Obrigatoriedade do Exame de Ordem da OAB pode estar com os dias contados

206 comentários
goo.gl/7ybcCZ | O governo deve anunciar nos próximos dias uma medida que põe fim na exigência do Exame de Ordem para Bacharéis em Direito. O site Justiça Em Foco apurou a veracidade da informação e de acordo com interlocutores do Palácio do Planalto, será apresentado ao presidente Jair Bolsonaro o documento que que insere os profissionais de Direito no mercado de trabalho, atualmente impedidos de exercerem a advocacia por conta da prova da OAB. O documento deve ser divulgado logo após o retorno do presidente da viagem à Israel, na próxima quarta-feira (03).

Atualmente a prova, aplicada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), é exigência fundamental para bacharéis exercerem a advocacia. Caso a medida seja concretizada, Bolsonaro cumpre uma de suas promessas de campanha. Em contrapartida, cria instabilidade harmônica com a OAB Federal e suas Seccionais. Alguns representantes da OAB já se manifestaram em entrevista ao Justiça Em Foco serem contrários a retirada da obrigatoriedade do Exame da Ordem.

Todavia, a atuação da OAB na atualidade é sinal de questionamento para diversos setores da sociedade civil. De acordo com o Decreto Nº 11 em seu Anexo IV, emitido em 18 de janeiro de 1991, a OAB desde essa data deixa de integrar “a Administração Pública brasileira”. Ou seja, “desde então a norma declara o atestado de óbito da entidade pública OAB”, informa interlocutores.

Ao justificar à medida que extingue a obrigatoriedade do Exame, fontes argumentam que o governo tem autonomia disponível no Artigo Nº 84, inciso IV da Constituição Federal. A norma diz que “compete privativamente ao Presidente da República sancionar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como expedir decretos e regulamentos para sua fiel execução”, diz o dispositivo constitucional. Segundo as informações repassadas ao Justiça Em Foco, a norma presidencial deve ressaltar ainda que “todos os atos praticados por provimento pelos Presidentes da OAB a partir de 1991 devem se declarar nulos”.

Existência da OAB


A Ordem dos Advogados do Brasil foi criada por meio de Decreto Presidencial (Nº 19.408 de 1930), sendo inserida no Ministério da Justiça. Com base nessa norma foi criada no ano de 1963 uma legislação (Nº 4.215/63) que em seu Artigo 1º ressaltou a criação e a atuação da OAB. No entanto, com a reformulação da Estrutura Regimental do Ministério da Justiça, em 1991, a OAB foi retirada das atribuições do Ministério da Justiça, deixando de ser “uma autarquia do Estado”, explica defensores da retirada da exigência do Exame da Ordem para bacharéis em Direito. 

Ao entrar em vigor o Estatuto da Advocacia, com a lei Nº 8906/1994, foi definido também a organização administrativa da OAB. No Artigo Nº 44, inciso segundo, parágrafo primeiro ressalta que “a OAB não mantém com órgão da Administração Pública qualquer vínculo funcional hierárquico”. Com base nesse tópico, aliados de Bolsonaro ressaltam que o Conselho Federal da OAB não tem direito de controlar o acesso de bacharéis ao mercado de trabalho.

Repercussão 


Desde o início do ano o Justiça Em Foco vem realizando entrevistas com presidentes das Seccionais da OAB sobre a possibilidade de extinção do Exame da Ordem. Veja abaixo o que alguns responderam.

O presidente da OAB no DF, Délio Lins, ressaltou que qualquer atitude em coibir a prova da OAB é perigosa. “Qualquer iniciativa contrária ao Exame de ordem é avaliada pela OAB como negativa e perigosa, seja pelo presidente Jair Bolsonaro ou por outra autoridade. Toda a Ordem, incluindo as seccionais, vai ter uma atitude no sentido de coibir qualquer ato nesse sentido”, defendeu.

Representando a Seccional de Mato Grosso, Leonardo Campos, acredita que o Exame filtra os melhores profissionais para atuar na advocacia. “O Exame da OAB e os exames de proficiência, de uma forma geral, são uma garantia mínima de se colocar à disposição da sociedade um profissional com capacidade técnica para atender à sua demanda, em especial, na advocacia”, disse.

O representante da Seccional da Bahia, Fabrício de Castro, chegou a dizer que a prova traz qualificação para todo o ramo do Direito. “O Exame de Ordem é fundamental para garantir o exercício da advocacia com qualidade. Em virtude de uma política equivocada do governo federal, de todos os governos de FHC para cá, foram abertos diversos cursos de direito, que, efetivamente, não têm condições de oferecer boa qualidade de ensino”, avaliou.

Ao defender a manutenção do Exame, o paranaense Cássio Telles destacou que uma das responsabilidades do advogado é zelar por direitos individuais. “O advogado tem a responsabilidade de zelar pelos maiores bens de uma pessoa – sua vida, sua honra e sua liberdade. Portanto, é imprescindível, que a OAB não apenas siga com o Exame de Ordem, mas que o aprimore para que cada advogado brasileiro possa bem cumprir sua missão de defender seus representados”, pontuou.

O paulista Caio Augusto relatou que o Exame de Ordem insere os melhores profissionais no mercado. “O Exame de Ordem é um filtro para que, somente aqueles que demonstrem efetivamente terem conhecimento possam estar ao lado do cidadão no exercício da defesa dos seus direitos. De nada adiantaria a legislação favorável a previsão de direitos, se nós não tivéssemos a oportunidade de defender esses direitos e ao advogado é atribuída tal missão”, opinou.

Infração a nível internacional


Em setembro de 2018 foi protocolado junto a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, em Washington, um documento que denuncia o Brasil por crime contra a humanidade e contra os bacharéis em Direito. A ação, realizada pela Associação Nacional dos Bacharéis (ANB), alega que “o governo brasileiro é conivente e partícipe do crime por obrigar pessoas a fazerem prova para exercer uma profissão”, diz o documento.

De acordo com a ANB a atuação da OAB em exigir o Exame para o exercício da advocacia fere o Pacto de San José da Costa Rica e o Protocolo de San Salvador. Além disso, o documento aponta que a conduta do Conselho Federal fere “diversos tratados internacionais que ressaltam a livre vocação trabalhista”, diz um trecho do processo. Atualmente, mais de 460 mil bacharéis em Direito não estão inscritos e fora do mercado de trabalho, segundo dados da ANB.

* Matéria alterada em 29/03, às 17h30 para acréscimo de informações

Fonte: www.justicaemfoco.com.br

206 comentários

  1. So sou a favor de continuar a prova da OAB se todas as profissões também tiverem tal prova e por organização do MEC não por essa entidade que não existe ao contrário disso esse exame tem que acabar pois uma prova cheia de pegadinhas não pode medir um conhecimento de 5 anos de estudos em uma faculdade autorizada pelo MEC. OAB só visa arrecadar dinheiro são 70 milhões ao ano sem declarar nada esses bandidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai o monte de bosta, só abre a boca para falar merda PETRALA

      Excluir
    2. Para ficarem isento de qualquer imposto alegam ser público, tudo para preservar esses milhomi que arrecadam, e outras fontes escussa, mais para prestarem conta com o TCU, alegam que nao.

      Excluir
    3. O Exame da Ordem é necessário, sem ele a atividade da advocacia perde qualidade, só é a favor da extinção do Exame de Ordem os rescintidos, são bacharéis e não consegui passar no Exame.

      Excluir
    4. Se o Senhor é favor para não ter a prova é porque não passou no exame.

      Excluir
    5. Seria bom a sua atualização dos fatos ocorridos, pois até mesmo os advogados se sentiram traídos por essa OCRIM intitulada OAB, no final Sr. Advogado, irá agradecer aos Advogados que não fazer parte dos Quartos dessa OCRIM, pois justamente os que por vocês foram ditos como incompetente, exatamente esses vão entrar para a história, pois irão desmascarar a OAB e seus colaboradores que permitiram esse edtelioeste perdurar por mais de 30 anos, aguarde e fique esperto.

      Excluir
    6. O exame é necessário infelizmente é o único meio de controlar e zelar pelo bom exercício da profissão.

      Excluir
    7. Sou bacharel a 2 anos e acredito que essa prova e descabida sem moral nenhuma uma arrecadacao de dinheiro nao acredito que uma prova nos fara melhores advogados pois se fosse assim nao precisariamos de pontos mas sim de nota com o carater de ser melhores advogados em sua pontuacao como no enem sou contra essa prova e ja fiz 3 vezes so acredito naquilo que tem fundamento e ela nao tem e uma arrecadacao de dinheiro sem direcao para melhoria das pessoas que fazem parte dessa categoria caros colegas ja somos advigados pq estudamos 5 anos como todas as profissoes pedem entao teriamos que nos unir e entrar com mandato de seguranca contra a oab com fundamento constitucional pois esta sendo negado aqui o nosso sustento pq nao conseguimos trabalhar se nao tivermos essa carteira que por meu ver ja e fiscalizada pela oab entao qual a necessidade dessa prova descabida sou uma otima advogada nasci pra isso e ninguem vai parar o meu sonho apoio a causa do Bolsonario qd ele fala em extincao dessa prova pois todos se beneficiam os cursinhos e a oab invez de nos ajurdamos sermos bons profissionais dando cursos de pos graduacao lato senso na vida pratica hoje somos mai de dez milhoes de formados que nao tem experiencia pq esse bando de urubu nao nos ensina e nao deixa trabalhar quem estiver a favor se unam a mim e entre com um mandato de seguranca para assegurar o nosso direito de exercer nossa profissao

      Excluir
    8. Eu apoio vc e concordo na integra. Sou Bacharel em direito mais de cinco anos, me considero uma advogada exemplar. Trabalho no ramo e tenho duas sócias, faço o meu serviço muito bem, e advogo ao lado delas. Quem faz calculos e quem tem clientes sou eu.faco tido o trabalho e infelizmente tenho que dividir o meu sustento por duas, porque apenas elas assua por mim. Isso não é justo. Trabalho no ramo trabalhista, previdenciário. Nenhumas delas sabem fazer. Faço tudo e tenho que receber apenas a metade.

      Excluir
    9. Qual bom exercicio da profissao nao estamos falando em nota maior ou menor mas sim em arrecadacao de dinheiro se fosse assim teriamos a nota e nao a pontuacao e uma vergonha saber que fazemos parte dessa corja pois somos defensores da justica isso vai contra o nosso direito de ir e vim de exercer uma profissao que ja foi estudada a 5 anos de faculdade eu ja sou advogada e nao preciso dessa prova mais entao sou solidaria com o fato de que vc deu seu sangue suor pra estudar e se formar e depois nao poder trabalhar ai e injustica ne

      Excluir
    10. sou a favor do exame e desfavor o valor da inscrição, também o pagamento da anuidade depois de inscrito.

      Excluir
    11. Concordo plenamente, digo que os advogados que atuam atualmente e tem mais de cinco anos no exercício do direito não passaria na prova uma vez que a prova e pra confundir o candidato e nao testa o conhecimento, o mercado vai selecionar, só os sobriveram

      Excluir
    12. Você não pode Advogar, não passa na prova porque não sabe escrever, não sabe nem a diferença de mandado pra mandato.

      Excluir
    13. Sou bacharel com aprovação no XXVI exame da Ordem.
      No entanto, sou totalmente contra a obrigatoriedade deste.
      A prova da OAB não testa conhecimentos ou competência. Conheço bacharéis que atuam no meio jurídico e são obrigados a dividir seus ganhos com advogados pois não conseguem a aprovação.

      Excluir
    14. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    15. Esse rxame carissimo eh uma fonte de roqueza pra os donos dessa ordem mercenaria.
      Que em nada contribui com a sociedade.acabem logo com exame.

      Excluir
    16. Gente na minha visão não se trata de ser contra sem fundamento vejamos: a pessoa faz um sacrifício danado pra pagar o curso por 5 anos defende TCC aí o MEC diz que vc ta apto mas a OAB diz que se vc tirar 39 pontos na sua prova vc e um péssimo profissional q pode prejudicar a sociedade, pelo amor de Deus isso é crime, afinal é o MEC que regulamenta o curso ou a OAB se for qual dispositivo constitucional chancela isso? Sem contar com as taxas absurdas por etapa além das mensalidades e participação nas causas, isso é regular o mercado via sindicato essa e a realidade dos fatos.essa prova devia ser opcional e não restritiva de exercício profissional, não é justo se o cara for mau profissional ele mesmo se detona qdo for obrigado a indenizar seu cliente. Para mim terminou o curso defendeu TCC e estagiou esta quite com sua academicidade exigida para exercer a profissão se não e brilhante o problema e com ele e a sociedade que acionara os dispositivos protetivos assim como reza a lei sobre imprudência, negligência e imperícia.

      Excluir
    17. Só pela incapacidade de escrever, já se denota a importância do exame de ordem. Estude um pouco sobre lei de oferta e demanda. Você vai descobrir que de nada adianta ter uma profissão que não se pode exercer por excesso de oferta. E só a título de curiosidade, o nome é "mandado" de segurança, e não mandato...

      Excluir
    18. Se um bacharel apisa5 anos dedfaculdade e terminar o curso defendeu TCC e estagiou e ainda assim admite q só com a
      prova da OAB é advogado, não estará admitindo que os 5 anos da faculdade não bastaram para fazer dele um bom profissional? Sera que não e assinar um atestado de incompetência ao admitir q 40 pontos numa prova valendo mais que seus 5 anos de sacrifícios para terminar o curso de direito com mais de 17 disciplinas pagas mais estágio e TCC. E ver esse sonho interrompido por conta de 39 pontos ainda. Mais sabendo que o presidente do exame mês thompson fica com as provas dos seus filhinhos de papai que são por ele aprovados que tirem 40 ou 4 pontos? Segundo denúncia de advogada que recebeu a Venécia? Essa prova me desculpem merece desaparecer do mapa do Brasil a oab e fonte de renda dos espertos.

      Excluir
    19. Falou tudo. Uma máfia.

      Excluir
    20. A pessoa sabe tanto, diz que é ótima advogada, mas nao sabe nem diferenciar mandado de mandato. Choro é livre. ConhecC gente que fez 5 anos de faculdade, ou mais oor caisa das dps, e nao sabem o minimo de direito. Essas pessoas serao advogados tambem? Qualquer um se forma na faculdade, faz um TCC ridiridí e se forma barachel .as faculdades não dao a mínima se sabem algo ou nao, o imoimporta é pagar a mensalidade. Entao, ao inves de reclamarem para extinguir o exame, estudem certo, pois passei na primeira vez e por conta.

      Excluir
    21. Além da prova de conhecimentos deveria também fazer uma prova especial de português pois muitos bacharéis não querem advogar mas não sabem nem ESCREVER

      Excluir
    22. Se é inscrito na OAB e divide seus honorários com outros advogados é porque vc é um incompetente e não passa de um mero empregado

      Excluir
    23. Corrigindo.Querem advogar mas não sabem nem ESCREVER

      Excluir
    24. Tenho uma solução. Mantém a prova, mas não se cobra taxa de inscrição dos candidatos. Já que a OAB cobra e vai cobrar de seus inscritos o ano inteiro.

      Excluir
    25. Nossa,! Estou embasbacado com tanta intelectualidade, e olha que nem tenho diploma "superior", mas, nem precisa, para perceber que esse exame não vale nada mesmo depois de ler um defensor "unknown" do exame escrever a palavra rescintido. Existe mesmo essa palavra?

      Excluir
    26. Acho que ele quis escrever ressentido kkk como que passou na OAB? Não precisa saber a língua materna para ser advogado?

      Excluir
    27. Bom dia caros leitores e bacharéis, primeiramente quero ressaltar meu manifesto quanto ao fim do referido exame de ordem. Já estamos fartos de ver a OAB fazer de nós o bobo da corte. Bom o conhecimento não está na prova aplicada seja ela fácil ou difícil, mas sim no exercício da profissão no seu dia a dia, tomo com exemplo minha própria experiência, sou conciliador há 20 anos, sou pós graduado em ciências criminais e atuo constantemente nas áreas do ramo do direito exceto trabalhista por não gostar mesmo, mas se necessário for faço sem nenhum receio. Hoje pago por uma assinatura no valor de 50% por processos que eu mesmo consigo e faço todos os trâmites judiciais e o advogado só lança no sistema e leva o referido percentual, para agravar mais ainda esse meu amigo se quer peticionar sabe, ou atė mesmo os trâmites exigidos, tenho como parâmetro uma Vitório num processo onde entrei contra a União, que o advogado da União por coinscidencia veio a ser um professor meu na ėpoca das cadeiras da faculdade, fomos até a segunda instância e ao final venci a demanda, não desmerecendo aos colegas mas para quem foi o mérito pela assinatura apenas do advogado ao qual se quer sabe fazer uma petição, diante das diversidades, do fator psicológico, das cobranças e a tensão na hora do exame me faz reprovar no exame. Não me envergonho em dizer que não foram uma nem duas as tentativas, mas a reprovação vem na frente, sei do meu potencial, sei dos meus conhecimentos e tamanha responsabilidade, mas responsabilidade maior a de um médico que tira uma vida e não se reverte tal fato, o advogado que não se sinta confiável nem no mercado vai entrar e se uma derrota há a possibilidade de reverter, mas a morte jamais. Espero sim que o exame seja extinto, pois ele nada demostra a sabedoria na área, mas sim uma loteria e um pouco de sorte. Abraço a todos e vamos em frente com a luta para podermos exercer nossa profissão e termos nosso direito adquiridos conforme estabelece a carta Magna.

      Excluir
  2. Bom dia ,5 anos de mensalidade 1500,o minimo que receberemos de blinde uma carterinha com minha foto pela OAB, como em outros cursos superiores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não deu pra entender nada que você escreveu

      Excluir
    2. Está prova nada mais é do que um enriquecimento ilícito da OAB, extorquindo os Bacharéis em Direito, são legados do PT, com total conivência dos miseráveis governos do passado, maldita esquerda comunista.

      Excluir
  3. O exame não avalia, mas persiste em jogar centenas de pegadinhas com intuito único da reprovação, todos sabem disso; dizer que ele protege a sociedade é até piada, antes se avalie as mais absurdas sentenças da magistratura, objeto até de representações no CNJ. Não existe até a data presente uma só pessoa que tenha gabaritado o exame, que tenha acertado tudo, tamanha sandice das questões, que apesar se serem feitas por uma banca de diversos profissonais do mundo jurídico, pasmem, muitas questões são alvos de pedidos de nulidade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Fiz o exame neste ano e não encontrei nenhuma pegadinha. Encontrei questões que eu não sabia responder, mas nenhuma pegadinha.

      Excluir
    3. Tem tanta pegadinha e ainda assim muitos são aprovados no exame! Fui aprovado de primeira, e ainda passei bem folgado nas duas fases. O problema é que existem trezentos milhões de cursos de direito espalhados pelo País. Logo, o contingente de candidatos para o Exame de Ordem é muito elevado! A prova serve para selecionar aqueles que estudam, que são capazes de ler e entender um enunciado (afinal, se não entende nem uma pergunta, como vai entender um processo? Kkkkk), capazes de raciocinar, capazes de controlar o emocional (algo muito importante, já que a advocacia demanda pressões psicológicas) e de se sair bem numa prova, que não é difícil! Resolvi os últimos 8 exames e teria passado em todos. O problema é que tem muito vagabundo querendo ser advogado kkkk aí, fica complicado mesmo. Esses aí têm é que ficar de fora mesmo!

      Excluir
    4. ENGRAÇADO CONHEÇO DIVERSOS ADVOGADOS APROVADOS EM EXAME QUE NÃO SERVEM NEM PARA DESPACHANTE...
      A QUALIDADE DO PROFISSIONAL..O TRAQUEIJO ADVOCATÍCIO SOMENTE SE ADQUIRE AO PASSAR DO TEMPO SE ATUANDO...COMO EM QUALQUER PROFISSÃO..
      O EXAME NÃO SIGNIFÍCA QUALIDADE..
      ADEMAIS O REFERIDO CERTAME NÃO TEM CREDIBILIDADE, POIS APLICA AVALIAÇÕES DUBIAS..ERRADAS..E SEMPRE TEM QUESTÕES ANULADAS..QUESTIONADAS E ASSIM PREJUDICANDO OS EXAMINANDOS E AGRAVANDO O DESCRÉDITO DE TAL CERTAME...
      NAS DÉCADAS ANTERIORES ONDE NÃO EXISTIA TAL EXAME, TINHAM ÓTIMOS PROFISSIONAIS, TAIS QUE HOJE SÃO DOUTEINADORES DE REFERÊNCIA NO MEANDRO JURÍDICO..
      EM QUALQUER ÁREA APÓS A FORMAÇÃO O EXERCÍCIO DA CARREIRA PROFISSIONAL É LIVRE..
      BOM PARA A OAB QUETERÁ MAIS FORÇA NOS SEU QUADRO COM O INGRESSO DESSES PROFISSIONAIS..ARRECADARÁ MAIS ANUIDADES...PODERÁ MINISTRAR CURSOS DE RECICLAGEM..CAPACITAÇÃO..ATUALIZAÇÃO PROFISSIONAL...ENTRE OUTROS BENEFÍCIOS..
      TODOS TEM O DIREITO DE TRABALHO..
      O MERCADO SELECIONA OS BONS !!!!

      Excluir
    5. 👏👏👏👏👏👏👏

      Excluir
    6. Queria saber qual a relação entre a OAB e os cursinhos, porque nas propagandas falam de ter uma forma de passar na OAB, tem estrategias fundamentais, tem um método, como assim..? não se trata de conhecimento do direito...! ha entendi, Brasil pais da malandragem.

      Excluir
  4. Sou totalmente contra o fim do exame, pois existe muitos bacharéis ruins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também existe muitos Advogados ruins.

      Excluir
    2. Milhares de advogados incompetentes....

      Excluir
    3. O pessoal não leva a faculdade a sério, muitos acham que faculdade é curtição, passam nas provas por cola, as faculdades fazem vista grossa, aprovando aluno sem merecer e depois esses alunos não conseguem escrever uma pessoa processual de forma correta sem erros de vernáculo, e querem falar que a culpa é do exame, sugiro que estudem, porque quem realmente estuda consegue a aprovação.

      Excluir
    4. Plenamente de acordo, temos p progrfir, não n contrário. Tem q manter a prova, ela seleciona e distingue dentre aqueles q levam a sério o curso dos gaseteiros

      Excluir
    5. Nesse caso todas ad outras profissões deveriam ter um conselho próprio de avaliação que aplicasse uma prova na qual a aprovação fosse nescessária para o exercicio da mesma!

      Excluir
    6. Exatamente a prova da OAB é fundamental para o exercício profissional

      Excluir
    7. Existem advogados péssimos e pasmem, eles foram aprovados no exame da OAB, fica provado q o exame da forma q está sendo aplicado pouco seleciona um bom profissional do direito.

      Excluir
    8. Conheço vários ADEVOGADOS com a carteira do sindicato eu repito ADEVOGADOS. E conheço também muitos colegas advogados que não passaram na prova desse sindicatozinho de classe arrecadador inconsequente dos Bel. em direito desse país de ladrões.

      Excluir
  5. É jogar uma pá de cal na profissão.
    Pessoal não tem capacidade de passar na prova, quem dirá advogar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A prova não tem nada a ve com a capacidade ,muitos estudantes ficam 5 anos no curso e para fazer a prova tem que pagar mais 6 meses de cursinho,isso não quer dizer que vc sera um bom advogado por causa de uma prova com 80 questões, sendo que o estudante fica aprovado com 40 corretas.
      Vc acha que uma prova define a capacidade de advogar?
      Profissionais da saúde matam pessoas diariamente por negligência e passaram na prova pra exercer a profissão,então uma prova não quer dizer nada ,isso é só pra roubar dinheiro

      Excluir
    2. A prova é essencial, só assim os melhores serao selecionados

      Excluir
    3. Existe muitos bacharéis trabalhando,sem está aprovado n a OAB, infelizmente e a necessidade, e a OAB nada conta de controlar6

      Excluir
    4. Se vc estudou cinco anos e tem que fazer mais seis meses de cursinho para fazer a prova de conhecimentos específicos é porque vc é um incompetente pois em cinco anos não conseguiu aprender nada ou então não frequentou a escola com assiduidade

      Excluir
    5. Imbecil e desproporcional seu comentário, deu p perceber seu nível profissional se for advogado de fato.

      Excluir
    6. O que se questiona aqui e a legalidade da exigência de tal exame meu nobre doutor advogado.

      Excluir
  6. OAB é uma prova ridícula de tão fácil. Teria vergonha de dizer que não passei. Pagar anuidades absurdas, não concordo. Agora se a pessoa não consegue aprovação numa prova tão simples, ela evidencia que não tem condições mínimas de atuar. Juízes, promotores, procuradores, delegados, etc, fazem provas milhares de vezes mais exigentes. Pensa!? 460 mil pessoas semi alfabetizadas advogando. Vai ser uma vergonha! Já é com a OAB ,imagine sem. Mas é isso que os grandes empresários querem. Essa galera que mercantilizou o ensino superior no país. Você faz direito em qualquer uniesquina, com cursos lastimáveis, e já pode atuar. E ainda tem quem apoie, ao invés de criar vergonha e estudar. Misericórdia. Só vai aumentar o desrespeito do povo pelos advogados. Tomara que em breve eu deixe ser. Porque, se abolirem o exame da OAB, vou ter vergonha de dizer que sou advogada junto com gente que não passou em uma prova que me exigiu apenas duas semanas de estudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa doutora em uma tacada só a doutora rebaixou e deixou todos em uma posição de semi alfabetizadas
      A senhora deve ser juíza então?
      Desembargadora? Ministra do STF,talvez porque a arrogância de ministra a doutora já tem

      Excluir
    2. Se é tão superior assim, não terá problemas de arrumar clientes, depois que os bacharéis puderem entrar no mercado!!

      Excluir
    3. Não se enganem. O fim da prova não acabará com a necessidade de inscrição na OAB. Vai ter que continuar pagando mensalidade. Só não vai mais ter prova. Engenheiro não faz prova pro CREA, mas paga mensalidade se quiser exercer a engenharia.

      Excluir
    4. No mínimo é uma Patrícia mal amada, daquelas que eu pensei que só existisse em novelas...
      Que gostam de pisar nas pessoas.
      Tenho uma solução pra vc querida.
      Vá pra Cuba fazer Medicina, depois faça um doutorado para então ser chamada de "DOUTORA"

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. O que vc não compreende é que nem todos tem facilidade para estudar como vc e sua infinita inteligência parabéns pra vc, mais a questão é a forma de elaboração da prova e sua avaliação são pontos que devem ser mudados sim. Uma prova com 80% de reprovação não é uma boa prova e sim medíocre.Tem mais, os acadêmicos não podem ser penalizados pela prostituição dos cursos de direito a OAB se tivesse alguma real importância teria meios concretos para barrar tal aberração de tantos cursos existentes. Algo deve ser mudado sim e urgente, o colega que falou que não tem pegadinha fez uma prova que não da OAB FGV ou não fez prova alguma

      Excluir
    7. Pra que a preocupação? Se vc é tão boa assim não tem o porque se incomodar com a concorrência.
      Acho que vc é daquelas que se matou no cursinho pra acertar o minimo e quer se achar uma boa advogada.
      TER OAB pra ser chamada de doutora era o que vc queria😂

      Excluir
    8. A questão pra mim é só o valor de 260 reais que e exorbitante,onde muitos estão desempregados, poderei ser um .5x menor, agora e desnecessário baixar o nível ,e humilhar os colegas.

      Excluir
    9. O que atribui o título de Doutor ao adbogado é um decreto do imperador e não a OAB, essa ultima apenas do se vc pode advogar ou não.

      Excluir
  7. Espero que continue o exame porque o mercado já está inchado. Imagine se um monte de gente ruim entrar... Competência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas tanta preocupação com incompetentes? Não procede, já que eles não conseguiriam concorrer com tão ilustre profissional.

      Excluir
    2. Ao invés de abolir a prova, vamos abolir a necessidade de fazer curso de direito para advogar. Conheço muito engenheiro, administrador, economista, dentista que tira essa prova da OAB de letra. Que faz concurso de técnico judiciário, oficial de justiça, etc e passa melhor classificado que os ilustres advogados. Que discutem direito com advogados e fazem eles mudarem de idéia.

      Excluir
    3. A OAB pune o advogado que não exercer a advocacia conforme determina a lei, então por que exigir essa prova? Se o sujeito for incompetente a própria OAB pode impedí-lo de advogar. As faculdades emitem os diplomas aos bacharéis, mas eles não são preparados? Eles pagam 5 anos de uma faculdade e nao podem exercer a profissão? Não entendo essa marmota, tem cheiro de falcatrua. Dizem que os maiores cursinhos preparatórios para o tal exame da ordem pertencem a grandes bancas de advogados, será?
      Bolsonaro, acaba logo essa festa!

      Excluir
    4. então o problema não e conhecimento e sim mercado...! kkkkk

      Excluir
    5. Então o problema não e conhecimento e sim mercado, por isso deve ser extinto, principio da isonomia. ART.5º CF.

      Excluir
    6. Aliás..ao se falar de GENTE RUIM e de INCOMPETÊNCIA.. que inclua-se também os advogados que se prestaram a fazer esse exame imposto pela organização. Nota-se constantemente diversos erros ortográficos nas publicações e não são apenas dos bacharéis ( Advogados TAMBÉM ) que não prestaram o exame ou mesmo dos que prestaram e não obtiveram êxito; mas também erros ortográficos de muitos que com sua prepotência e arrogância se auto denominam como superiores por possuírem em mãos uma carteirinha que nada diz sobre a verdadeira capacidade, índole ou caráter da pessoa que o detém. Portanto antes de acusar...olhe-se no espelho e faça uma auto análise.

      Excluir
  8. A proposta do cara é brindar a ignorância mesmo... Quero ver quem vai contratar um aventureiro sem OAB!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabe nem escrever e quer palpitar .

      Excluir
    2. E vc não está dando credibilidade a vários advogado que compõem a OAB E QUE NUNCA FIZERAM UM EXAME DE ORDEM? MEIO CONTRADITORIO ISSO.

      Excluir
    3. Claro porque só pode contratar aventureiro com OAB aí o empresário ou o cliente está protegido...pelo amor de Deus ninguém está imune de cometer erro e a carteira por si só não te protege disso
      Pensa antes de falar

      Excluir
    4. Liberdade profissional para todos os bacharéis.



      Excluir
  9. O Exame da Ordem deve ser extinto e os cursos de Direito devem ser filtrados e fiscalizados. Não podemos ficar a vida inteira justificando a cobrança da prova tendo como argumento as péssimas faculdades de Direito. Há uma verdadeira indústria em torno da prova.
    O MEC que fiscalize melhor as faculdades de Direito e pronto.

    ResponderExcluir
  10. Não acredito que uma prova possa avaliar 5 anos de estudos. Todas as demandas levada a um profissional do Direito e estudada antes de responder.
    Então porque 80 questão de diversos ramos do Direito tem que ser respondida de pronto e cheia de atos maliciosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo...no escritório de qualquer advogado quando se tem experiência consegue dar na consulta um parecer de sua própria experiência do contrário tem que pedir um tempo e analisar o caso estudar e ver as alternativas para o cliente.
      Agora 80 questões com viés multidisciplinar porque na sua maioria tem que saber de todas pra responder uma.

      Como em uma das provas de D.Tributario a questão inteira dava entender que era uma questão trabalhista, e somente no último parágrafo entendia-se que era uma questão de I.R. em verbas que não comportam tal imposto
      Isso é testar conhecimento? Não isso é fazer vc se esgotar mentalmente de ler e perder a linha de raciocínio

      Excluir
  11. Estranho mas todos os comentários de anônimos!

    ResponderExcluir
  12. O aluno gasta muito dinheiro com a faculdade para se formar depois gasta com cursinhos para ser aprovados é uma indústria de negócios para inserir o bacharelado em direito no mercado de trabalho, eu não tenho dúvidas de que qualifica o profissional, mas também não tenho dúvidas de que é uma injustiça com os recém formados por que os demais não passam pela mesma tortura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse teste da OAB é igual exame da CNH, ninguém sai sabendo dirigir, ou advogando por causa desses exames, se utilizassem as notas dos exames para cobrar uma melhor qualidade de ensino das universidades, do jeito que ta é só uma indústria que não aprova advogados e sim que memoriza melhor o assunto.

      Excluir
    2. VrrdaVe, pois tem grandes juristas que nunca fizeram essa prova pq não existia, pois essa prova não vai dizer que vc vai ser um bom ou ruim advogado, e sim a prática, fato.

      Excluir
    3. Você é instrutor de trânsito? Não ! Eu sou. E nada tem a ver a sua comparação. Um candidato a cnh não passa 5 anos em uma faculdade. Passa 10 dias apenas recebendo informações referentes ao trânsito com matérias em Legislação de trânsito, direção defensiva, noções básicas de primeiros socorros, noções em mecânica, meio ambiente e cidadania. Faz uma prova simples para avaliar a absorção dos conhecimentos adquiridos, depois vai ter aulas práticas para aprender a conduzir um veículo e faz um exame de apenas 5 ou 10 min para ser averiguado pelo perito se está ou não apto a possuir a PPD inicial válida por 1 ano até que em caso de não cometimento de infrações que venham ultrapassar o limite permitido passam a ter em mãos a CNH que terá validade por mais 4 anos para depois deste tempo ser renovada. Bastante diferente da situação daqueles que passaram 5 anos em uma faculdade de Direito fazendo provas a cada 2 meses, realizando diversos trabalhos acadêmicos, fazendo estágios na faculdade ( dep. jurídico ) ou ainda em algum escritório.

      Excluir
    4. Cinco anos e saem sem saber nada

      Excluir
    5. Falou o SABE TUDO. Vá a merda com sua ARROGÂNCIA e PREPOTÊNCIA. "Unknown" aliás...não é nada...é um babaca que nem ao menos mostra a cara para comentar ou expôr sua opnião.

      Excluir
  13. Eu acho ridículo esses advogados que tem em mente que todo o bacharel e gente ruim...vocês saíram da faculdade doutores ? Todos antes da carteira foram bacharéis e assim como tem advogados ruim tem bacharel bom
    Já falei outras vezes tenho colegas ótimos que passaram na prova de primeira pagam a anuidade e não atuam sabem porque?
    Simples, são ótimos estudantes,mais não tem inteligência emocional pra lidar com o dia a dia da profissão que não é simplesmente responder perguntas.
    Meu irmão é médico e acreditem na turma dele tem excelentes médicos assim como ele, mais têm vários que curtiram estudar mais não atuam como médico
    Nem todos os 460 mil bacharéis ou 1 milhão de bacharéis vão atuar na profissão, muitos não tiveram a chance de saber se é isso que querem fazer, muitos vão se decepcionar
    Quem tem medo de bacharel é porque não se garante como advogado.
    Simplesmente passaram na prova.
    E agora co mko ter cliente, como chegar em uma empresa e falar sou doutor fulano de tal passei na OAB com 50 pontos mais 9 na segunda fase,isso é currículo? O empresário vai falar ufa... ele passou na OAB pode ficar com a conta da minha empresa...
    O profissional que não se especializa e se torna referência na área em que atua já está fora do mercado com ou sem a carteira da ordem, pensem antes de falar groselha " aí vai inchar o.mercado..." vai se especializar e tentar ficar com a melhor fatia, e não com a maior, muito provavelmente sua crítica nesse sentido e porque vc passou no exame se acomodou, cumpriu com os deveres impostos pela classe e vive hoje de migalhas esperando p super cliente entrar e deixar seu escritório milionário kkkkkkk
    Só uma dica não será assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parei de ler no "mais não tem ..." Puts!!

      Excluir
    2. Parei de ler quando vi que não sabe a diferença de mas, com mais

      Excluir
  14. Hoje a OAB virou uma grande maquina de arrecadação. Na verdade o intuito desse exame não e testar conhecimento, até porque conheço advogados que deixam muito a desejar. O intuito desse exame é arrecardar milhões que não passa por nenhum tipo de fiscalização. "Será por isso que os integrantes da OAB se sujeitam a participar da ordem sem serem remunerados"? Essa é a pergunta que não quer calar!!!

    ResponderExcluir
  15. Se extinguir o exame da oab nnã vai acontecer nada a sociedade está cagando e andando pra advogado muito menos o judiciário, se a população estivem preocupados com a qualidade do advogados não pegava advogados da defensoria que não se importa com a qualidade da defesa...na vdd o povo vai é gostar vai ter advogado fazendo pericao por 100 reais...kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você por acaso é advogado ? Lhe faço essa pergunta apenas por curiosidade. Aliás gostaria de aproveitar e lhe informar que não temos a intenção de fazer essa tal "PERICAO" conforme descreveu por um valor de 100 reais. O que é pretensão de todo profissional é fazer uma PETIÇÃO quando assim for necessário e cobrar pelo serviço o valor justo e real a ser tabelado pela instituição a quem formos filiados e a mesma possuir capacitação para tal, ser uma instituição existente de fato e de direito com os devidos registros legais em dia. Tipo assim como é atualmente a ANB por exemplo.

      Excluir
  16. Nem uma profissão exige exame das profissões, todas a profissoes possui profissionais com falhas, dizer que um exame especializa uma postura,preparo, conversar com clientes, ir aos tribunais, departamentos publicos e afins.
    A conta é simples, politica, interesses, matematmat (3 milhões bacharéis ee900 mil inscritos), os grandes escritórios, valores exorbitantes, vão querer ?
    MEC exijam preparo nas universidades desde o primeiro ano, atendimento ao publico gratuito, etc, quebra os grandes escritorios, vao querer distribuicao de rendas com pequenos ? Pensem nisso, a regra e que vença o melhor, mais preparado.
    Nem vou entrar em outras obscuridades, como deputados, senadores, que sao donos de cursinhos, FGV, sistema enraizados que ganham dinheiro, sai facilmente um livro, pensem nisso !

    ResponderExcluir
  17. Em todas as profissões elas as entre médicos, engenheiros e professores que também têm grande responsabilidade perante a sociedade, atuam sem precisam de exame de suficiência. No caso dos advogados por quê seria diferente? Esse exame é uma forma de tirar dinheiro do bacharel, só isso. Quem vai definir se o profissional é bom ou não é, é o seu cliente.

    ResponderExcluir
  18. Médico, Engenheiro Civil, fazem prova final antes de ir realizar algum procedimento médico em algum pronto socorro por ai? Ou no caso do Engenheiro, antes de aprovar uma obra de predios residências, comerciais etc...?

    ResponderExcluir
  19. Eu sou a favor que realmente acabe com essa roubalheira, pois ter a carteira da OAB nao significa que o bacharel em direiro nao tem capacidade de atuar naquilo que ele goste, pois conheço um monte que tem a OAB e nao sabem nem trabalhar... outra coisa e mais do que justo que acabe essa putaria pq a pessoa fica 5 anos dentro de uma faculdade fazendo provas a vida toda pq senao passar na prova fica retido ma materia, agora me diz pra quer fazer prova da OAB se a sua capacidade vai ser demoastrada no dia a dia... bom se o presidente bolsonaro assinar esta tal inteligência eu rralmente serei obrigada a tirar o chapéu pra ele ... pq ate que enfim ele fez algo que realmente preste...

    ResponderExcluir
  20. Pessoal, estamos em um país que tem os ministro do STF, que é apenas bacharel. A ordem é uma desordem politiqueira, cheia de larápios .

    ResponderExcluir
  21. Acredito que deva ser facultado.Eu só contrataria alguém com. Porém grande parte não quer advogar só fazer concurso mas em alguns casos mesmo sem carteirinha pegariam(família)kk nem medico tem

    ResponderExcluir
  22. O QUE A OAB, TENTA ESCONDER SENDO QUE ELA TEM QUE SER TRANSPARENTE.

    ALGO OBSCURO TÊM AÍ!!!!!

    1- Aonde é empregado o dinheiro da anuidade?
    2- Que ajuda ela realmente faz para o advogado?
    3- Se ela realmente fizesse algo não tinha necessidade de ter a AASP, OUTRA fonte de rendas.
    4- Cadê aquela instituição que zela pela CONSTITUIÇÃO?
    5- SE ESSA ORGANIZAÇÃO NÃO PASSA DE UM SINDICATO?
    6- COM TANTA CORRUPÇÃO NO BRASIL, PQ ELES NÃO SE MANIFESTARAM? ANTES?
    7- PORQUE O LOGO DA OAB NÃO É DA COR DA NOSSA BANDEIRA?
    8- A OAB FALA DE ÉTICA, MAS ELA ESTÁ SEM MORAL E SEM ÉTICA, POIS A CLASSE DOS ADVOGADOS ESTÁ DESPRESTIGIADA?
    9-PQ ELA NÃO EXISTE?
    10- QUANTA OBSCURIDADE EXISTE ATRÁS DISSO?

    ResponderExcluir
  23. Se isso realmente for para frente, o que acredito que não. Já fico imaginando as milhares de petições iniciais ineptas, os milhares de advogados perdendo o direito de advogar por erros grotescos e as milhares de ações de dano moral face a advogados por causar prejuízos aos clientes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr tudo isso sempre aconteceu e confiança acontecendo, essa narrativa não cabe mais, faça uma boa pesquisa jurídica pra saber o que realmente venha ser a OAB, quanto aos advogados que causarem danos aos seus clientes, que respondam, pelos seus atos, se bem que atualmente, o Conselho de Ética da OAB, nada faz, apenas abre o processo disciplinar e na maior parte acaba em pizza. Ou seja, seus argumentos não correspondem a realidade, tenha uma mente menos dominada pelas narrativas dos que querem continuar com o crime de edyelesteli e falsidade ideológica, pois não possuem representatividade juridiju para continuarem a exigir um exame.

      Excluir
    2. Aí como em qualquer outra área o profissional não irá propsperar
      Assim como um médico comete um erro continua atendendo até cometer vários outros e perder o direito de ser médico
      Engenheiro quando erra dificilmente mata 1, e continua atuando até que não seja mais contratado por ninguém
      Isso é natural

      Concordo que vai ter muito advogado impedido de advogar
      Por ser totalmente despreparado e incompetente.

      O que não dá pra aceitar e ver esse propagação de cursinhos que cresce na mesma velocidade da liberação de vários cursos de direito se alimentado desse profissional que mesmo com a carteira da ordem, nunca vai se firmar como advogado.
      Com ou sem carteira

      Excluir
  24. Fim do exame da ordem já, e tambem fim dos concursos para promotor de justiça, juiz de direito, delegado, defensor público, estudamos 5 anos e temos o direito de exercer a profissão que quisermos. Kkkkkkkk, vão estudar seus preguiçosos.

    ResponderExcluir
  25. A questão é a ilegalidade da OAB. É o MEC quem deve fiscalizar. Para onde vão os milhões arrecadados em anuidade? A OAB presta serviço de qualidade aos advogados? E o que é arrecadado de prova? Isso que precida ser visto.

    ResponderExcluir
  26. Essa OAB é uma máfia.Se não vê quem não quer.Por isso tem tantos advogados envolvidos e empenhados em defender criminosos, tanto traficantes, quanto políticos ladrões.E muito dinheiro envolvido.E um absurdo você ter que pagar 30 % pros advogados quando ganha uma causa.Que critério eles usam pra determinar essa porcentagem?Tinha que se no máximo 10 %.E nunca vi um advogado criminoso ser excluído da OAB.

    ResponderExcluir
  27. Rebanho de vagabundos que não querem estudar.

    ResponderExcluir
  28. Ainda sou estudante de direito, e de fato sou a favor do exame da ordem, pois sem ele a advocacia será muito "prostituida" no Brasil, tem muita faculdade de direito no país, com valores acessíveis de mensalidade, e dessa forma uma gama de estudantes se formando bacharéis e ja com licenca para advogar,sendo assim, muitos irão abrir um escritório de advocacia em qualquer esquina...
    Serão tempos de insegurança jurídica!

    ResponderExcluir
  29. sou aluno de Direito curso o 10 período já fiz a prova da OAB 4 vezes e não passei mais gostaria de posicionar sobre o fim do exame de ordem sou totalmente contra o fim do exame de ordem é verdade que temos excelentes advogados mais temos péssimos advogados o fim do exame da OAB vai piorar ainda mais a qualidade dos advogados teremos advogados tão ruins que ficará ruim para a classe

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Se o exame é tão importante assim para proteger a sociedade dos advogados incompetentes, todos deveriam fazer a prova da OAB uma vez por ano. Quem já passou e quem não. Lá se foi esse argumento...rs.

    ResponderExcluir
  32. Quem quiser ter a carteira vermelha é só sentar a bunda na cadeira e estudar até ser aprovado. Simples assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem wuisqu se destacar no metmerc tem que ter estagiado muito , pq tenho colegas que nunca estahiou pq trabalhava, mas passou na oan e não sabe nem para onde vai uma petição, resumindo carteoca sem rsperoencie e mesmo que ter um carro na garagem e nunca ter praticado so treinou para tirar a cnh

      Excluir
  33. Eu sou favor em continuar com a exigência do exame da OAB, desde que todos que concluiu um curso superior seja obrigado fazer esta maldita prova três vezes no ano cheia de pegadinhas pra tomar recursos de quem quase nada.

    ResponderExcluir
  34. Entendo, que de o indivíduo não tem condições mínimas para exercer,é porque não foi ensinado . Tem que combater a causa. Feche a faculdade, que normalmente pertence à algum figurão ou politico.

    ResponderExcluir
  35. De fato há muitos cursos q o MEC deveria avaliar a qualidade e tomar as providências cabíveis!
    Só não é JUSTO q pessoas que cumpram todos os requisitos do curso e sejam diplomadas, fiquem impedidas de exercerem a profissão, como todas as outras profissões! Afinal, foram 5 anos de curso com teorias e práticas!
    Entendo que os q já passaram na prova da ordem, se posicionem favoráveis à manutenção da mesma, pois terão mais profissionais no mercado.

    ResponderExcluir
  36. Eu sou a favor do exame, mas deveria colocar valores menores nas inscricoes seria mais justo com os candidatos, acabar com exame e pra boi dormir, conversa fiada. Portanto, pessoal vao estudar o melhor a fazer, mostre que voces tem competencia de fazer uma simples prova.

    ResponderExcluir
  37. O exame da Ordem, é uma forma de selecionar profissionais atrAvés de uma prova, se transformou num negócio. Com que legitimidade pode impedir o bacharel de exercer sua profissão? No Exame XXVII, o esforço para impedir esse direito foi imenso, com pegadinhas que os corretores de plantão se esforçaram para desvendar, o que dizer do aluno. Isso não reflete a vida real, onde o bacharel tem uma biblioteca e jurisprudência ao alcance. O objetivo foi desvirtuado e como tal falta legitimidade para exercer esse tipo de controle, não é Constitucional.

    ResponderExcluir
  38. BRINCADEIRA KKKK SE NÃO CONSEGUEM PASSAR EM UM SIMPLES EXAME DA ORDEM VÃO QUERER ADVOGAR??? COITADO DOS CLIENTES!!! PELO JEITO ESTÃO QUERENDO IGULAR A PROFISSÃO DE ADVOGADO COM A DE DESPACHANTE.A OAB ERRA EM EXIGIR O MÍNIMO DO CANDIDATO. PODERIA EXIGIR AINDA MAIS. POR ISSO JUIZES E PROMOTORES PASSAM POR CIMA DE MUITOS DESPREPARADOS (ADVOGADOS) BORA GENTE PARA COM A PREGUIÇA E COMEÇAR LOGO A ESTUDAR. UM BOM ADVOGADO COM FARTA EXPERIÊNCIA E PLENO CONHECIMENTOS, SÓ DEUS ETERNO PODERÁ DETELO.

    ResponderExcluir
  39. ESSA PROVA DA OAB É SIMPLESMENTE PARA ARRECADAR DINHEIRO E ENREQUECER CADA VEIS MAIS ALGUEM DA OAB QUE ESTEJA NO PODER NO MOMENTO, O PRESIDENTE BOLSONARO ESTÁ CERTO, ISSO É INCONSTITUCIONAL ESSA PROVA, OS MEDICOS QUER TRABALHAR COM VIDAS NÃO SÃO SUBMETIDOS A PROVA ALGUMA, NÃO VOTEI COM BOLSONARO NÃO , MAIS SE ELE FIZER A ANULAÇÃO DA OAB MEU VOTO E DELE , ISSO E CAÇAS NIQUES E INCONSTITUCIINAL . JUAREZ SALVADOR



    O EXAME DA OAB NÃO AVALIA NINGUEM , O EXAME DA OAB É SIMPLESMENTE UM CAÇA NIQUES DE PESSOAS QUE SE MATA DE ESTUDAR E SONHA MELHORAR DE VIDAS UM DIA, AI VEM A OAB E FRUSTA O SONHO, ESSES DA OAB DEVERIAM ESTA NA CADEIA, VAMOS COVOCAR O POVO PARA FAZER UMA CPI NA OAB, FORA EXAME OAB , BOLSONARO PARABENS CONSIGA DERRUBAR ISSO POR FAVOR JUAREZ SALVADOR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrevendo assim, precisará acabar com o exame mesmo para virar Advogado

      Excluir
  40. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  41. Eu acredito que o exame não mede ninguém! Conheço pessoas que nem sequer sabem protocolar um processo e passaram no exame pq tem uma vidinha cheia de tempo pra estudar e que não precisam trabalhar. Muitas vezes quem trabalhou durante toda a faculdade para se sustentar não tem tempo pra estudar pra esse exame. Pais e mães que tem que ralar muito pra se formar e depis de tanta luta no curso não podem trabalhar por causa desse exame.
    Na minha opinião o próprio mercado de trabalho te exclui ou inclui. Não adianta ter oab e ter medo de responsabilidades, não ter coragem de encarar uma audiência Conheço vários assim.
    Então deixem os bacharéis trabalharem e vamos ver na prática quem se garante.

    ResponderExcluir
  42. FORA OAB VCS NAO AVLIA VCS SÃO FRUSTADORES DE SONHOS , CPI OAB JÁ, SE APROVEITA PARA ARRECADAR DINHEIRO DE POBRES SONHADORES , PRESIDENTE BOLSONARO DERRUBE ISSO , FORA EXAME OAB JÁ , CADEIA PARA QUEM AGE CONTRA A CONSTITUIÇÃO JÁ. BARTOLOMEU , SALVADOR BAHIA. PARABENS PRESIDENTE

    ResponderExcluir
  43. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  44. Sou contra o Exame de Ordem.

    ResponderExcluir
  45. e vai piorar muito, há 16 advogados por quarteirão em tudo quanto é cidade. Há 1 milhão e meio de advogados no país, considerando que a média de aprovação na OAB seja 20%, se acabar com a prova da OAB deixando qualquer analfabeto advogar, o caos vai reinar, serão 7.500.000 de advogados.
    Se atualmente uma cidadezinha de 25.000 habitantes possui 320 advogados inscritos na OAB, após o fim da prova terão mais de 1000. Essa mesma cidadezinha tem apenas 3 sorveterias, 5 postos de combustíveis, 6 supermercados, 1 hospital, e se tivesse 1000 de cada? Teria como sobreviver? Parabéns a quem votou no Bolsonaro, inclusive a mim!

    Basta olhar os comentários a favor do fim do exame, mal da pra entender, analfabetismo linguístico e juridico, não sabem expor um raciocínio, não sabem elaborar uma frase com concordância verbal, não sabem a diferença de mandado e mandato.

    O próximo passo é acabar com o vestibular, afinal se estudou 15 anos em escolas, ou fez a provinha do enceeja , presume-se que está apto ao ensino superior, basta escolher a profissão. Vamos tirar nossas limitações na canetada.

    Bolsonaro foi contra a Dilma por liberar médico cubano de excelente qualidade a trabalhar sem crm, agora vai fazer igual?

    ResponderExcluir
  46. Não consigo entender como um aluno passa 5 anos em um curso e não consegue ter um aproveitamento de 60% relacionados aos conhecimentos ali ministrados.Lidar com o direito alheio é algo que requer muita responsabilidade e conhecimento técnico, pois em nome da segurança jurídica dos atos ali praticados um direito que era tido como certo poderá perecer diante da imperícia que está responsável em defendê-lo e causar um prejuízo ainda maior.

    ResponderExcluir
  47. Lendo os comentários acima, constata-Se diversos erros de português, raciocínio desconexo, textos sem nexo, o que já denota falta de conhecimento e posturas inadequadas para um profissional apto a defender interesses de eventuais clientes.
    Vemos uma total falta de preparo.
    Exame da Ordem é necessário sim a fim de forçar esses bacharéis a se preparar melhor para atender com qualidade e eficiência a população.

    ResponderExcluir
  48. Tem segredo não galera. Quando você faz faculdade de Direito, você faz para ser bacharel. É muito simples: NÃO EXISTE FACULDADE DE ADVOCACIA... O prudente seria regularizar o exame e a própria OAB através da intervenção do governo. Com a enxurrada de cursos de Direito, a única forma de selecionar o joio do trigo é o exame da ordem. É só estudar que passa, tem segredo não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só pra rebater o doutor, me diga então quem se formou antes de 1994 quando a ptova foi implantada é o quê e faz o quê até hoje doutor? Brinca com os direitos das pessoas ou é legalmente constituído e intitulado ADVOGADO hein doutor???

      Excluir
  49. Isso tem que acabar, a oab deveria se filiar a CUT, isso é uma verdadeira ditadura comunista para privilegiar os mais ricos e favorecidos imposto através do poder da grana e das influências políticas que se armaram durante todos esses anos que vieram se passando diante dessas aberraçoes legislativas atraves das nítidas "panelinhas" políticas. Temos que acabar com essa patifaria urgentemente se queremos passar o Brasil a limpo de uma vez por todas e acabar com essa pouca vergonha. Ladrões corruptos traidores da Nação que ousam discriminar seus próprios semelhantes e operadores do direito que cumpriram todos os requisitos legais conforme ordena o Ministerio da Educação. Não há que falar em qualificar os bacharéis, a oab não tem esta prerrigativa fincional. Seu dever e no máximo fiscalizar e punir como todos os outros conselhos de classe e jamais selecionaor quem deve ou não deve trabalhar. #fimdoexamedeordem
    #advogadosim

    ResponderExcluir
  50. Então fiscalize as faculdades! Ou feche as ,tendo uma equipe honesta p tal,meu filho estudou direito 5 anos,recebeu o diploma da faculdade e não é nada profissionalmente,não tem coerencia,tem q ser dado o direito a advocacia,quem quiser seguir outra especialidade aí sim ter concurso. A própria vida exclui os mais profissionais,não a O A B.E tem mais a for trabalhar no início em grandes escritórios o desrespeito dos donos colegas de profissão e tamanha,q mtos ganham menos q a secretária.Ach q pode ser a lei da oferta e procura ,prejudicariam os famintos por grana,Todas profissões dão direito a ser exercida após conclusão do curso e o diploma é o atestado de capacidade p tal,nem a medicina q e questao de vida ou morte necessita,vc sai c o diploma de médico.

    ResponderExcluir
  51. Concordo urgentemente que essa prova da Ordem seja extinta, pois tem muitos profissionais que passaram no exame, são péssimos profissionais, enquanto isso, tem bacharéis que dão de dez e só pegam os ditos bons para assinar, para dividir a metade dos honorários. Portanto, tem três provas no ano, é comilança de dinheiro da dita instituição Ordem. Se acham que sabem o que fazem, mas acabam que diminuindo as pessoas que passam anos para se formar na faculdade. Se é tão importante o exame, apliquem gratuito e não obrigatório.

    ResponderExcluir
  52. Este argumento de que a prova da OAB tem caráter meramente arrecadatorio é uma falácia, e um argumento pobre sem raciocínio lógico de bachareis que não tem competência para atuar no mercado.
    Por exemplo a OAB São Paulo, cobra anuidade em torno de 1.0000,00 ora se não existisse a prova e todos os bacharéis se inscrevesem na entidade, está arrecadaria muito mais do que com as provas que além de tudo tem um custo para serem aplicadas.
    Portanto esse argumento é ridículo e desprovido de lógica.
    Sou a favor da prova não só para advocacia, mas para outras profissões, na realidade a extinção da prova seria um grande retrocesso onde todos perdem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica quietinho e aceita que dói menos doutor esses argumentos não condizem com a realidade e já estão velhos e esfarrapados, assim fica feio ficar defendendo ato criminoso só porque se é filiado à máfia doutor.

      Excluir
  53. A maioria dos advogados em especial aqueles que hoje compõem os quadros da OAB, não foram submetidos ao exame de ordem, portanto para estes senhores, beira a imortalidade exigir, que outros tenham de fazer,trata-se apenas de defender reserva de mercado.

    ResponderExcluir
  54. Boa tarde doutores!
    Em outras profissão!
    Para requerer o registro profissional e obter acarteira de identidade profissional,basta,levar o diploma devidamente registrado na Universidade credenciada pelo MEC ou declaração de conclusão de curso fornecidas pela instituição de ensino superior .
    sómente a OAB,se tornou diferente.e quebrou a harmonia constitucional .
    A OAB está extinta,pois,O ministério da justiça já confirmou sua extinção .

    ResponderExcluir
  55. E o curso EAD de direito ?

    ResponderExcluir
  56. Kkkkk....com oab ou sem oab, a incompetência de quem não passa nessa prova básica continuará sem advogar. Permanecerá sem conhecimento suficiente para exercer tal mister. A nao ser q a carteira da ordem venha acompanhada de um chip plus intelect.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incompetência quem deve medir é o governo e pelo que me consta a oab não é órgão do governo, muito menos entidade privada que pode avaliar quem deve e quem não deve trabalhar através do judiciário capite?

      Excluir
  57. Vai ter + um monte de bandido ADVOGADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bandido tem para todo o lado independente de exame ou não amigo radical

      Excluir
  58. Querido bacharéis fiz dez exames e passei no décimo primero. Sou solidário com vocês, acho que o sol nasceu pra todos. Você é capaz, faça um bom curso uma duas tres vezes se for necessário, confie em você, entre pela porta frente por questão de moral. Sobre o fim do exame pode ter certeza que não irá acabar. Boa sorte e estudem que você é capaz....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabens pra ti conformista aproveita e segue fazendo mais só assim tu pode aprender mais e vai engordando cada vez mais essa máfia que rouba e usurpa o dinheiro e o dirieto dos filhos da Nação

      Excluir
  59. Para ver que a banca mesmo fazedo a prova não sabe o gabarito e mais 2 questões em conflito com as normas jurídicas sou contra o EXAME da ordem porque não tem nada haver com conhecimento do examinado e sim um exame voltado para pegadinhas e textos maus formulados e grande confuso por está razão melhor que seja extinto e o comércio pode avaliar o jeito de cada um profissional

    ResponderExcluir
  60. A ordem está só aguardando o governo se pronunciar sobre o fim do exame para contra atacar e vai ser mortal. Acha que o judiciário vai ser a favor do fim do exame ? Imagina o trabalho deles com milhares de bacharéis na ativa. Gente cai na real o exame não vai acabar a oab tem muito poder para que isso não ocorra. Esperem e verão.

    ResponderExcluir
  61. Tb acho. Já sou advogado e quando não era cheguei querer o fim do exame a minha mulher tb. Agora acabar com o exame sou contra porque sei que aquele que estuda mesmo vai passar e questão de tempo. Boa sorte a quem vem tentando....Vai com fé.

    ResponderExcluir
  62. Depois de ler a grande maioria dos comentarios aquí tecidos, concluo que deve ser esta a razão pela qual o Lula não conseguiu provar sua inocência, pois seus "adevogados" não devem ter feito a prova do exame de ordem ou, de alguma forma não estejam habilitados para lidar com um processo cujo maior dano é aquele que envolve o erário publico. Seus julgadores também fazem parte do rol dos "não habilitados" pela OAB. Só pode ser isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eram advogados não Santos milagreiros, não se provou porque era culpado

      Excluir
  63. Não e uma prova que qualifica o profissional. Muitas faculdades só se importam com as mensalidades. Deveria ser fácil para todos entrarem na faculdade sem vestibular. Mas, a saída ser muito difícil. A prova da ordem é um atraso e o único argumento dos que defendem e que filtra o profissional. A OAB...falha muito nas fiscalizações do mal profissional...isso sim e também filtrar. Como disse...não ha argumento que sustentam a realização das provas.

    ResponderExcluir
  64. É medíocre defendendo medíocre. Quem não passa no exame da ordem não tem a menor condição de advogar.

    ResponderExcluir
  65. Nao se iludam. Esse mentecapto vai cair.

    ResponderExcluir
  66. A princípio, serei favorável ao exame "que é muito caro" da OAB, se todas categorias profissionais de ensino superior, também realiza suas avaliações em seus profissionais ao término de sua graduação, além disso, apoio também que este supracitado exame, seja realizado a todos que estão inscritos, ou melhor, a todos bachereis, que querem e estão advogando, antes da regulamentação do exame, o Código Civil da poderes ao magistrado a recusar a inicial em seu artigo 330 CPC. Ora, a OAB está fazendo o papel do juiz...

    ResponderExcluir
  67. Muitos dos que defendem a aplicação da prova passaram com as calças na mão e talvez se fizessem novamente não passariam! Kkkk Infelizmente a nossa classe está a beira do caos, tem um advogado a cada esquina, que aliás, estão rezando que para que não seja banida bendita prova da Ordem por medo de morrerem de fome (reserva de mercado misturada com egoísmo)!

    ResponderExcluir
  68. Sou a favor de "residência jurídica"... Ou seja, prestação de serviços na defensoria pública após formação por dois anos, ganhando o mínimo por isso e sob orientação do defensor público, assim como é feito na residência médica.

    ResponderExcluir
  69. Seria interessante também dos advogados serem pago pelo Estado e não terem que negociar com particular... Com isso na vida sucateação da profissão. 😁

    ResponderExcluir
  70. Amicus Curie, acho meio dificdi, cada cliente tem o profissional que merece, pela indole etica e pelo preço. É dispositivo constitucional.

    ResponderExcluir
  71. A OAB TEM QUE EXISTIR. VÃO ESTUDAR

    ResponderExcluir
  72. De há muito temmpo a OAB já não cumpre com o que deveria ser sua nobre função institucional, que é a defesa do Estado democrático de direito. Silenciou enquanto este era degradado pela corrupção generalizada e organizada instaladas durante os governos Lulopetistas. Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus!

    ResponderExcluir
  73. Um monte de analfabeto funcional que não sabe nem escrever e recebeu um diploma de bacharel que ser advogado sem conseguir passar numa simples prova e passar a defender o direito das pessoas. Só rindo muito mesmo.

    ResponderExcluir
  74. Que passa cinco anos numa faculdade de direito e não aprendeu o suficiente para passar no exame da ordem, devia era ter vergonha na cara e aceitar que não sabe nada de direito.

    ResponderExcluir
  75. Acho que o problema reside nas instituições de ensino que passam os alunos sem nenhuma preparação, principalmente as privadas que muitas vezes tem um ensino péssimo, de baixa qualidade, mas mesmo assim conseguem formar turmas. Quanto a prova da OAB, muitos caem no mercado sem condições para advogar, vejo profissionais que mal sabem escrever o idioma correto quanto mais desenvolver a profissão. Ou seja, acho que o problema não é a OAB e sim a qualidade de ensino.

    ResponderExcluir
  76. Concordo plenamente com o/a colega acima. Vamos estudar mais e falar menos. Até meu avô passou no exame!!!!!!

    ResponderExcluir
  77. Alguém me expliça. Como vai ser o número da inscrição dos bacharéis? Estou ancioso pois duvido que a oab colocaria o seu.

    ResponderExcluir
  78. Não sou contra o exame de ordem, apenas gostaria que fosse um exame justo e com valores menores! Para quem está desempregado é extremamente difícil pagar R$280,00! Haja vista que os cursinhos são caros, o Vademecum a cada ano tem ser trocado pois leis entram em vigor e perde-se o livro com a desatualização, é um círculo vicioso. Desumano com a pessoa que estuda tanto e muitas vezes sem condições financeiras! E estágio então? Já me pediram Mandarim fluente em uma entrevista para uma bolsa de R$ 800,00! Diligências jurídicas: Me ofereceram R$ 20,00 para extração de cópias de um processo de dois volumes na Comarca da minha cidade! (Temos Tabela da OAB) e é ABSURDO o aviltamento praticado no meio jurídico. E quem fiscaliza? Difícil.

    ResponderExcluir
  79. Como se antes de FHC não existissem faculdades de Direito meia boca. Com certeza quem estabeleceu esse limite formou-se antes, portanto se exclui dos "incompetentes". Então, se e para qualificar, exame para todos. Incluindo os que não fizeram o exame e pregam a sua necessidade. De cinco em cinco anos como a habilitação para dirigir. E cada vez com maior dificuldade. Para presidente da Ordem, ou de seccional, além da negociata politica exame de provas e títulos. Média de açoēs defendidas defendidas, índice de sucessos, etc. Reserva de mercado pura e simples.

    ResponderExcluir
  80. Acho que ao invés da IAB cobrar esta taxa absurda, deveria cobrar este mesmo valor para oferecer cursos de reciclagem a cada 2 ou 5 anos, mais justo , mais aproveitavel e constitucional.
    Medicina, engenharia etc, não.
    Tudo bem que um advogado previsa estar bem preparado para compentir com um promotor e um juiz, estes estão por concurso.
    Portanto se um advogado numa audiência,está legalmentw num mesmo nível que os magistradis e membro do ministerio público, é justo o defensor ter tambem tal preparo, o exame da Ordem propirciona essa capacidade.
    O exame da ordem, não é constitucional, e nem o único metofo de avaluação. Como eu ja disse acima, existem mil formas de se capacitar um profissional, sendo por cursos e simposios de reciclagem.
    O profissional da area, sendo um advogado que está sempre se reciclando, se atusmalizando, nas novas leis e jurisprudências por si só irá se destacar no mercado, por si só se manterá na area, por si só ja estará se capacitandi, o cliente irá dizer, o mercado irá buscar esse profissional por sí só sobreviverá.

    ResponderExcluir
  81. Acho que ao invés da OAB cobrar esta taxa absurda, deveria cobrar este mesmo valor para oferecer cursos de reciclagem a cada 2 ou 5 anos, mais justo , mais aproveitavel e constitucional.
    Os cursos Medicina, engenharia etc, não não tem este tipo de exame.
    Tudo bem que um advogado precisa estar bem preparado para compentir com um promotor e um juiz, estes lá estão por concurso.
    Portanto, se um advogado numa audiência,está legalmente num mesmo nível que os magistrados e membro do ministerio público, é justo o defensor ter tambem tal preparo, e, o exame da Ordem proporciona essa capacidade.
    O exame da ordem, não é constitucional, e nem o único metodo de avaliação. Como eu ja disse acima, existem mil formas de se capacitar um profissional, sendo por cursos e simposios, de reciclagem.
    O profissional da area, sendo um advogado que está sempre se reciclando, se atualizando, nas novas leis e jurisprudências por si só irá se destacar no mercado, por si só se manterá na area, por si só ja estará se capacitando, o cliente irá dizer, o mercado irá buscar esse profissional, enfim, por sí só se sobreviverá. O resto é protecionismo e todos são culpado até que prove ao contrario.

    ResponderExcluir
  82. Sou totalmente contrário ao exame! Eu ainda costumo dizer que o exame é um ''grande filtro'', sem esse filtro a área ficará ainda mais saturada, dando carta branca para advogar, até aquelas pessoas que são/foram péssimos alunos e se formam aos trancos e barrancos no curso superior. Lembrando que OAB se trata de uma prova, e quem pega as manhas da prova, mais cedo ou mais tarde se forma; isso que é a justificativa da frase: ''Existem muitos advogados ruins''... Sendo assim sou totalmente contrário. Fora que no brasil, cuspiu no chão, aparece uma faculdade de direito.

    ResponderExcluir
  83. A meu ver, não se trata de máfia, nem de enriquecimento ilícito, bem de candidatos incapacitados, nem de taxa caríssimas, nem de nada.
    Se trata de inconstitucionalidade desse exame e ponto.
    Se faz profissionais descapacitados, não importa, o mercado é quem vai selecionar os melhores..sem ofensas

    ResponderExcluir
  84. Exames, protocolos forenses, é tudo muitas frescura para nós pobres mortais.
    Onde se enterra um sapateiro se enterra um desembargador arrogante.

    ResponderExcluir
  85. Bolsonaro chegou pra acabar com essa roubaiada, roubalheira..
    Doa em quem doer.
    De resto o mercado selecionará os mais competentes.
    Dr. Djalma Resende o melhor advogado de Goiania, 64 snis casado com uma guria dd 24 anos.
    Kkkkkk
    Esse é bom

    ResponderExcluir
  86. Meus caros, deixem de ideologia o estatuto e lei federal, então vão estudar e ter dedicação, mais comprometimento. Assim teremos uma Advocacia Justa e Perfeita!!!

    ResponderExcluir
  87. Primeiramente o presidente não pode por decreto extinguir o exame, segundo faz-se necessário realmente a prova uma vez que os bacharéis desconhecem o trâmite legal do ordenamento jurídico, a prova e difícil sim, mas todas as profissões deveriam ter, estudava e trabalha e passei na prova sem problemas somente não passa quem levou o curso em banho Maria, a pontuação exigida e mínima e a segunda etapa esta tudo no vademecum, quer ser advogado e so passar na prova, eu passei, esforcei
    Vocês também conseguem,há ficando feio a choradeira.

    ResponderExcluir
  88. Eu sou a favor de fiscalização mais efetiva (MEC) nos cursos de graduação, este exame de proficiência (exame OAB) não avalia de maneira adequada, pelo fato das pegadinhas nas provas. O melhor avaliador é o mercado de trabalho. Ganhei uma causa, mas ao mesmo tempo não, pelo fato do advogado ter medo de fazer o pedido adequado na época.

    ResponderExcluir
  89. Sou a favor da prova da Ordem, porém com uma prova de qualidade!!Sou assim como sou a favor que toda graduação tenha uma prova, pois só assim teremos bons médicos, bons professores, bons advogados, bons Engenheiros e assim vai...Se não tiver uma prova para todos, então não tenha para ninguém!!Mesmo porque essa OAB é uma máfia e uma maquina de roubar o dinheiro dos alunos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A prova deve existir concordo com a colega, eu passei no exame no meio do curso, depois meu filho tambem, o que ocorre é falta de dedicação na graduação, pois o exame da ordem para quem se dedica é meramente mais uma etapa (moleza), não é justo aunos sem comprometimento, sem compromisso, Alcarem galgar Posto maior. O exame nao pode acabar. Quer se estabelecer mostre competência. Tapetão é para inócuos.

      Excluir
  90. Essa prova é um instrumento de reserva de mercado, os Bacharéis em Direito no meu entender se quiserem Advogar deveriam participar de algo como a residência na medicina, onde o profissional escolheria seu ramo de trabalho e investiria seus estudos nessa área , e não uma prova com objetivo escusos !

    ResponderExcluir
  91. .....temos que entender apenas de que os argumentos da OAB, pois é completamente inconstitucional, e sem nenhum aparo legal. É, isso não pode ser. Quem não quiser entender, então segue o Lula. Ora bolas! Ficar dando carne pra fato!!!!

    ResponderExcluir
  92. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  93. Fiz o xxiii exame da ordem para testar meus conhecimentos, estava no décimo período apertado com provas e TCC de fim de curso, não estudei e tirei 45 pontos na prova. Já na segunda fase, fui com a cara e coragem e sem buscar orientação, do consegui fazer a peça trabalhista na qual fui pontuado com 3.4 não tive tempo de fazer as questões. Fui pra repescagem e estudei um pouco mais apesar de estar fazendo na época as poucas finais do curso e meu TCC. Fiz uma peça satisfatória, aceitei a peça trabalhista e seis questões da prova. Só não contava em ter minha prova desclassificada por identificação. Coloquei a sigla PB de Paraíba no endereçamento da cidade de João Pessoa, um absurdo. Fiz recurso e apesar de provido, a correção da prova foi feita com muito descaso e não me pontuaram adequadamente. Meus professores acharam um absurdo e eu não pude entrar com recurso pois até então minha prova não fora corrigida pela alegação de identificação. Apesar de chateado, preferi focar nas provas e no TCC pra fechar o curso. Descansei um ano depois da formatura e nem voltei a estudar. Programei fazer as três provas desse ano, comecei a estudar depois do carnaval e, já no xxxviii passei na primeira fase com 49 pontos. Acho que a tranquilidade na hora da prova ajuda muito, procurar interpretar bem as questões ajuda muito. Terminei a prova com duas horas e meia e não esperei dar cinco horas para pegar o caderno. As pessoas costumam esperar até às cinco e acabam mudando questões que na primeira escola já estariam certas. Evitei fazer isso. Acho a prova necessária apesar dos percalços que tive. Minha crítica fica também sobre o preço abusivo e das pegadinhas que as a banca aplica mas questões

    ResponderExcluir
  94. Não li todos os depoimentos, apenas passei ligeiramente os olhos sobre alguns comentários. A maioria dos comentaristas espanca a língua portuguesa sem dó nem piedade. Se são bacharéis creio que o exame de ordem é mais necessário que nunca.

    ResponderExcluir
  95. Decreto não exclui a Lei nº 8.906/94. Assim, a restrição ao exercício da advocacia promovida pelo artigo 8º, § 1º, da Lei8.906/1994 e regulamentada pelos Provimentos 81/1996 e 109/2005 é compatível com a Constituição Federal, sendo assim decreto nenhum acaba com Lei. Essa Lei terá que ser revogada a prova é constitucional, segundo o STF. Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 832/2019, que extingue a exigência do Exame de Ordem previsto na Lei nº 8.906/1994, para inscrição de advogados na Ordem dos Advogados do Brasil. O novo projeto de Lei que foi apresentado em 14 de fevereiro de 2019, pelo deputado José Medeiros (PODE/MT).deverá ser aprovada no congresso para acabar com o exame.

    ResponderExcluir
  96. Este exame não qualifica ninguém, é um exame teórico e a prática e completamente diferente, tanto é que ; Quem só estuda passa rápido ,mas quem estuda e trabalha na área dança, os estudos só serve para fazer a prova e enriquecer cursinhos ,os professores já falam esquece a prática para o exame é isto , depois que vc passar esqueça tudo que aprendeu aqui, ...kkk está prova é uma piada cara , eu já passei, porém fui obrigada abandonar a prática...
    Para qualificar advogados fiscalização nas faculdades ,obrigações do MEC ...está é minha opinião , como dizia um professor todos alunos nota dez que tem aqui ,passa no exame de ordem porém nem todos serão advogados, sabe porque? Ser advogado é vocação e dedicação...

    ResponderExcluir
  97. Vivemos em uma democracia operadores do direito.
    Na minha opinião quem quiser fazer o exame da ordem que o faça.
    Quem não quiser fazer que seja respeitado o seu direito.
    A OAB e cursinhos que se dizem preparatórios são arrecadadores vorazes.
    Será que a concorrência está incomodando os ilustres advogados.
    Vale lembrar que o Michel Temer é advogado com vários livros publicados de direito constitucional.

    ResponderExcluir
  98. A prova é uma prova mínima de demonstração de aptidão . Quem não passa realmente foi de azar no dia da prova ou não conseguiu os conhecimentos mínimos durante o curso.

    ResponderExcluir
  99. Sou professor de faculdade de direito e sou totalmente a favor do exame de ordem. Hoje são mais de 1600 faculdades de direito no Brasil, enquanto o resto do mundo tem menos de 1500. A cada dia se abre mais faculdades de direito e o empresário dono da faculdade não se interessa pela qualidade, mas sim por ter seu bolso cheio de dinheiro. Já tive varios casos de alunos reprovados na minha disciplina que colaram grau, pois conversaram com o coordenador ou com o dono da faculdade, e que lhe “deram “ a nota para passar e colar grau. Já tive alunos que não sabiam o básico da língua portuguesa e foram aprovados na matéria. Não é a OAB a culpada, mas sim o sistema educacional que não prepara o aluno. Faculdades que só visam o lucro em detrimento da boa educação, e o reflexo está no Exame de Ordem, onde em média somente 20% passam nele, e isso é a realidade em sala de aula, onde 20% dos alunos levam o curso a sério. Antes de acabar com o exame deveria se acabar com estas faculdades de fachada que nada ensinem e só visam lucro. E outro detalhe, o exame não é uma jabuticaba, pois existe em outros países e é bem mais rígido que o nosso, bastam ver o caso de Portugal e dos EUA.

    ResponderExcluir
  100. ADV nao é servidor publico, pq equipá-lo no que tange a exigir sua aprovação em exame para assumir o cargo? PQ o médico, bem como outros cargos q não o exigem não são criticados? Ademais, o concurso é para integrar a pessoa à administração pública, desde quando OAB é órgão da ADM pública? ADV não é automaticamente qualificado pq passou em uma prova multidisciplinar!

    ResponderExcluir
  101. Não é a aprovação no exame que teremos no mercado de trabalho bons advogados, mas sim, o profissional agindo com responsabilidade e respeito perante nossa sociedade, prestando bons serviços, bastando para isso participar de cursos de pós graduação e especialização na sua área de atuação.

    ResponderExcluir
  102. Sou totalmente contra o exame.

    ResponderExcluir
  103. 100% de acordo em acabar com o Exame de Ordem, acabando-se junto com 80% dos cursos de Direito. Especialmente das inúmeras faculdades e cursos de fundo de quintal e pé de escada. Não à toa, mais da metade dos cursos jurídicos do Planeta estão no Brasil.

    ResponderExcluir
  104. Se todos os bachareis do Brasil, formados e formandos desse ano se unissem e NAO se escrevessem no EXAME XXIV E XXX a OAB junto com a FGV iriam repessar a forma de aplicaçao dessa prova. #naoseescrevernaoab

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!