Além do Direito, o que o Advogado Criminalista deve estudar? Por Evinis Talon

Nenhum comentário
bit.ly/2QCxswq | O que o Advogado – Criminalista ou não – precisa estudar para se manter atualizado, ter uma atuação efetiva e, principalmente, conseguir ter clientes?

O que trago neste texto é algo pouco falado nas faculdades. Infelizmente, é raro que um professor fale sobre esse assunto, apesar de ser um tema extremamente importante.

Se você é um Advogado Criminalista, é fundamental que estude Direito Penal, Processo Penal e Execução Penal, porque são essas disciplinas que serão aplicadas na sua atuação prática.

Contudo, mesmo sendo um Advogado Criminalista especializado, você terá que estudar outros ramos do Direito de forma complementar para conseguir entender algumas questões.

Apenas para exemplificar, constata-se uma necessidade de estudar Direito Tributário, para entender os crimes tributários, e Direito Administrativo, para atuar em processos relativos a crimes da Lei de Licitações.

Destarte, é fundamental complementar os estudos das Ciências Criminais com disciplinas de outros ramos do Direito.

Além disso, para obter uma formação humanística, precisará estudar Sociologia, Filosofia, Política, Literatura e Criminologia. Esse estudo ajudará a construir uma base sólida para pensar, e não apenas reproduzir. Aliás, se o objetivo do Advogado é atuar no tribunal do júri, essa formação humanística e interdisciplinar contribuirá para o improviso, que nada mais é do que uma utilização de um vasto repertório construído ao longo de muitos anos de leitura.

Noutro prisma, muitos Advogados possuem enorme conhecimento jurídico, mas não conseguem aplicar esse conhecimento, haja vista a falta de clientes, considerando que não se prepararam para a gestão do escritório. Da mesma forma, também há Advogados – como em qualquer outra profissão – que não têm conhecimento jurídico suficiente, mas atuam de forma irresponsável. Enfim, conhecimento jurídico e carteira de clientes nem sempre fazem parte da vida do mesmo profissional, ou seja, há muitos Advogados com conhecimento, sem clientes e com o escritório quase fechado, mas também outros advogados sem conhecimento suficiente, atuando de forma irresponsável, mas com inúmeros clientes.

Quando o Advogado estuda Direito Penal, Processo Penal e Execução Penal, ele, de fato, desenvolve o conhecimento, mas esse conhecimento será quase inútil se os clientes não surgirem.

Dessa forma, surge um ponto que as faculdades normalmente não se preocupam, que é o ensino de questões extrajurídicas para Advogados. As faculdades dão ênfase aos concursos e ao exame da OAB, mas não abordam o que o Advogado precisa para ter um escritório de Advocacia.

Se você quiser ser Advogado e aplicar os seus conhecimentos jurídicos, sugiro que estude administração, pois é importante saber gerenciar o seu negócio. Também é importante estudar marketing, pois você precisa ser visto para ser lembrado pelos potenciais clientes. Atualmente, sabemos que é permitido fazer marketing de conteúdo, sem que isso configure publicidade irregular. Portanto, faça vídeos, escreva artigos e livros e tudo mais que possa agregar um capital intelectual que seja continuamente divulgado para gerar autoridade em sua área de atuação.

É importante estudar administração, marketing, gestão de tempo e produtividade. Também é preciso estudar gestão de pessoas, caso tenha funcionários, porque é crucial saber gerir os colaboradores para extrair deles o melhor, considerando que o crescimento pessoal dos funcionários também produz o crescimento do negócio.

É imprescindível estudar finanças. Quantos escritórios estão fechando por má administração no âmbito financeiro, apesar do conhecimento jurídico dos sócios? Muitos escritórios gastam mais do que arrecadam.

Por fim, estude um pouco de contabilidade, mesmo que você tenha um contador confiável, com o objetivo de fiscalizar eventuais equívocos cometidos por ele.

Em suma, se você quiser, de fato, aplicar seus conhecimentos jurídicos na Advocacia Criminal para que seu escritório sobreviva por muitos anos e cresça organicamente, não estude apenas as Ciências Criminais, mas também outros ramos do Direito (de forma complementar) e, além disso, tenha uma formação humanística: estude Sociologia, Filosofia Política, Literatura etc. Também se lembre de estudar as questões extrajurídicas para que o escritório funcione de forma efetiva. Destarte, estude administração, marketing, gestão do tempo, produtividade, gestão de pessoas, finanças e contabilidade, por exemplo.

______________________________________

Quer estar por dentro de todos os conteúdos do Canal Ciências Criminais?

Siga-nos no Facebook e no Instagram.

Disponibilizamos conteúdos diários para atualizar estudantes, juristas e atores judiciários.

Evinis Talon
Mestre em Direito. Professor. Advogado.
Fonte: Canal Ciências Criminais

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!