Luto: advogada que não aceitava fim da relação dá tiro na boca, na frente da casa do ex

13 comentários
bit.ly/2Eb8cZ8 | Uma advogada de nome Lírida Carla Moreira de Góes, 26 anos, cometeu suicídio na noite desta terça-feira (14) na rua Ana Vilar, bairro do Cruzeiro, zona sul da Rainha da Borborema.

Informações colhidas pelo helenolima.com, dão conta de que a advogada estava dentro do seu automóvel e teria disparado um tiro fatal contra a própria cabeça.

Ela, segundo relatos extra oficiais, não aceitava o fim de um relacionamento e se matou em frente a casa do ex-marido, após chamá-lo e ele não sair.

Uma equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) esteve no local para realizar a perícia enquanto o veículo rabecão do Gemol removeu o corpo para necropsia.

Fonte: www.blogdolouromagalhaes.com.br

13 comentários

  1. Que Deus conforte a família e os amigos!

    ResponderExcluir
  2. Espero que quem ler essa matéria leia o meu comentário, ela não se matou por não aceitar, é MENTIRA, ela se matou porque sofria de depressao há mais de 6 anos, e foi até a casa dele procurar ajuda, ajuda para não fazer o que fez e infelizmente não o encontrou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamentável, Luana. Meus pêsames à família e amigos. Foi uma grande perda! 😢

      Excluir
    2. Confirmo que ela já sofria de depressão há anos, pena que a imprensa não apure bem os fatos e saia divulgando informações incorretas.

      Excluir
  3. Eu lamento muito Luana. A depressão é traiçoeira. Meu Deus, moça tão linda, tão nova. Que Deus conforte o coração dos que ficaram.

    ResponderExcluir
  4. Não era ex marido, era ex namorado. E ela se matou porque sofria de depressão há muito tempo. Como essa matéria é ridícula, desrespeitosa e antiética. Vocês deveria ter vergonha! Eu a conhecia, era uma boa menina que sofria muito com essa doença maldita que é a depressão.

    ResponderExcluir
  5. Sem dúvidas de que somente uma pessoa com a mente completamente transtornada por uma doença destrutiva quanto a depressão poderia cometer um ato desses. Difícil de afirmar o que se passava na cabeça dela antes de fazer o que fez, principalmente em afirmarmos que ela foi pedir ajuda carregando uma arma. Vejam bem, não lanço aqui nenhum juízo de valor sobre o que aconteceu, até mesmo porque se trata de uma terrível fatalidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Everson, eu concordo com sua colocação. É muito complicado afirmar que ela foi pedir ajuda carregando uma arma.

      Excluir
  6. A depressão é uma doença séria que tem ceifado a vida de muitas pessoas, que tristeza, que Deus conforte os corações dos familiares e amigos.

    ResponderExcluir
  7. Que Deus abençoe essa família. 🙏

    ResponderExcluir
  8. Eu perdi um filho de 25 anos a sete anos atrás. ele se enforcou no quarto eu fiquei nove horas abraçado ao corpo dele até a polícia fazer todos os trâmites. Principalmente a perícia. Eu sou advogado. até sete anos atrás quando alguém falava que estava com depressão eu pensava e falta do que fazer. Ledo engano eu não sei o que fez meu filho tomar uma decisão tão drástica. porque o suicídio deixa uma dúvida muito grande nós Paes, onde errou
    depois de muito tratamento psicológico e psiquiátrico que você aceita que não tem culpa. Como também entende e apreende que as pessoas que tomam uma decisão dessa não é nenhum covarde. Não devemos julgar sob hipótese nenhuma. Durante esses últimos cinco anos participei de muitos grupos de pessoas que perderam um ente querido de forma violenta. Na minha opinião ela foi procurar ajuda. Eu gostaria de pedir um grande favor a todas as pessoas que conheceram essa jovem.Que façam muita oração a ela independente da religião muita vibração e oração a ela é seus familiares. Ainda que nenhum familiar ou o jovem namorado venham se culpar. somente nós somos culpados pelas nossas decisões. Que o mestre amigo Jesus conforte sua família.

    ResponderExcluir
  9. Se fundamentar corretamente, ainda conseguem um feminicídio ai!!
    A culpa é sempre do homem pô!!

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!