Vereadora, filha de Fernandinho Beira-Mar quer homenagear policial militar por projetos sociais

filha fernandinho beira mar homenagear policial projetos sociais
Via @metropoles | Filha do traficante Fernandinho Beira-Mar, líder do Comando Vermelho (CV) condenado a 320 anos de prisão, Fernanda Costa quer fazer uma homenagem pública a um cabo da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ). Ela foi condenada a 4 anos por ser pombo-correio do tráfico, mas recorreu da sentença e responde em liberdade. Enquanto isso, exerce o mandato de vereadora na Câmara de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O projeto de decreto legislativo que homenageia o PM foi apresentado em dezembro pela parlamentar, que é filiada ao MDB. E concede a Maurélio Nascimento da Silva a Comenda Bravura Duquecaxiense. A honraria é destinada a integrantes das forças policiais e autoridades que tenham se destacado por atos heróicos ou prestação de serviços na área de segurança pública.

Líder do CV, Fernandinho Beira-Mar foi transferido de Mossoró para Catanduvas após fuga inédita Ricardo Borges/Folhapress

PM Maurélio (de branco) criou projetos sociais e foi homenageado pela vereadora Fernanda Costa / Reprodução

Fernanda Costa (de verde) posa com o vice-governador Thiago Pampolha (ao centro) e lideranças do MDB no RJ / Reprodução

Fernanda Costa e o vice-goverrnador Thiago Pampolha em evento do MDB do RJ / Reprodução

Filha de Beira-Mar, Fernanda Costa exerce mandato de vereadora em Duque de Caxias / Reprodução

Fernanda Costa decidiu homenagear o PM pelos projetos sociais criados por ele. Lotado no 5º Batalhão de Polícia Militar, na capital do Rio, Maurélio desenvolveu programas em Duque de Caxias e Paquetá.

Em 2021, o policial fundou o Gigantes de Paquetá, que oferece oficinas de esportes e artes para crianças em situação de vulnerabilidade com idades entre 5 e 15 anos. Em Duque de Caxias, onde mora, Maurélio Nascimento deu início às atividades do projeto Pequenos Gigantes do Jardim Primavera, voltado à prática de futsal para crianças entre 10 e 17 anos.

Condenação

Em abril de 2023, Fernanda Costa foi condenada pela Justiça Federal em Rondônia a 4 anos e 10 meses de por integrar organização criminosa. A filha de Beira-Mar foi acusada de repassar mensagens do pai a integrantes do Comando Vermelho (CV). A vereadora recorreu da decisão e responde em liberdade.

“Fernanda visitava o pai para tratar de assuntos inerentes à prática de crimes. Os recados eram feitos com linguagem codificada para estabelecer comunicação com os integrantes do grupo criminoso e dificultar ações policiais e dificultar sua identificação”, apontou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF).

Vereadora pelo MDB, Fernanda Costa posa, em suas redes sociais, ao lado do vice-governador do Rio de Janeiro, Thiago Pampolha, recém-filiado ao partido.

Transferência de Beira-Mar

Condenado a 320 anos de prisão e sem perspectiva de deixar a cadeia, Fernandinho Beira-Mar foi transferido, no último dia 2/3, da penitenciária Mossoró (RN) para a de Catanduvas (PR).

O governo federal decidiu transferi-lo após a fuga inédita de dois integrantes do Comando Vermelho do presídio de segurança máxima de Mossoró. A caçada aos fugitivos já dura mais tempo que a feita pelas autoridades policiais no caso Lázaro.

Por Paulo Cappelli e Petrônio Viana
Fonte: metropoles.com

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima