Civil em março/2016. Imagine só: a cada 10 petições, 6 são indeferidas e determinadas suas emendas. Fica evidente uma grande perda de tempo, dinheiro e energia que os advogados e seus clientes têm nesse ciclo vicioso.

Pensando nisso, realizamos uma pesquisa com alguns magistrados com larga experiência profissional e iremos de forma breve repassar algumas dicas de como você deve escrever uma Petição Inicial bem avaliada pelos juízes.

Segue algumas dicas abaixo:

1- Objetividade


Quanto mais objetiva e reduzida for a petição, maiores chances da apreciação do juiz ser feita com mais cuidado. Peças com frases fora da ordem direta e com textos desnecessários dificultam a leitura e o entendimento.

Vale ressaltar:"Existe um volume imenso de trabalho. Tem que haver clareza do que se está pedindo, colocando somente o necessário."

2- Seja breve


Não há necessidade de petições longas, uma boa petição deve possuir de cinco a 15 páginas. Caso o assunto seja mais complexo, os magistrados recomendam que as iniciais tenham até 20 páginas.

3- Evitem repetições


Quanto mais se repete argumentos e jurisprudência , maior será a perda de interesse na leitura.

Ex.: Não faz sentido trazer uma jusrisprudência de tribunal regional, sendo que já foi colocado na mesma petição uma jusrisprudência do STF. Assim, a primeira perde a relevância.

4- Documentos


Tentar colocar os documentos anexos enumerados e que os advogados evitem documentos" inúteis ".

5- Descrição dos fatos


A descrição dos fatos é a parte mais importante da peça e a que mais tem sido negligenciada pelos defensores. Os advogados precisam ter uma noção clara do que aconteceu, os motivos que levaram seus clientes a realizar o pedido. Tudo isso deve ser colocado de forma clara e que faça sentido.

6- Designer gráfico


Evitar o uso de palavras grifadas ou deixar frases com cores diferentes. Isso ajuda a deixar o documento com um visual limpo. A ferramenta do advogado é a linguagem, e não o design gráfico.

7- Leitura


O hábito da leitura é de extrema relevância para escrever. Só escreve bem quem for um bom leitor. Então, leitura de obras da literatura clássica e moderna, e não somente de livros jurídicos, deve fazer parte do cotidiano do profissional ou estudante.

Quer saber mais dicas como esta?

Exatamente, nesta quarta-feira (09 de janeiro), às 10 horas ( horário de Brasília), o Dr. José Andrade com mais de 15 anos de experiência na magistratura, irá ministrar uma Palestra AO VIVO/ONLINE, onde irá te ensinar várias dicas práticas de como escrever a Petição Inicial que todo juiz gosta de ler. Ao final da palestra, o Juiz entregará um PRESENTE bem proveitoso para seu aprendizado.

Os números de vagas gratuitas são limitadas por isso, CLIQUE AQUI para garantir sua presença. Você poderá tirar suas dúvidas ao vivo junto com outros vários colegas advogados.

Como diria Sócrates:" Só sei que nada sei ". Lembre-se que conhecimento nunca é demais e neste mercado extremamente concorrido, como o do direito, temos sempre que andar colados com o aperfeiçoamento.

Por isso aproveite a oportunidade e esperamos por você!

Fontes: JOTA jusbrasil

6 comentários

Agradecemos pelo seu comentário!