Promotor cai em jogo de futebol e m0rr3 após ficar três dias internado

promotor cai jogo futebol morre dias internado
Via @portalg1 | Morreu na terça-feira (11) no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, o promotor de Justiça Renan Gabardo Fava, de 57 anos, informou a 3ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu.

Fava estava internado no local desde o último sábado (8), após sofrer uma queda durante uma partida de futebol e ser internado em estado grave, de acordo com a Prefeitura de Foz do Iguaçu. Não foram repassados detalhes sobre como e quais circunstâncias ocorreu queda.

Atuando no órgão estadual desde 1989, o promotor que era titular da 3ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu há 22 anos, anteriormente atuou também em comarcas como as de São Miguel do Iguaçu, Londrina, Capitão Leônidas Marques, Realeza, Marechal Cândido Rondon, Medianeira e Matelândia.

Formado em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ele também era especialista em Direito Penal e trabalhou por quase três décadas como professor de Direito Constitucional nas Faculdades Unificadas de Foz do Iguaçu (Unifoz).

Fava, irmão do também promotor de Justiça, Leonardo Gabardo Fava, deixa a esposa e quatro filhos.

Segundo o hospital municipal, a família de Fava optou pela doação de órgãos. Foram doados os rins, fígado, coração, baço, válvulas cardíacas e córneas.

Não havia informações obre velório e sepultamento até esta publicação.

Homenagens

Em nota, a Prefeitura de Foz do Iguaçu lamentou a morte de Fava e afirmou que ele sempre será lembrado pela dedicação a educação e justiça.

"Renan Gabardo Fava será lembrado por sua dedicação à educação e à justiça, sempre empenhado em servir a comunidade de Foz do Iguaçu. Neste momento de dor, nos solidarizamos com a família, amigos e colegas, desejando força e conforto para todos que tiveram o privilégio de conhecê-lo", diz nota da administração municipal.

A 3ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu também emitiu nota desejando condolências aos familiares e amigos. A manifestação também presta homenagem a ele, decrito pelo órgão, como "liderança que sempre contribuiu para o engrandecimento da instituição".

"Renan era conhecido por sua grande dedicação ao trabalho e também pelo amor à família e ao futebol. [...] Promotor de Justiça respeitado e admirado pela comunidade e pelos pares, representava liderança que sempre contribuiu para o engrandecimento da instituição, tanto que, por tais atributos, conquistou admiração e reconhecimento como professor universitário", afirmou a promotoria de Foz.

O Fórum da Comarca de Foz do Iguaçu decretou luto oficial de três dias pela morte de Renan.

Por g1 PR e RPC Foz do Iguaçu
Fonte: g1

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima