Acompanhe o novo site direitonews.com.br

Advogada vai atender cliente preso, mas acaba detida pelo mesmo crime no Tocantins

Nenhum comentário
goo.gl/vwxrvM | Uma advogada e seu cliente foram presos em flagrante na quinta-feira (14), em Divinópolis (TO), usando veículos com restrição de roubo/furto. A ação ocorreu durante parte das atividades do 1º Curso de Identificação Veicular. Os suspeitos não tiveram os nomes divulgados pela polícia.

O cliente da advogada estava em um Fiat Pálio, com informações divergentes, apontando para indícios de adulteração. Realizados os procedimentos de identificação veicular, os policiais chegaram à placa real do automóvel, constando registro de roubo/furto em Brasília (DF), no ano de 2015.

Em seguida, a advogada chegou num veículo Spin (GM Chevrolet) para acompanhar seu cliente. Após os procedimentos de identificação, os policiais verificaram que o veículo tinha também restrição de roubo/furto em Ribeirão Preto (SP), desde janeiro de 2017.

Ambos os veículos foram apreendidos pela Polícia Militar e serão devolvidos aos seus donos. A advogada e o cliente, além de um homem apontado como o vendedor de um dos carros, foram conduzidos à Delegacia Central de Flagrantes no município de Paraíso do Tocantins.

Advogada e cliente estavam com veículos com restrições de furto/roubo / Foto: Divulgação/PM

Recuperação de Veículos


A Polícia Militar divulgou dados mostrando que uma média de três veículos com registro de roubo ou furtos foram recuperados por dia neste ano. Nos meses de janeiro e fevereiro, os policiais recuperaram um total de 164.

Conforme a PM, a cada três veículos furtados ou roubados no Tocantins, dois são recuperados pela polícia. As ações são resultado das capacitações específicas no enfrentamento às fraudes veiculares e documentais, proporcionadas pelo comando da corporação nas diversas unidades operacionais do Estado.

Em 2018, a Polícia Militar recuperou 1.395 veículos. A cidade com maior índice de localização de veículos, proporcional ao número de habitantes, é Araguaína, com 412 registros de recuperações em 2018.

Fonte: afnoticias.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!