Institutos de advocacia se unem para criar nova entidade nacional

Via @consultor_juridico | A advocacia brasileira tem uma nova entidade representativa de alcance: a Federação dos Institutos dos Advogados do Brasil. A iniciativa por trás de sua criação é fruto de esforços por uma maior integração das entidades ligadas ao ambiente jurídico no país.

O primeiro presidente da federação é Renato Silveira, advogado e professor da USP e ocupante da presidência do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP). “Em 2000, foi fundado o Colégio dos Presidentes dos Institutos de Advocacia e, mais recentemente, houve esse avanço natural para a criação de uma federação”, explica. 

A nova agremiação já nasce como membro honorário do Conselho Federal da OAB. “A federação é uma jovem entidade com sócios muito antigos que ajudaram a formatar a advocacia brasileira”, resume o presidente. 

Os institutos que compõem a entidade seguem com atividades próprias. A nova agremiação se concentrará nos temas e discussões comuns a seus membros, a exemplo da defesa do Estado Democrático de Direito. 

Segundo Silveira, as prioridades da primeira gestão serão a apresentação da federação e o início da contribuição para a defesa do Estado Democrático de Direito ao lado da OAB, apontando falhas e também caminhos para soluções de problemas que impactam a advocacia. 

“Já nos colocamos à disposição do Poder Judiciário Eleitoral para colaborar de qualquer forma para o aprimoramento  do nosso processo eleitoral. A defesa da Justiça Eleitoral é fundamental porque esses ataques colocam em dúvida uma legitimidade passada, presente e futura”, explica. 

Por fim, Silveira lembra que não existe nenhum indício de fraude comprovada relativamente ao atual sistema eleitoral.

O mandato da diretoria da Federação Nacional dos Institutos de Advocacia é de um ano. Os diretores são escolhidos entre os presidentes de institutos de advogados federados.

Por Rafa Santos

Fonte: ConJur

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima