Funerária processa pastor por ressuscitar morto em frente às câmeras; veja vídeo

Nenhum comentário
goo.gl/tjBVSY | Um grupo de funerárias da África do Sul resolveu processar um pastor que ficou conhecido em todo o país por ter realizado o feito de ressuscitar um morte em frente às câmeras. O pastor Alph Lukau, tem um vídeo que viralizou na internet, onde ele dá ordem a um morto e ele simplesmente levanta do caixão. Os fiéis que estavam ao redor do morto celebram com muita intensidade o retorno do defunto.

Mas as empresas funerárias alegam que foram manipuladas a participar de um teatro que foi feito do lado de fora da igreja do conhecido pastor, aos arredores de Joanesburgo. A situação acabou virando piada no país e conhecida como uma grande farsa do evangelho de Lukau.

Uma comitiva responsável a proteção de comunidades religiosas e culturais chegou a declarar que “Não existem milagres”, e que tudo não passam de “ tentativas de ganhar dinheiro com o desespero do nosso povo.”

Três funerárias alegam ter sido enganadas pelo pastor e estão pedindo dano moral por causa dos danos a sua reputação. As empresas acabaram sendo associadas a cumplicidade com o pastor que colocava vivos para mais tarde levantarem dentro do caixão.

“Supostos membros da família do falecido” teriam mentido a uma das empresas que tiveram “conflito com um outro fornecedor de serviços funerários”. Um carro particular também foi adesivado com a logomarca de outra empresa e o caixão foi adquirido de uma terceira empresa para o evento da ressurreição.

O Pastor Lukau e sua igreja não se pronunciaram sobre os acontecimentos.

A notícia da farsa da ressurreição virou piada no país e virou desafio na internet.ChallengeRessurrection, uma brincadeira onde os que estão caído, levantam-se como se tivessem ressuscitado pela oração do pastor. O tiro saiu pela culatra e o pastor acabou sendo ridicularizado.

Outro efeito da farsa de Lukau que o evento gerou forte discussão na mídia sobre o extraordinários milagres que acontecem nas igrejas do país se seriam todos fraude.



Fonte: www.gospelgeral.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!