Advogada é presa em flagrante ao tentar entrar com drogas na CCP, em Goiânia

Nenhum comentário
bit.ly/2WT9oXD | Uma advogada de 23 anos foi presa em flagrante tentando entrar com drogas na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia nesta quinta-feira (21). Foram encontrados 49 comprimidos de ecstasy, porções de maconha e embalagens de papel para cigarros junto aos pertences dela.

De acordo com informações da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), a advogada foi à CPP para prestar atendimentos a um detento. Os entorpecentes foram encontrados dentro de um envelope, durante a revista pessoal.

Questionada pelos agentes, a mulher disse que não tinha conhecimento do conteúdo do envelope. Ela estaria fazendo um favor de entrega-lo ao  cliente. Em seguida, ela foi encaminhada para a realização de um laudo médico, conforme procedimento padrão. Depois foi levada para a delegacia com as drogas apreendidas. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi comunicada sobre o caso.

Ela deve ser indiciada pelo crime de tráfico de drogas. Se condenada, pode pegar de três a 15 de anos. E também está sujeita às sanções previstas no Estatuto da Advocacia e da OAB, podendo ser suspensa ou mesmo excluída da ordem.

Com informações de DGAP.

Fonte: www.emaisgoias.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!