Quer encontrar mais dinheiro esquecido? Saiba onde

Via @diariodonordeste | Além do Sistema Valores a Receber (SVR), o montante que pode ser resgatado no país chega a bilhões em 2022. Pelo menos 38,9 milhões de pessoas têm dinheiro a receber.

Segundo dados do Banco Central, Caixa Econômica Federal e do Ministério do Trabalho, esses saldos ultrapassam R$ 31,5 bilhões. Saiba se você tem direito, como consultar e retirar o valor. 

Banco Central tem R$ 8 bi

O Banco Central estima que 28 milhões de pessoas tenham R$ 8 bilhões a receber de dinheiros "esquecidos" em instituição financeiras. A consulta no Sistema de Valores a Receber (SVR) já está disponível, mas o dinheiro só poderá ser sacado a partir de 7 de março próximo. 

Para saber se você tem dinheiro, siga o passo a passo:

• Acesse https://valoresareceber.bcb.gov.br;

• Na página virtual, informe seu CPF ou o CNPJ de sua empresa;

• Após o acesso, consulte o valor disponível e solicite a transferência.

FUNDO PIS/PASEP tem R$ 23, bi 

Ao todo, 10,6 milhões de trabalhadores possuem cotas do PIS/PASEP. O valor deve ser pago a quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988, já que esses trabalhadores fizeram contribuição ao antigo Fundo de Participação. Atualmente, o montante foi transferido para o FGTS.  

Para saber se você tem dinheiro esquecido por lá, siga o passo a passo a baixo:

• Consulte o saldo por meio do aplicativo do FGTS, disponível nas principais lojas virtuais, no site do FGTS  e pelo Internet Banking CAIXA, neste caso para correntistas do banco.

• Nestes canais, as contas de origem PIS ou PASEP podem ser identificadas a partir do nome do empregador, que estará cadastrado como Programa do Servidor Público (Pasep) ou Programa de Integração Social (PIS).

• Para solicitar a retirada, selecione opção "Meus Saques", "Outras Situações de Saque", "PIS/PASEP". É possível indicar uma conta em qualquer instituição bancária para receber os valores. Na hipótese de morte do titular, o saldo da conta será disponibilizado aos seus dependentes.

Abono salarial tem R$ 113,97 milhões

O Abono Salarial referente ao ano-base de 2020 começou a ser pago no último dia 8 de fevereiro. Ao todo, foram identificado 22.752.516 de trabalhadores, com direito ao benefício, totalizando R$ 21,015 bilhões. Esses beneficiários já iniciaram o saque. 

No entanto, o benefício ainda de 2019 ainda não foi pago a todos por falta ou divergências nas informações daquele ano-base, segundo o Ministério do Trabalho. Por isso, há 123.765 com direito ao Abono Salarial, totalizando R$ 113,97 milhões, que ainda têm dinheiro "esquecido". 

Para saber se tem direito ao saque do Abono Salarial o trabalhador pode utilizar os seguintes canais:

• Aplicativo Carteira de Trabalho Digital, acessível na versão Android e IOS, atualizando o app para a última versão;

• Via e-mail para o endereço trabalho.uf@economia.gov.br (nos dígitos UF substitua as letras pela sigla do estado de domicílio, por ex: trabalho.ce@economia.gov.br);

• Pelo telefone 158 (ligação gratuita);

• Pelos Canais de atendimento da CAIXA (Abono Salarial - PIS) e Banco do Brasil (Abono Salarial - PASEP);

• Pelo Portal Gov.br, do governo federal, no qual o trabalhador terá acesso às mesmas informações da Carteira de Trabalho Digital;

• O atendimento presencial aos trabalhadores somente está ocorrendo após agendamento, pelo endereço  http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam. A medida é necessária para garantir respeito aos protocolos de saúde e segurança e evitar filas e demora no atendimento. 

Qual a diferença de abono para Fundo do PIS/Pasep?

• Se você é um trabalhador cadastrado como participante do antigo Fundo PIS/Pasep até 04/10/88 e ainda não realizou o saque, você tem direito a esse valor;

• Se você trabalhou de carteira assinada por pelo menos 30 dias nos anos-base de 2019, 2020 e 2021, com remuneração máxima de um salário mínimo, você tem direito ao abono salarial. Também é necessário estar cadastrado há pelo menos 5 anos no PIS. 

Quem tem direito a cada?

• As cotas foram destinadas aos trabalhadores que possuíram carteira assinada no período de 1971 a 04/10/1988. 

• O Abono Salarial é o benefício constitucional de direito do trabalhador liberado todos os anos.

Como sacar o Abono Salarial?

O pagamento será realizado no período de dois meses, entre fevereiro e março, seguindo o mês de nascimento do beneficiário no caso do PIS e o número final de cadastro no caso do Pasep. A exceção serão 107 mil beneficiários que moram em áreas afetadas pelas chuvas em Minas Gerais e na Bahia, que receberão o pagamento no dia 8 de fevereiro independente do mês de nascimento.

Calendário do PIS 2022

• Nascidos em janeiro: 08/02

• Nascidos em fevereiro: 10/02

• Nascidos em março: 15/02

• Nascidos em abril: 17/02

• Nascidos em maio: 22/02

• Nascidos em junho: 24/02

• Nascidos em julho: 15/03

• Nascidos em agosto: 17/03

• Nascidos em setembro: 22/03

• Nascidos em outubro: 24/03

• Nascidos em novembro: 29/03

• Nascidos em dezembro: 31/03

Calendário do Pasep 2022

• Final da inscrição 0-1: 15/02

• Final 2-3: 17/02

• Final 4: 22/02

• Final 5: 24/02

• Final 6: 15/03

• Final 7: 17/03

• Final 8: 22/03

• Final 9: 24/03.

Quem tem direito?

Quem recebeu, em média, até dois salários mínimos por mês com carteira assinada (CLT) e trabalhou por, pelo menos, 30 dias, no ano anterior ao pagamento.

É preciso também estar inscrito no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos, com informações atualizadas pelos empregadores na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Qual é o valor?

No máximo, trabalhador pode receber um salário mínimo, hoje em R$ 1.212. Caso o beneficiário não tenha exercido atividade por 12 meses, é paga uma quantia proporcional ao período trabalhado.

Fonte: Diário do Nordeste

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

1/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima