Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Confira 4 dicas práticas para montar o seu 'Cantinho da Leitura' e melhorar seus estudos

goo.gl/XsgA3P | Seja em casa ou mesmo na faculdade, há sempre um modo de tornar agradável o espaço dedicado aos livros. Sem contar que ele é realmente necessário!

Nada do que é aqui sugerido exige grande investimento, pelo contrário: a principal ‘moeda’ é a atitude de criar o que tem valor inestimável para o seu crescimento – o acesso a uma biblioteca.

São dicas de profissionais de larga experiência em educação. Confira:

1. Mesmo na casa onde não há tempo livre para ler, faça questão de criar o seu cantinho da leitura

O fato de a vida andar muito corrida jamais deve servir de desculpa para a família não ler - organize os livros, os gibis e as revistas em um canto qualquer (no vão debaixo da escada, por exemplo) e faça dele "o cantinho da leitura" da sua casa. Será o primeiro passo para incentivar que o ato de ler seja exercitado entre os que moram nesse endereço. Mais: o "cantinho da leitura" pode ser uma alternativa a ser adotada em vários lares da vizinhança de modo a suprir a falta de um espaço capaz de abrigar a biblioteca da sua comunidade.

2. Falta dinheiro para comprar livros? Junte os vizinhos, convide os parentes e promova uma feira de livros na rua onde mora

A ideia é de simples execução e vai atuar sobre a autoestima de toda a comunidade - afinal, quem não quer participar de uma oportunidade de convívio, que ainda permite trocar livros por outros mais interessantes? Estenda uns panos coloridos na calçada, acomode o ‘acervo’ - e divirta-se!

3. Para colocar a biblioteca da faculdade em funcionamento, não perca tempo - e organize um grupo em torno dessa causa

Às vezes, falta mão de obra para dar conta de todas as atividades que compõem o cotidiano de uma instituição de ensino - e aí está o exemplo da Amorim Lima, da rede pública de São Paulo, a confirmar essa realidade. Escola que só foi capaz de dar partida ao projeto da sua biblioteca, anos atrás, porque mães e pais se revezaram na tarefa de abrir as dezenas de dezenas de caixas de livros enviadas pelo governo, classificar, catalogar, enfim, organizar o acervo seguindo as normas técnicas da biblioteconomia - sim, eles receberam treino específico para dar conta do serviço. Hoje a biblioteca da Amorim Lima abriga inúmeras atividades, como a de servir de local de aulas, entre outras, de latim (5º ano) e grego (6º ano). "O que é mais uma razão de orgulho para os pais que participaram tão ativamente da sua montagem", conta a diretora Ana Elisa Siqueira.

4. Procure se informar, antes de montar a biblioteca da sua casa ou comunidade

Na biblioteca, o que se privilegia é a organização da informação. Para tanto, é preciso ter conhecimento de inúmeras normas e critérios. Claro, um curso técnico de Biblioteconomia seria o ideal para quem deseja criar esse tipo de espaço, por exemplo, na comunidade. Mas, a própria internet serve para transmitir as noções elementares sobre arquivar e indexar documentos etc. Tanto faz o tamanho da biblioteca em foco - invista tempo nessa pesquisa e torne o espaço eficiente na hora de procurar um título.

Fonte: educarparacrescer abril

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!