Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

'Marido não é órgão previdenciário', diz desembargador em caso sobre o divórcio

bit.ly/maridoprevidencia | O desembargador José Ricardo Porto, disse, em julgamento de Agravo de Instrumento, nos autos de Ação de Divórcio Litigioso, entender que “o marido não é órgão previdenciário, por isso a concessão de alimentos, após a ruptura do matrimônio, deve ser fixada com parcimônia, de modo a impedir que o casamento se torne uma profissão”.

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça acompanhou, à unanimidade, o voto do relator, que fixou pensão alimentícia no valor de R$ 1.700,00, mais plano de saúde, para o filho menor e alimentos provisórios à agravante, equivalente ao salário mínimo, durante seis meses.

Consta nos autos da Ação de Divórcio que a agravante CCHP interpôs Agravo de Instrumento, com pedido de Antecipação de Tutela, proclamando ser merecedora de auxílio por parte do ex-marido, bem como requerendo a majoração da pensão fixada para a criança. Fundamenta que o valor arbitrado não supre todos os gastos da suplicante e do infante. Alega ainda que o recorrido ostenta de condição financeira privilegiada, pois possui diversos empreendimentos, em especial uma corretora de seguros e participação em empresa de promoção de eventos.

Justifica também que estar fora do mercado de trabalho e não ter concluído seus estudos em razão de se dedicar exclusivamente à família e aos negócios do antigo cônjuge, sempre dependendo financeiramente do recorrido.

Após analisar as contrarazões do agravado e os documentos constantes no caderno processual, o relator observou que não há comprovação da considerável renda declinada pela agravante. Mesmo assim percebo condição financeira, porém não tão privilegiada que enseje a dilatação do valor da pensão no âmbito do presente recurso – que inadmite dilação probatória minuciosa, disse relator, ao reiterar que a suplicante deixou de comprovar estar a pensão menor arbitrada em parcela ínfima dos ganhos do suplicado.

Percebe-se que a demandante é jovem, saudável e apta a exercer atividade remunerada com a finalidade de assegurar sua própria subsistência, reforçou o magistrado, ao acrescentar que é justo conferir à antiga consorte um prazo razoável para obter ocupação laboral, fixando-lhe alimentos de forma temporária.

Fonte: maispb

167 comentários :

  1. que delicia cara ,tem que acabar com essa putaria ,só o homem se lasca,a mulher sempre é a vitima oprimida mimimi , casar virou profissão mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No dia em que um homem tiver filhos, ficar gravido, amamentar os filhos tiver menstruação talvez seja nesses dias que poderemos falar de igualdade entre sexos. Até lá meus caros o homem na nossa cultura esta tendo mais obrigações no lado financeiro por ser treinado e ter mais oportunidades para ser livre no campo laboral....

      Excluir
    2. Vai trabalhar mulher. Quem já se viu ter esse tipo de argumento?

      Excluir
    3. Bianca de Albuquerqu26 de ago de 2015 11:48:00

      Concordo, Douglas!

      Excluir
    4. Casar não digo, mas ter filhos acho que sim...

      Excluir
    5. É, se a mulher abriu mão de ter uma carreira foi escolha própria. E se trabalhou de fato na empresa do marido e não tem como comprovar isso, é porque foi trouxa - podendo comprovar, ela pode muito bem retornar ao mercado.

      E outra coisa: o dever dos dois é com a criança, certo? Porque raios depois do divórcio o marido tem que ficar com o peso da ex esposa pra sempre? Estamos em 2015, galera. Que falta de noção!

      Excluir
    6. Uai, se agora ficar grávida e dar a luz a um bebê (fruto de uma relação de amor e carinho) merece dinheiro, seria mais interessante fazer barriga de aluguel não acha minha Sra?

      Excluir
    7. Li, avaliei e mesmo respeitando, discordo de algumas opiniões, principalmente aquelas em que percebe-se faltar um pouco mais de aprofundamento informativo como os das Srtas: Mara Rosani e Vivi. Pelo que percebi, e acho que todo o restante das pessoas também, o Desembargador julgou apenas um Auto de processo com a lide entre alimentante e alimentados, e não uma Ação Civil Pública como exemplo. Ele apenas fez uma referência para justificar o voto ao fato da prática não se tornar uma profissão, como vem ocorrendo em muitos casos e não julgou de modo geral, e sim o processo em pauta. E no caso da Srta Vivi, a lei trata os 30%, mas não é uma porcentagem certa e absoluta, é apenas uma base de cálculo para o judiciário julgar, podendo variar para mais ou para menos. Depende do caso em análise e principalmente das condições financeiras atuais do alimentante. E o fato de pagar os 30% para um e o restante das tarefas para a outra como a Srta disse, concordo que abrange uma maioria, mas como as mulheres sempre lutam para terem direitos iguais, isso é uma tendência que resume em acabar um dia. haja visto que a população atual mais jovem, a maioria da população feminina trabalha, tendo condições de sustento, muitos homens dividem afazeres domésticos, e as pessoas não praticam mais o intuito de família como antigamente, onde somente o Homem trabalhava e provia os sustento familiar, e as mães eram donas de casa e incumbidas da educação dos filhos com muito esmero e satisfação. o salário do marido compunha o necessário para sustento familiar, o que não ocorre hoje, até pq a outra metade da população (feminina) não trabalhava, o que fez o poder financeiro masculino diminuir. Dentre os princípios do julgamento e das formulações de leis, estão os costumes, e o mundo hoje é diferente, as leis ultrapassadas. Finalizando, é fácil ver pessoas pleiteando direitos (principalmente quando se trata de dinheiro) o difícil é ver alguém brigando por deveres.

      Excluir
    8. Sensacional! Top, Top, Top a melhor resposta de tds!!!!!

      Excluir
    9. Parabéns ao Juiz!
      A resposta foi realmente sensacional...
      Justificar a pencão só torna o caso mais sinistro...

      Excluir
    10. Na hora certa, a que convém, dizem que tem filhos e menstruam e cuidam de casa.... e depois querem cota até pra Deputada e se colocam como coitadinhas! Se querem igualdade em tudo tem que parar com o esse auto-machismo e de se aproveitarem da situação pós matrimônio.

      Excluir
    11. Cada caso é um caso. Não pode ser matéria generalizada.A lei existe e é para todos. Ninguém está acima da lei. A mulher tem e sempre terá direitos. Ela além de trabalhar fora para ajudar na criação dos filhos, ajuda o marido na composição da renda Familiar. Tem a opção de permanecer na Família porque sabe da responsabilidade que tem ao constituí-la. Que o exemplo que a mulher oferece servisse a todos os homens. Ainda nesta semana os jornais estamparam que 42% das mulheres são a cabeça do casal. E, aí???? onde estão os machões???? Respondo como Jandira Brandao.

      Excluir
    12. Meu Deus... como essa Mara Rosani fala merda!!!
      Cada uma viu, aposto que deve ser daquelas feministas nojentas que so sabem se vitimizar!!!
      Vai trabalhar sua parasita!!!

      Excluir
    13. Caro Amigos Anjos (Jandira Brandao.), já procurou os "machões" no seu aparelho excretor?

      Excluir
    14. Mais pura verdade.Muitas são 1 ralo financeiro quando casadas,só compram besteiras par empoeirar e encher gavetas,roupas mal escolhidas, brinquinhos bugigangas porcarias! ficam na rua o tempo todo qdo poderiam estar cursando uma faculdade.Muito $ jogado no lixo.$ este q daria para uma poupança p/ os filhos.Ou qualquer outra coisa q agregasse valor ao dia a dia da familia.Aí separa e vem cheia de razao se fazer de coitadinha explorar quem ja foi explorado demais no tempo de convivencia.Deveria era pagar com juros e correção tudo que gastou usou desperdiçou e jogou fora na convivencia mútua.Como homem digo q temos sido lesados demais o q traz prejuizo para nossa familia de sangue pai mae avós q deram trabalho suor e restrições de conforto para q nós filhos alcançássemos algo melhor na vida.Por favor homens bons responsaveis e doadores,escolham bem uma mãe p/ teus filhos,e não se matem atirando tuas pérolas a porcos

      Excluir
    15. EU QUERIA VER A MÃE DO JUIZ DE 50 ANOS SEM APOSENTADORIA SEM PENSÃO, CAIR NA RUA DA AMARGURA DEPOIS DO DIVORCIO TENDO QUE SE VIRAR POR TER PASSADO A VIDA TODA COM OS FILHOS E MARIDO.

      Excluir
    16. Eu fui vítima de uma situação em que levei 20 anos achando que estava com uma mulher de família e quando menos esperei e recebi uma indenização que na verdade deveria ser de uma quantia consideravelmente alta por minha surpresa a minha ex-companheira exigiu 50% do valor em sua conta bancária. Foi então que a ficha caiu e olhe que nem filho tive com a ....Terminei o relacionamento na hora...Então adorei a decisão do Desembargador e acho que a jurisprudência tem que ver essa situação, pois tem muita mulher abusando da honestidade alheia...Seja a mulher que for, pois a "MULHER" que se respeita procura dar valor ao homem que tem e se uma mulher passa um ano com um homem e vice-versa ambos sabem que tipo de pessoa tem ao seu lado. Então em caso de comprovação de engano deveria sair sem nada...Vá TRABALHAR parasita, deve ser uma PTralha da vida...

      Excluir
    17. a mulher quer igualdade, mas nessa hora, declina dela, se faz de vitima. fui casado com uma parasita, que para não ter que trabalhar pediu separação. durante 15 anos fui extorquido pela parasita, com ajuda do judiciario (um juiz babão, que entedia dívida ser receita), pois a "coitadinha" nao podia trabalhar. ótima decisão deste juiz..... pena que ele não julgou o meu caso.

      Excluir
    18. Sra. Mara Rossani... que resposta medíocre....

      Excluir
    19. Mara Rosani que comentário tão rasca...então seguindo a estupidez do seu comentário poderíamos dizer algo do estilo: "no dia em que a mulher engravidar sozinha, sem necessitar do semen do homem, poderemos falar em igualdade" que tal? Gostaria de levar com uma destas? Santa ignorância. A capacidade da mulher engravidar, dar de mamar assim como a capacidade do homem gerar semen são questões da natureza imutáveis. Querer usar isso para discutir igualdade é estupidez ao nível estratosférico. Quanto aos restantes argumentos que utilizou, principalmente de cuidar dos filhos, é mais do que conhecimento público que isso já não é tão bem assim. Existem cada vez mais pais a quererem cuidar dos seus filhos na mesma medida que existe muitas mães que dificultam essa vontade. Todavia, se for opção do casal que um fique em casa a cuidar dos filhos e outro vá trabalhar, mais uma vez, não podemos falar de questões de igualdade.

      Excluir
    20. estranho, nulher se rala,menstrua tem tpm, fica em casa cuidando dos filhos e perde a juventude nao estuda e qd o marido a deixa fica sem futuro pq perdeu toda a sua vida para a casa e o marido e filhos, blz, deixa eu ver se eu entendi, o homen inventou a menstruaçao a tpm para ralar com a mulher, qd se conheceram a colocou em carcere privado a impedindo de estudar trabalhar e a obrigou tbm a ficar gravida para ficar ainda mais presa em casa, ela nunca pode estudar e nem trabalhar pq na sua cidade nao existiam creches nem escolinhas q pudessem cuidar dos filhos, em virtude disso ela se conformou a ficar em casa dormindo ate as 10 cuidando das crianças fazendo comida e lavando roupas e nas horas de folga do seu trabalho forçado em q ela nunca teve o desejo de ter olhar novela, o homen por sua vez so teve alegrias, para nao aborrecer a parceira q ele tanto maltratou ele parou com o futebol barzinho festas se afundou em dividas q nunca teria se fosse solteiro,parou quase q completamente com o sexo tendo apenas qd a parceira sente vontade, arrumpu um serviço q ele na maioria das vezes detesta com transito stress nem uma ou quase nenhuma satisfaçao e qd a mulher simplesmente acha q acabou ele mt mau so concorda em dar 30% do q ganha cerca de 1700 reais qd 40% das familias sao obrigadas a viver com a fabula de 800 reais realmente somos monstros insensiveis, mas o mais estranho nessa historia em q obrigamos as mulhers a ficarem em casa cuidando dos filhos e q se no inicio do casamento nao queremos filhos para aproveitarmos a juventude e as oportunidades q ocorrem em funçao da idade energia e capacidade de competiçao elas nos deixam, vai entender

      Excluir
    21. parece que tem mulher arrependida de ser mulher ,

      Excluir
    22. Finalmente vejo uma decisão coerente e realista nesse campo de pensão alimentícia.
      Na maioria das vezes, crucificam os homens.
      Parabéns ao competente e antenado Juiz.

      Excluir
    23. Minha esposa teve filha, amamentou, menstrua, e mesmo assim sempre trabalhou. Lembrando que existe licença maternidade e que a amamentação é temporária. Para quem pensa diferente, espero que nada aconteça com o marido a ponto de comprometer a única renda familiar. Abs para todos.

      Excluir
    24. A mulher pode casar, ter filhos e trabalhar normalmente. Não precisa viver da renda do marido. Se tiver filhos e quiser ter a guarda unilateral, o filho terá pensão para ajudar na sua criação. A pensão é dever dos pais. Não só do pai, mas também da mãe. Se a mulher não procurou se profissionalizar e ter renda, o homem não é obrigado a te sustentar a vida toda.

      Excluir
    25. Não sou machista ,mas acho muito engraçado a mulher querer exigir e culpar o ex marido por suas limitações. ...
      Eu sou separada e divido as responsabilidades com meu ex marido....quem sabe qdo engravidar é a mulher....é o corpo dela que vai mudar,ela que vai amamentar. ..mulheres não lutaram para ter igualdade???
      Então tem que aguentar oq homem aguenta....se a mulher tem tpm desconta no marido,depressão pós parto e mais um monte de coisa que só pega mulher...muitos maridos abandonam o casamento por isso....e se a mulher quer igualdade realmente não pode ter filhos....simples assim

      Excluir
    26. Para o Amigo Anjos.

      Segundo sua afirmação, recente pesquisa relatou que 42% dos lares tem a mulher como cabeça da casa, vamos a parte que a pesquisa esqueceu de mencionar,no minimo 80% desses lares são de mães solteiras ou mulheres separadas ou seja logicamente teriam que ser cabeças de suas próprias famílias. A realidade é que, com os direitos iguais as mulheres tem que se acostumar que os deveres e responsabilidades também são iguais a decisão justa

      Excluir
  2. Concordo, ainda mais ela sendo jovem e sadia.

    ResponderExcluir
  3. Pensão só para o filho, não vou ficar sustentando dondoca nenhuma

    ResponderExcluir
  4. Os juízes, a justiça deve agir com precaução.1. Se ela vai assumir e dividir as responsabilidades e deveres entre as pessoas para avaliar cada caso.cada pessoa tem sua própria historia e sua estrutura, cada família tem seu jeito de funcionar e cada juiz tem também seu lado , então a técnica deve prevalecer diante das emoções e para avaliar relaçóes humanas X relação financeira tem que haver muita clareza muita lucidez.Os peritos em patrimonio deveriam ser experts em pesquisar e investigar a verdade.Mesmo uma mulher que se cala pode estar calada por medo.
    Não podemos ter regras gerais, cada caso deve ser especializado e a ajuda aos mais vulneraveis não pode ser esquecido dos principios basilares do direito e da justiça!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Igualdade, significa igualdade nos DEVERES também, e não nos direitos. Injusto ter que bancar quem não quer trabalhar. Não da para levar a sério feministas que choram "opressão", mas quando arrumam um marido rico para sustentar, isso serve!

      Excluir
    2. Cada caso é uma sentença, quando o homem se separa, geralmente, quase sendo via de regra, já arrumou uma mulher, "AMANTE", e ele faz tudo pra essa nova companheira e desvaloriza tudo que a primeira esposa fez com ele, a mulher se sacrifica, inclusive sua profissão, cuida dos filhos, cuida do FDP, deixa de fazer as coisas pra ele em prol da família e o cara não pensa nisso, se aventura e abandona a esposa e os filhos, luta pra dar uma miséria de pensão e acha que esta no direito dele. Pagar pensão é uma obrigação, e cuidar dos filhos, nem pensar, ele empurra para a ex esposa, ela que ser vire. Os homens são assim, quase via de regra, como citei no início, tem muita mulher folgada, mas os homens são bem mais.

      Excluir
    3. falou merda girolima. Independente de ter arrumado amante ou não, mulher também arruma amante e mais frequentemente. 15% da população não é filho biológico do suposto pai biológico, o que quer dizer que mulheres traem pra caralho e mantem amantes sem problema! (e que mulher não tem poderes mágicos pra saber quem é o pai dos filhos dentre vários parceiros sexuais.)

      Excluir
    4. Acredito que é necessário reformular as leis. Imagine se ao casar necessariamente a opção fosse separação total de bens e que efetivamente os recursos para compra de bens fosse conforme valor de contribuição das partes. Veja que o conhecimento de tal informação no ato do casamento faria toda a diferença ao se adquirir bens em conjunto.

      Excluir
    5. Gente vi seus comentários ,morei em união estável 3 anos ,ele n me deixava trabalhar reformado da polícia militar , fui para uma cidade onde n conhecia ninguém , so saia com ele para consultas , dentistas , cuidadava da casa , a unico lugar que ia era em uma academia perto da casa onde vivia .. qndo fui morar com ele a casa era só tijolo , depois que ficou com a casa toda arrumada e sem dívida ,um dia fui para academia na porta passei mal e voltei para casa ,peguei outra dentro da minha casa. Fiquei indo para consultas psiquiatras ,psicológica .ele ainda queria me enternar em uma casa de repouso , voltei para minha cidade no interior morava com minha vó ,ela faleceu a pouco ,uma irmã faleceu tem 2 meses , não tem ninguém ele n quis saber ,tomo remédios caros ,construímos tudo juntos ,hoje estou pagando aluguel ,n tenho condições nenhuma de entrar no mercado de trabalho idade avançada já ,n sou folgada ,o juiz está para decidi se continua a pensão ou não. Tem caso e acaso pessoal n julgue.

      Excluir
    6. Gente vi seus comentários ,morei em união estável 3 anos ,ele n me deixava trabalhar reformado da polícia militar , fui para uma cidade onde n conhecia ninguém , so saia com ele para consultas , dentistas , cuidadava da casa , a unico lugar que ia era em uma academia perto da casa onde vivia .. qndo fui morar com ele a casa era só tijolo , depois que ficou com a casa toda arrumada e sem dívida ,um dia fui para academia na porta passei mal e voltei para casa ,peguei outra dentro da minha casa. Fiquei indo para consultas psiquiatras ,psicológica .ele ainda queria me enternar em uma casa de repouso , voltei para minha cidade no interior morava com minha vó ,ela faleceu a pouco ,uma irmã faleceu tem 2 meses , não tem ninguém ele n quis saber ,tomo remédios caros ,construímos tudo juntos ,hoje estou pagando aluguel ,n tenho condições nenhuma de entrar no mercado de trabalho idade avançada já ,n sou folgada ,o juiz está para decidi se continua a pensão ou não. Tem caso e acaso pessoal n julgue.

      Excluir
  5. igualmente quando a mulher e rica, tem que pagar para o homem, mais ai o berrrooo e grande!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Sou mulher e nem por isso me acho no direito de explorar um homem apenas pelo fato de ter sido casada ou ter filhos... pensão aos filhos é o correto, mas nada além disso... mulher tem que trabalhar assim como o homem... quem não trabalha não é digno de comer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pensão é para sustentar o filho, MÁS, também deve ser DIVIDIDA entre o pai a e mãe.

      Pq o pai tem que sustentar o filho sozinho ?

      Excluir
    2. quanta falta de informação,quantas mulheres sustentam a casa,quando vão pedir pensão para os filhos,muitas vezes desistem pq o ex faz de tudo para driblar a justiça.Logo se unem a uma nova companheira e esquecem dos filhos e a ex que se vire a sustentar,criar os seus,esse juiz está analisando o caso de pessoas interesseiras,cabe ao homem escolher bem com quem vai se casar.

      Excluir
  7. Penso que a mulher não deveria ter direito a pensão. Ela seria única e exclusivamente dos filhos. E te mais, o percentual de 30% do salário do genitor comumente utilizado para quantificar a pensão alimentícia não deve ser regra geral, pois cada caso reclama um cuidado diferente e se percentuais menores forem suficientes para atender as necessidades do alimentado, não se justifica o desconto no equivalente ao máximo de 30% sobre os rendimentos líquidos do pai, tendo em vista que os genitores têm responsabilidade equivalente e concorreram em iguais proporções no ato da concepção, devendo a obrigação pelo sustento ser dividida também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se acha que pagar 30% é muito, fique com a guarda do filho...ah, mas cuidar dos rebentos quase nenhum homem quer não é mesmo? A mãe que se lasque para arrumar sua agenda de sair, levar criança na escola, ir trabalhar, arrumar alguém pra pegar a criança na escola e ficar com ela até voltar do trabalho....supervisionar a vida do filho que está em desenvolvimento, ver como ele vai na escola etc......muito fácil pegar a criança de fim de semana e acha que está fazendo o suficiente. ...... Os pais deveriam se conscientizar que devem estar presentes na vida do filho....e hoje já existe essa possibilidade através da guarda compartilhada

      Excluir
    2. Se acha que pagar 30% é muito, fique com a guarda do filho...ah, mas cuidar dos rebentos quase nenhum homem quer não é mesmo? A mãe que se lasque para arrumar sua agenda de sair, levar criança na escola, ir trabalhar, arrumar alguém pra pegar a criança na escola e ficar com ela até voltar do trabalho....supervisionar a vida do filho que está em desenvolvimento, ver como ele vai na escola etc......muito fácil pegar a criança de fim de semana e acha que está fazendo o suficiente. ...... Os pais deveriam se conscientizar que devem estar presentes na vida do filho....e hoje já existe essa possibilidade através da guarda compartilhada

      Excluir
    3. Entendo vc Vivi, aí então entra a Guarda Compartilhada que muitas não querem, por que será??? Eu mesmo estou doido para isso. Por motivos óbvios, muitas se acham a exclusiva "dono" da prole e inclusive peitam isso nos tribunais que aliás são os reais alienadores.

      Excluir
    4. Teria o maior prazer em ficar com a guarda dos filhos e 100% da resposabilidade. Bem melhor do que esta constante tentativa de enriquecimento sem causa.

      Excluir
    5. Que me desculpem as mulheres que ficam defendendo esse mi mi de coitadinhas, pedem direitos iguais a todo tempo, até concordo, mas na hora dos deveres sempre estão chorando, sou pai e crio dois dos meus três filhos, trabalho, estudo, cozinho, lavo e não peço, e nem vou pedir, pensão a minha ex, agora pergunto, qual a diferença entre nós, a menstruação?? Quer saber?? Vão trabalhar e ajudar seus filhos a serem pessoas independentes e de bom carater, parem de chorar miséria e sofrimento. As demais mulheres que já fazem isso meus parabéns e tem a minha admiração!!!

      Excluir
    6. Acho que vc deveria pedir sim, graças a Deus vc cria e tem condições, se fosse ela te colocava na cadeia com Gosto de gás e sem dó nem piedade, mesmo que vc não precise abra uma poupança e coloque lá para seus filhos.

      Excluir
  8. O que deve prevalecer é o bem estar do menor que não tem nada a ver com toda a situação do divórcio. Se quando eram juntos trabalhavam para o bem estar de toda família e principalmente da criança pq que na hora da separação o homem tem que se responsabilizar com todas as despesas?! Tendo saúde, forças para trabalhar devem então os dois se responsabilizarem, claro cada caso deve ser analisado cautelosamente, porém isso não exclui a responsabilidade de ambos, tanto que não é bom ficar em um círculo vicioso achando que o ex marido é para sempre e por isso sempre terá a pensão, onde está a auto eficiência para dar exemplo são filhos?! Que desde cedo deve ter responsabilidade de acordo com sua idade, entendo que nessa situação o egoísmo fala mais alto e não percebem que o filho se encontrar em risco emocional, psicologicamente, e socialmente. Concordo que os pais separados devem sim dar todo suporte ao menor e ter responsabilidade iguais, pois o filho nunca deixará ser filho de ambos.

    ResponderExcluir
  9. É interessante como a igualdade entre os sexos só serve por conveniencia, né? Quer dizer... para disputar a mesma vaga na empresa, no serviço público ou militar, na universidade, etc, a mulher é igual ao homem. Na hora em que há um divórcio, "ah! quero pensão!" Claro que cada caso é um caso e para isso tempos juízes competentes para analisar, mas se o homem vai continuar sendo pai de seu filho, vai continuar compartilhando com a mãe da criança o amparo afetivo, emocional, educacional, psicológico, religioso, por que é que a responsabilidade financeira cabe somente ao genitor? É preciso repensar essa questão na nossa sociedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é verdade. Se o homem ficasse com a guarda da criança ele também teria direito à pensão. Do mesmo modo, se ele ficasse em casa e comprovasse dependência. Agora, que homem vai ficar com o filho? Que homem vai ficar em casa dando suporte para a mulher crescer profissionalmente? Vcs não querem igualdade, querem continuar explorando mulheres, admitam!

      Excluir
    2. Se o homem se recusa a pagar a pagar a pensão da mulher, que fique então com a guarda da criança. Oras, a mulher, mesmo que jovem e saudável tem que sair para trabalhar, gerenciar a pensão e cuidar da criança nas suas horas vagas? Enquanto alguns homens dão, reclamando, apenas a pensão da criança e quase nunca vão buscar a criança (por vários motivos, principalmente por estarem já em um outro relacionamento) no período estipulado pelo juiz, privando a criança de vê-lo (amparo afetivo, emocional, educacional, psicológico) e a mãe de um descanso. É trabalhoso, apenas para uma só pessoa, cuidar e educar uma criança. Reconheço que cada caso é um caso, há homens omissos e gananciosos, assim como há mulheres acomodadas e exploradoras, dentre outras infinitas possibilidades. Compete ao juiz sensatez para julgar cada um dos casos com suas peculiaridades.

      Excluir
    3. Vivi, concordo com vc. E guarda compartilhada? Pra vcs largarem a criança nas costas da mãe de vcs, a vó? Uma criança pequena, por exemplo, é completamente dependente da mãe. Muita ainda são amamentadas. Não dá para comparar mãe e pai no que diz respeito a vínculo afetivo e cuidados do dia-a-dia. Seria realmente muito ter homens absolutamente responsáveis com quem se pudesse estabelecer a guarda compartilhada. Assim, a mulher tb poderia sair, namorar e estudar. Mas vcs, na maioria dos casos, não são capazes de cuidar, sozinhos, de uma criança, especialmente um bebê.

      Excluir
    4. Me separei tem uns 5 meses, acordamos em fazer a guarda compartilhada, a cada 15 dias eu levava meu filho pra mãe dele e depois de 15 dias buscava. Logo ela conheceu outro cara, esse tempo, meu filho estava comigo, tive q emplorara pra ela ligar p filho, p ele n perder o contato, ainda sim demorou uma semana p ligar. Resumindo, ela mora a 225km de mim e do meu filho, começou a trabalhar e n tem com quem deixar o nosso filho nos 15 dias dela, e agora quando ela liga, ele n quer nem falar com ela. Fiz a um nha parte e faço até hj. Ele está comigo sendo bem criado. Sou policial Militar e me viro muito bem sem a mãe dele, sem pensão alguma. Aí vem vc dizer que n somos capazes de criar nossos filhos sozinhos?! Que piada. Ele tem 2anos e 6 meses.

      Excluir
    5. Me separei tem uns 5 meses, acordamos em fazer a guarda compartilhada, a cada 15 dias eu levava meu filho pra mãe dele e depois de 15 dias buscava. Logo ela conheceu outro cara, esse tempo, meu filho estava comigo, tive q emplorara pra ela ligar p filho, p ele n perder o contato, ainda sim demorou uma semana p ligar. Resumindo, ela mora a 225km de mim e do meu filho, começou a trabalhar e n tem com quem deixar o nosso filho nos 15 dias dela, e agora quando ela liga, ele n quer nem falar com ela. Fiz a um nha parte e faço até hj. Ele está comigo sendo bem criado. Sou policial Militar e me viro muito bem sem a mãe dele, sem pensão alguma. Aí vem vc dizer que n somos capazes de criar nossos filhos sozinhos?! Que piada. Ele tem 2anos e 6 meses.

      Excluir
    6. Parabéns Patrick, contrariando a grande maioria, voce sim pode ser chamado de Pai e de Homem.
      Siga seu caráter que seu filho terá muito a agradecer.

      Excluir
    7. agora ,Patrick, entra com uma ação de pedido de pensão para ela e veja o tamanho do pulo de indignação que ela vai dar....

      Excluir
  10. Concordo que há mulheres que se dediquem ao lar no anseio de uma família zelada com amor de mãe, de esposa. Abdicam dos seus sonhos ou de sua profissão devido a uma gravidez, a um casamento e o marido passa a ser a pessoa que sustenta financeiramente esse lar. No meu entendimento, nesse caso,houve uma parcela de dedicação tanto do homem quanto da mulher. Julgar um caso do tipo pensando somente em que "mulher gosta de dinheiro" é um argumento muito pobre.
    Como também há casos em que mulheres são acostumadas a viver de vida boa nas custas de homens e vice-versa, por vaidade.
    Cada caso é um caso. Vamos olhar os fatos com ponderação. vamos julgar sem sacrificar a verdade ou a justiça por considerações particulares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior disso tudo é a alienação parental, isso sim que deveria ser extirpado de nossa sociedade e tudo isso acontece com o aval do real alienador que são nossos tribunais.

      Excluir
    2. Henrique Braga concordo plenamente c vc filho nao tem de estar a favor de um ou de outro eu criei meus 2 filhos sem pedir pensao deixei a criterio do pai nunca falei mal dele, deixei por conta dele ver as necessidades dos mesmos! meus filhos nunca me viram discutir esse "assunto" com pai deles, e valorizam o ser e nao o ter ! e respeitam o pai pq é basico ! sempre tive de trabalhar ,sou assalariada ! Dei meu exemplo quer ter algo va trabalhar nao viva à sombra de outro conquiste o teu tem mais valor !! Ta certo, casar, nao é emprego assinamos a certidao de casamento e nao carteira de trabalho !!

      Excluir
  11. Concordo que há mulheres que se dediquem ao lar no anseio de uma família zelada com amor de mãe, de esposa. Abdicam dos seus sonhos ou de sua profissão devido a uma gravidez, a um casamento e o marido passa a ser a pessoa que sustenta financeiramente esse lar. No meu entendimento, nesse caso,houve uma parcela de dedicação tanto do homem quanto da mulher. Julgar um caso do tipo pensando somente em que "mulher gosta de dinheiro" é um argumento muito pobre.
    Como também há casos em que mulheres são acostumadas a viver de vida boa nas custas de homens e vice-versa, por vaidade.
    Cada caso é um caso. Vamos olhar os fatos com ponderação. vamos julgar sem sacrificar a verdade ou a justiça por considerações particulares.

    ResponderExcluir
  12. Tem kue ser estudado caso a caso. Infelizmente há muitas mulheres kue nao gostam de estudar e trabalhar e acabam se acomodando em casa. Diante da separação querem tirar tudo do ex. Usam filho como desculpa e objeto para manipular o ex.
    Recebem a pensão,alegam ser pouco e o dinheiro não é revertido para o filho.
    Infelizmente é um processo complicado para resolver.

    ResponderExcluir
  13. E as pensionistas vitalicias eternamente "solteiras", que recebeu a pensão do pai que foi p guerra em 1945?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ela realmente for solteira, ou seja, não estar em união estável oculta para burlar a União, eh justíssimo receber, afinal o seu pai pagou ao cofres da união o direito desta pensão. Agora tem muita gente que mente e fica mamando. Isso eu concordo que é inaceitável, até mesmo é um crime

      Excluir
    2. Se ela realmente for solteira, ou seja, não estar em união estável oculta para burlar a União, eh justíssimo receber, afinal o seu pai pagou ao cofres da união o direito desta pensão. Agora tem muita gente que mente e fica mamando. Isso eu concordo que é inaceitável, até mesmo é um crime

      Excluir
    3. O pai pagou essa pensão???? Usemos como exemplo os 13.000 reais que Maitê Proença recebe mensalmente. Qual a quantia que um não funcionário público tem que recolher mensalmente para receber quantia semelhante de aposentadoria vitalicia? O aposentadoria vem do mesmo saco sem fundo que todos pagam. Um grande maioria recebe um valor insignificante, enquanto um minoria recebe valores exorbitantes e ainda de maneira irregular. Não me venha falar de "direitos, pois pagou". Muitos pagam para poucos viver em mordomia.

      Excluir
  14. Muitas vezes é culpa do idiotão do marido, que prefere que a mulher fique em casa se dedicando ao lar. O companheirismo deve existir em oportunizar ao cônjuge, mesmo com filhos, educação, emprego e a administração do lar

    ResponderExcluir
  15. PARABÉNS para as MULHERES que aqui concordaram com os comentários favoráveis a decisão deste desembargador, pois isto, mostra que realmente são dignas de direitos iguais aos homens em todos os sentidos.
    Fico Feliz em saber que existem mulheres assim.
    Alguém saberia me dizer como conseguir o numero deste processo????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha só: mulheres são seres humanos. independente do que vc pensa, SOMOS DIGNAS DE DIREITOS HUMANOS. e não conseguimos isso de graça, foi à custa de muita luta contra seres como vc, que se acham superiores. passar bem.

      Excluir
  16. Engraçado q o homem perturba pra mulher ficar em casa. Ela fica, eles se separaram e o pobre diabo não quer arcar com o q fez com ela.....
    Ele tb tem deveres com a criança e tendo mais dinheiro tem q pagar mais e tem q manter a mulher q ele tirou do mercado de trabalho até ela achar um trabalho digno......
    Povo engraçado de tirar o c.... da reta....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes fico perplexa diante de cetas decisões de magistrados "O que não é o caso desta", como também, de valor de pensão para filhos como para ex esposas, e não poderia deixar de falar da desumana alienação parental. Meu caso não se enquadra em nenhum desses, até porque trabalho desde os 7 anos de idade e me sustento desde os 14. Porém digo que só quem passa é que sabe, o quanto um filho sofre com o desprezo e falta de caráter de um pai e que valor de pensão não compra ou paga, amor,carinho, respeito, dedicação e acima de tudo exemplo que tanto pai quanto mãe tem o dever e obrigação de dar aos seus filhos, assim como exemplos, que é o mais ensina e educa. Em todo caso de família devemos usar a proporcionalidade e a razoabilidade para que não se faça injustiça principalmente com filhos, já que o problema dos adultos é resolvido com o divórcio e problema dos filhos muitas vezes é criado com o divórcio. Cada caso é um caso, e não podemos julgar todos por um.

      Excluir
    2. Concordo com vc. casei com 16anos e após 18anos de casamento descobri que meu marido, além de alcoólatra tinha outras mulheres com quem gastava maior parte do salário. Tivemos dois filhos. Eu sempre trabalhei para ajudá-lo, cheguei a trabalhar em dois serviços. Quando houve a ruptura, estava bem na empresa, próximo a ser promovida. No entanto fiquei doente por tudo que descobri, fiz um acordo com a empresa e sai. No divórcio pedi 10% do salário dele que era para suprir com despesas médicas e medicamentos até eu melhorar, não houve acordo e a justiça indeferiu meu pedido. Passei necessidade, tive que abandonar o tratamento e até hoje não melhorei. Meus filhos, recebem a pensão de 20% e os dois tem que trabalhar para sobreviverem (tiveram que abandonar os estudos). Ele, nunca mais visitou os piás, nem quando um deles foi internado. Casou se novamente, a mulher dele nunca trabalhou, vivem em uma casarão na praia com piscina, carros novos e tem outras casas fechadas aqui na região de Curitiba. Os MEUS filhos (depois da separação, mesmo doente, sou mãe/pai) moram de aluguel e passam necessidade. Será que alguém, acha que isso justo?

      Excluir
    3. Isso é algo pontual, não quer dizer que as mulheres são sempre vítima, muito pelo contrário. Assim como vc conta sua história, conheço amigos que simplesmente se afundaram justamente pois decisões ridículas de nossos tribunais e por que sua ex simplesmente achou que deveria prejudicá-lo de tudo quanto é forma pelo fato de seu casamento não ter dado certo. Em primeiro lugar, vc não pode achar que sua situação é uma síntese do que acontece no Brasil e posso te garantir que por motivos óbvios, o homem em frente aos tribunais se ferra muito mais que as mulheres. Ainda bem que isso agora está mudando...

      Excluir
    4. Caros amigos. falo como uma mulher que sempre trabalhou sim e muito e desde os 13 anos.. HOMEM É Cafajeste SIM !!!
      1- MAIS DA METADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO É COMPOSTO DE MULHERES QUE TRABALHAM DURO E GANHAM MENOS QUE O HOMEM FAZENDO O MESMO SERVIÇO.
      2- ACORDAM MAIS CEDO PRA ARRUMOAR SEUS FILHOS PRA ESCOLAS CRECHES, PREPARAR A COMIDA,DEPOIS VAO A LUTA, PREOCUPADAS NA HORA DO ALMOÇO OU CORREM PARA BUSCAR FILHOS NA ESCOLA LEVAR PRA CASA, ALMOÇAR E VOLTAR PRA LIDA.
      2- CHEGAM AO FINAL DO DIA. CORRENDO PRA JANTA... ARRUMAR CASA , VER TAREFA DA ESCOLA.. O MARIDAO CHEGA E VAI TOMAR BANHO , FALANDO QU TA COM FOME..A MULHER CORRENDO.. MANDANDO NOS FILHOS..COBRNDO.. ROUPAS LAVADAS COZINHA LIMPA, TODOS DESCANSANDO.. TOMAR BANHO E MARIDO..??? ESPERANDO AQUELA PRINCESA NA CAMA..AFF...

      OUTRO TIPO DE MULHER...
      1 CASA, VIRA DONA DE CASA. ESTUDOU ATE TERMINAR O COLEGIO, ENGRAVIDA.. CUIDA DO FILHO,,CUIDA DA CASA DO MARIDO.. FAZ COMIDA.. LIMPA CASA , LIMA CASA LIMPA CASA.. DEPOIS LAVA ROUPA., FAZ JANTA,, VAI AO BANCO PRO MARIDO. LEVA O CARRO PRO MECANICO, O FILHO NO DENTISTA, RESOLVE PEPINOS.. PQ O MARIDO TA NO TRABALHO E NAO TM TEMPO .. QUANDO O MARIDO CHEGA EM CASA.. TA COM FOME. TOMAR BANHO E VER TELEVISAO.. SENTADO NO SOFA. BRINCA UM POUCO COM A CRIANÇA E ACABOU A NOITE.. MULHER LINDA E ERFEITA NA CAMA!!, DINHEIRO FALTA.. MULHER COMEÇA FAZER ARTESANATO , RA AJUDAR NA CASA SE VIRA.. E PASSAM OS ANOS...
      HOMEM... CRESCE.. JUNTO COM A ESPOSA.. PASSA O TEMPO... 10 ANOS DEPOIS .. SEPARAÇAO, E....????

      Excluir
  17. Cada caso é um caso...parece clichê, mas não é.. Tem que avaliar as peculiaridades de cada situação, mas, tb acho que as mulheres se aproveitam da situação para extorquir o homem...depois de avaliados ambos os lados necessidade x possibilidade... Deve_se pririzar o bem estar da criança, levantando_se as despesas com lazer vestuario estudos alimentos e dividir por 2..parece justo não?

    ResponderExcluir
  18. Não é isso que acontece, normalmente o homem é que banca tudo e a mulher não entra com nada. Ainda vc diz "ué mais ela já tem todo o trabalho em cuidar da criança isso não basta?" Muito bem, aí entra a guarda compartilhada, simples assim.

    ResponderExcluir
  19. O homem também tem que tomar cuidado para não ser feito de palhaço. Na hora que for casar, é bom ver se a mulher estuda/trabalha, se tem ambições profissionais. Porque se olhar só aparência, a chance de se lascar é grande. Apesar de ser contra pensão para ex-mulher, ás vezes, fico feliz com algumas dessas decisões, como, por exemplo, quarentão que casa com mocinha nova de 18 aninhos que nunca trabalhou e depois na separação, o juiz fixa pensão pelo fato da mulher não estar inserida no mercado de trabalho. Acho bem feito. Aliás, o cara que faz isso tá assinando um atestado de otário, tem que ficar ligado, o que uma jovem e bela mulher vai querer com um tiozão? Pensem mans!

    ResponderExcluir
  20. Nao concordo! o infeliz casa ...não deixa a mulher trabalhar para cuidar dos filhos (ou por ciumes) dps separa e quer que a infeliz se fu..! mundo machista! sou casado a 32 anos e se chegar a separar ....quero o melhor para a mae dos meus filhos!...

    ResponderExcluir
  21. Resumindo: mais fácil desvalorizar o trabalho da mulher em casa e apelar pra machismo barato do que justificar a queda do padrão de vida da criança, que, pelo jeito, terá que morar num lugar pior, frequentar outra escola (se eles tem um padrão de vida razoável agora e a moça vai ter que arcar com tudo com dois mil e pouco, é fato que a criança vai sofrer diretamente as consequências).

    E os bonitões aí achando tudo lindo, porque como certeza pagam (se pagam) pensão mixuruca e ficam se achando. Conheço bem o drama de mulheres criando filhos sozinhas, sem nenhuma ajuda financeira, e tendo que lidar com os cretinos que aparecem de vez em quando e acabam com o emocional das crianças.

    O contrário nunca vi não (deve existir, mas é super exceção).

    Todos esse comentários sobre interesseiras falam muito do ódio que a sociedade tem de mulheres.

    Ver uma mulher ser humilhada, como na sentença, faz essas hienas urrarem e babarem de prazer. Isso é nojento demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pq não se idetificou ? é fácil falar o que quer sob o anonimato...Grande credibilidade vc tem, e nojento é vc se esconder e não mostrar a cara.

      Excluir
    2. Concordo, porem acho que deva-se avaliar caso por caso que me parece isso jxa eiste mas nao de modo oficial.

      Excluir
  22. Sou totalmente a favor da GUARDA COMPARTILHADA, rs pq é mtt fácil pegar filho bonitinho arrumado, nos fds e durante a semana, a mãe trabalha, tem que educar, arrumar p/escola, Isso tdo só se ela for mágica) rs Antes que ACHEM q sou a favor de pensão, NÃO SOU NÃO, eu acho que a mulher deve trabalhar e JAMAIS depender de homem nenhum, foi assim que eduquei minha filha e meu filho tb as despesas devem ser divididas, Agora no caso da mulher, ela com uma pensão de R$ 1.700,00, ela não paga nem a creche p/poder deixar o filho e poder trabalhar, Isso tod mundo que comentou aqui não analisou essa parte. Volto a falar GUARDA COMPARTILHADA, ´é melhor para criança, pq convive mais com os pais em igualdade, e tb fica justa a parte do trabalho com o filho ser bem melhor dividido, Teria a meu ver que ACABAR pensão alimentícia, deveria ser feito um relatório de despesas da criança, e cada um ser responsável pelo pagto. direto, ou a escola, ou plano de saúde assim como mercado, se desse 3000,00 p/mes um ex. o pai ficaria incumbido da metade pagando diretamente a escola ou plano de saúde e a mãe da outra parte.

    ResponderExcluir
  23. Com 1700,00 pago minha casa, meu carro e minha faculdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essas mulheres não tem noção não, sai por ai engravidando de todo mundo e depois ficam ai abandono afetivo, ai tem tem que aumentar pensão e bla bla bla pensem nas consequências antes, quem sofre são os filhos, o homem te deixou e você achando que ia segurar com barriga ele vai é viver uma nova vida até talvez com uma nova família que vc vai fazer o possível para atrapalhar rsrrsrs

      Excluir
  24. Não dá para passar uma régua aí e afirmar que todos os casos são iguais. Entretanto, ainda vejo com frequência, principalmente para quem tem 55 anos ou mais, mulheres que foram/são casadas nunca trabalharam por escolha do casal. São/foram casados por 30, 35 anos. Em quase a totalidade desses casos, mesmo sem a mulher trabalhar a família consegue se posicionar bem socialmente, com sucesso financeiro. Regra geral desses casos, a mulher, sequer, qualificou-se profissionalmente, sendo a essa altura incapaz, muito provavelmente de retornar ao mercado de trabalho. Para esses casos, sim, há o "profissão esposa", mas de forma acordada. Se o homem depois desses anos todos tem condições de contribuir com uma pensão que ajude/sustente a ex-cônjuge, deve ser-lhe imputada obrigação e, em raríssimos casos, vice-versa. Agora, num caso de uma mulher de 25 anos, formada etc, o caso muda completamente. O juiz sabe que qualquer decisão sua pode e será usada como jurisprudência ou precedente (NCPC) e deve ter a preocupação de caracterizar bem o caso para que não seja repetido indistintamente como se aplicasse a qualquer caso, apesar, também, de muitos comentaristas serem partes nos problemas e não estudiosos do problema, o que muitas vezes compromete a razoabilidade do argumento.

    ResponderExcluir
  25. SE A MÃE TIVESSE QUE DAR O VALOR ESTIPULADO DE PENSÃO ALIMENTOS, OS MESMOS QUE O PAI DÁ, EU ACREDITO QUE MUITAS QUE TEM CONDICÕES DE TRABALHAR VIVIRIAM PRESAS, POIS MUITAS AINDA PEDEM QUE O ANTIGO MARIDO PAGUE PENSÃO PARA ELEAS POIS NÃO CONSEGUEM SE MANTEREM.

    ResponderExcluir
  26. Isso sim que é razoabilidade e inteligencia.

    ResponderExcluir
  27. E tem mulher que pede e pior consegue, pensão alimentícia sendo 11 anos mais nova e nunca ter tido filhos na união estável. Daí eu acho que não é justiça pois está indo para cinco anos esta situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aff... a penuria terminou. Alem de darem o direito a ex mulher sem filhos de uma união estável de 5 anos, ela sendo 11 anos mais nova, demorou 4 anos e pouco para a juiza em primeira instancia cancelar o benefício. Não satisfeita a ex recorreu em segunda instancia, mas foi negado o recurso. Aleluia!!!! Vai trabalhar fiaaaaa Ex marido não é INSS.

      Excluir
  28. o juiz errou e feio, se ele tem empresas ela na condição de esposa é sócia dele, trabalhem juntos e divide o lucro, é facil falar mas a esposa deu suporte para ele crescer, ai ele separa fica com os negocios para ele e ela começa do zero. me poupe né. eu acho que esse juiz deve pagar uma pensão altissima para a ex dele,e descontou a raiva nessa coitada. mulher ser independente é uma coisa mas ser burra é outra coisa.se vc é casada e seu marido abre uma empresa por favor se torne sócia no papel, para vc não ter que começar a vida com filhos para cuidar e ter que procurar emprego, e ele o [ empresário] só na farra acabando com tudo que vcs conseguiram juntos.eu sou casada e sócia do meu esposo.

    ResponderExcluir
  29. Concordo com vc anonima socia, em partes, acho que o juiz nao errou tao feio assim, quem errou foi a mulher que alem de ter sido burra ao nao se associar no papel ao seu marido, ainda deixou de estudar e fazer uma carreira profissional, ja que o dito cujo tinha condiçoes de investir nela. Soh acho! Sou mulher, mae, profissional, e nunca deixaria um homem ditar o que devo ou nao fazer. Concordo que nao devemos deixar que o casamento se torne uma profissao, se ja nao se tornou.

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Absurdo é a senhora defender mulheres que não fazem
    Absolutamente nada e tomam tudo do ex marido. E outra, José Ricardo Porto é desembargador

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. É TEM MUITAS QUE USAM OS FILHOS PRA TER UMA VIDA DE DONDOCA.

    ResponderExcluir
  35. É TEM MUITAS QUE USAM OS FILHOS PRA TER UMA VIDA DE DONDOCA.

    ResponderExcluir
  36. Andre Atalla

    Sou separado e mesmo arcando com meus deveres já na maternidade, tive que entrar na justiça para poder ter meus direitos de Visitação e graças a Deus e a juíza, que não fui roubado em cinco mil por mês, esse era o valor requerido pela mãe do meu filho, sendo que ele tinha meses de vida!
    A juíza perguntou se a mãe teria como conseguir entrar com os outros cinco mil, pois o custo com o filho é dividido entre os pais!
    E agora estou pedindo a guarda compartilhada e com isso a mãe do meu filho me colocou na lei Maria da penha, por perturbação e pressão psicológica via Internet! Vou responder processo e estou proibido a ficar no mínimo 200 m dela. Isso pq reclamei por zap q meu filho está correndo risco de vida e maus exemplos andando com familiares dela e que entraria com o pedido de guarda e q ela iria perder e falar q eu não presto, e seria mas fácil ela como boa mãe prezar pelo bem estar do filho e a sua segurança. Qual a mãe q não tem obrigação de no mínimo fazer isso com o filho!!!
    E outra reclamação da minha parte, foi de ver o meu filho indo para escola sem estar com o uniforme completo, sem tênis e calça do uniforme! Custo 117 reais!! Só perguntei como estava gastando o meu dinheiro!!!!
    Será que um dia teremos direitos ou só deveres? Tenho q passar por isso pq sou um pai ativo e por ela não aceitar a separação!?
    E fora q como diz q ama o filho e além de usa-lo ainda faz ele passar por tudo isso e ainda risco de vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que vc se divorciou da sua esposa com meses de vida? Foi escolha sua? Enjoou? Ela ficou chata depois de passar pela gravidez, parto, amamentação? Vocês, em geral, querem festa o tempo todo. Enquanto não têm filhos, é mole. OS filhos vêm, a rotina muda, e vcs vazam. Acho que tem q enfiar todos os homens fdp na justiça mesmo!!! Não sei se é seu caso, mas tenho raiva de todos os homens que abandonam mulher com filho pequeno.

      Excluir
    2. Querido o uniforme suja sabia? Quando agente lava não seca como um passe de mágica, 117,00 com certeza só dá pra comprar um conujunto e olhe lá. Sua ex. Pode estar errada em pedir uma pensão alta, mas vc deve estar lonje de ser um santo.

      Excluir
  37. Filho é amor, carinho, dedicação, então a questão financeira também tem que ser por todos esses motivos, não por imposição, por decisão de Justiça, acho que a falta de amor e atenção é muita mais prejudicial que a falta de dinheiro, eu tive meu filho por que quis e se o Pai não quiser contribuir financeiramente, vou trabalhar para sustentá-lo.

    ResponderExcluir
  38. Quanta ignorância!!! Uma mulher se casa, abandona a carreira para cuidar da família, e o bonitão resolve meter o chifre e se divorciar, muito justo, não? A mulher não decide sozinha deixar de trabalhar. O homem também opta por sustentar a todos. Portanto, ele tem que arcar com as consequências ao decidir desfazer uma família. Sou casada, tenho um bebê e trabalho. Fiz meu marido largar o emprego dele para me acompanhar para outra cidade quando passei em um concurso público. Ele ainda está desempregado. Imaginem se, agora, decido abandoná-lo? Nada mais justo que eu pague pensão, sim! E por tempo indeterminado!!! E, como mulher, digo que é muito, MUITO, difícil trabalhar e cuidar do filho. A responsabilidade maior fica comigo. Amamento de dia e de madrugada. Quando ele fica doente, quem passa a noite acordada vigiando a febre? Eu! Quem faz a comida dele? Eu! Seria muito justo que eu parasse de trabalhar para cuidar do meu filho. Eu, particularmente, não faria isto, mas acho justo, sim, que o marido sustente a casa sozinho e que pague pensão caso arrume um rabo de saia por aí e resolva dar um pé na bunda da família. Mulheres e homens não são iguais, principalmente quando se fala em gravidez e maternidade. É preciso tratar com diferença aqueles que são desiguais para que a justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  39. É claro que cada caso é um caso, mas a afirmação do juiz é clara: 'Marido não é órgão previdenciário' e isto fica claro na questão de pensão alimentícia à mulher, que neste caso é jovem e sadia. O Magistrado tem sempre que ter a sensibilidade de cada caso, mas convenhamos que muitas mulheres (não todas) quando separam se tornam "dependentes" do ex marido como se este fosse órgão previdenciário vitalício e olha que para se aposentar hoje você tem que cumprir muitas exigências. Sou a favor de que pensão seja por um período de no máximo um ano, para que a pessoa possa se inserir no mercado de trabalho e se auto sustentar.

    ResponderExcluir
  40. Homens, parem de casar com a bunda e passem a se casar com o cérebro que vcs não terão esse problema, afinal, mulher inteligente (nos dias de hoje) que tenha algo a mais que a bunda,não fica em casa bancando a Amélia. Mulher é tudo golpista? Muitas são...mas não nos enganemos: você homem, que tem uma gostosa ao seu lado, que não estuda e não trabalha e que além da bunda, não tem mais nada, me responda: Sério, você acha mesmo que ela está com você por que ela gosta de você? Ou melhor, você se acha bom o suficiente para, aos 60 anos (por exemplo), tá pegando uma de 20? Mulheres usam o sexo para conseguir dinheiro e homens usam o dinheiro para conseguir sexo...os dois são fúteis. A única diferença é que um se ferra mais que o outro...simples assim. Eu não consigo conceber que alguém aceite uma mulher que não tenha uma boa formação e não assegure o próprio sustento...se não tiver levando alguma vantagem...deixem de mi mi mi e passem a valorizar a mulher pelo conteúdo, ao invés de valorizarem a embalagem. Querem uma mulher troféu? Paguem por isso. É mais honesto.

    ResponderExcluir
  41. Para mim depende de cada caso. Há muitos cônjuges, principalmente mulheres que abandonam a sua vida profissional em prol da família por "n" razões. E após anos de dedicação ao lar, família e até mesmo força de trabalho em empreendimentos familiares, acontece um divórcio e essa pessoa fica desamparada, e não consegue muitas vezes provar tais circunstâncias na justica. Já vi muitas histórias de mulheres que após um divórcio viram-se em situações difíceis economicamente por ter optado a cuidar da família exclusivamente. E ao chegarem a idade madura se vêm abandonadas. Acredito q neste caso tem que haver pensão sim. E vitalícia, principalmente se no divórcio não teve culpa

    ResponderExcluir
  42. Para mim depende de cada caso. Há muitos cônjuges, principalmente mulheres que abandonam a sua vida profissional em prol da família por "n" razões. E após anos de dedicação ao lar, família e até mesmo força de trabalho em empreendimentos familiares, acontece um divórcio e essa pessoa fica desamparada, e não consegue muitas vezes provar tais circunstâncias na justica. Já vi muitas histórias de mulheres que após um divórcio viram-se em situações difíceis economicamente por ter optado a cuidar da família exclusivamente. E ao chegarem a idade madura se vêm abandonadas. Acredito q neste caso tem que haver pensão sim. E vitalícia, principalmente se no divórcio não teve culpa

    ResponderExcluir
  43. A maioria dos homens nem paga pensão, minha mãe me sustentou sozinha. Agora que tenho estudo e minha vida feita meu pai lembra que tem filha. E essa realidade é bem comum em diversos lares!!! Sou professora e vejo isso se reproduzir em muitos locais. A maioria dos homens se lembra da prole quando a mesma lhe trará algum benefício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que concordar com voce, muitos homens agem desta forma. Pra mim não existe ex filho.

      Excluir
  44. Essa Mara já demonstrou ser mais uma mal amada, dê as mãos à "Vivi". Querem igualdade de direitos, acho justo, mas não querem igualdade de deveres, e o país continua essa merda por conta de pessoas inescrupulosas como essas, acham que filho é bilhete de loteria. Merdas como essa tal de Mara e essa Vivi que se ferram perante juízes sensatos. Vá trabalhar, lavar uma roupa, fazer algo de útil na sua vida, sua satisfação será maior do que a atual satisfação de ser apenas um verme sangue suga.

    ResponderExcluir
  45. Minha ex queria estipular uma pensão absurdamente alta, eu pagava um dos colégios particulares mais caros da minha cidade para meus filhos pensando no futuro deles, gastava uma grana alta com supermercado, água, luz, internet e telefone, bancava 100% das despesas da casa e das crianças, me desdobrava em mil para não deixar faltar nada, meus país sempre me ajudando. Andei muito tempo de carro popular e moto velha sem reclamar, e confesso, até feliz pois sabia que meus filhos teriam uma vida mais fácil que a minha é isso era mais do que um motivo de enorme orgulho para mim. Um dia a ex descobriu que eu não voltaria mais para ela, tirou os meus filhos do colégio particular, os colocou em colégio público integral para não ter que ficar por conta deles e mudou de endereço. Fiquei meses e meses sem poder os ver, entrei na justiça pedindo a guarda dos mesmos pois o futuro deles estava sendo prejudicado mas aonreencontra-los já eram outras crianças. Assistente judicial e psicóloga da justiça constataram alienação parental gravíssima. O que ela fez? Falsas denúncias, Maria da Penha. Tentou a pensão absurda e ganhou do juiz meio salário mínimo, compatível com os gastos atuais com meus filhos. Hoje eles não têm colégio particular, não fazem natação, não tem psicólogos e nem fonoaudiólogos por conta de uma péssima mãe que os privou de tudo. O futuro? Espero que não esteja perdido. O valor é justo? Não, eles merecem mais, mas pagar uma fortuna para ficarem em colégio público, recebendo cesta básica do governo? Não é justo. Existem mãe e mães e existem pais e pais. Esse desembargador deu um grande passo... Vamos ver o que encontramos para frente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Manini"s há casos e casos. Mas infelizmente vemos muita mulheres como meras parideiras e querendo se encostar na pensão dos filhos, não querem contribuir com nada, apenas exigem.
      Ainda bem que juizes do seculo XXI estão mudando esta relação de pensão como previdencia. Desejo-lhe sorte com seus filhos, porque ninguem merece uma mãe destas ou melhor, parideira.

      Excluir
  46. direitos iguais significa responsabilidades iguais também, isso quer dizer tanto a mulher quanto o homem tem a responsabilidade pelos seus atos então porque razão o homem tem que sustentar uma mulher que tem toda condição de refazer sua vida só ou ao lado de outra pessoa a responsabilidade deve ser cobrada dos dois, mais com os filhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. É por aí mesmo. Maior, vacinado, com saúde, não tem o porque receber pensão do ex para o resto da vida.

      Excluir
  47. E como fica a pensão em caso de morte do companheiro, após 16 anos de convivencia se o casal ñ tinha filhos?

    ResponderExcluir
  48. STJ - O Tribunal da Cidadania

    Quarta Turma dispensa ex-companheiro de pagar alimentos definitivos
    2015-05-22 11:09:00.0

    A obrigação de pagar alimentos a ex-cônjuge é medida excepcional, segundo a jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em julgamento de recurso especial, a Quarta Turma ratificou esse entendimento ao converter alimentos definitivos em transitórios.

    No caso apreciado, o casal viveu em união estável por 16 anos. Em 2007, houve a separação, e o juiz fixou alimentos provisórios em quatro salários mínimos em favor da ex-companheira, de 55 anos.

    Em 2010, o alimentante foi exonerado da obrigação. A sentença levou em consideração as boas condições de saúde da mulher e sua escolaridade (nível superior), concluindo pela desnecessidade do sustento e pela possibilidade de sua inserção no mercado de trabalho.

    O acórdão de apelação, entretanto, reformou a decisão para estabelecer alimentos definitivos no mesmo valor de quatro salários mínimos. De acordo com a decisão, após um convívio de mais de uma década e habituada ao padrão de vida proporcionado pelo ex-companheiro, dedicando-se apenas à criação dos filhos, não seria razoável obrigá-la de imediato a se recolocar no mercado de trabalho sem garantir as condições necessárias para isso.

    Medida excepcional

    No recurso especial, o ex-companheiro alegou que "somente a incapacidade laboral permanente justifica a fixação de alimentos sem termo final" e que “mesmo que sejam fixados excepcionalmente sem termo certo, uma vez assegurado ao alimentado tempo hábil para se inserir no mercado de trabalho, é possível a cessação da pensão pelo decurso do lapso temporal razoável, sem necessidade de alteração do binômio necessidade-possibilidade".

    O relator, ministro Luis Felipe Salomão, acolheu o argumento de que não há necessidade permanente de sustento. Ele destacou que a obrigação de pensão alimentar para ex-cônjuges vem sendo considerada uma excepcionalidade, incidente apenas “nas hipóteses em que o ex-parceiro alimentado não dispõe de reais condições de readquirir sua autonomia financeira”.

    Ao levar em consideração as particularidades do caso – tempo da separação, cerca de seis anos de pagamento da pensão, capacidade física, mental e técnica (formação em ensino superior e um trabalho de confecção de bolos e doces caseiros mencionado nos autos) –, Salomão decidiu estabelecer prazo de dois anos para a exoneração definitiva dos alimentos.

    O prazo é adequado, segundo o ministro, para que ela “procure, enfim, inserir-se no mercado de trabalho de modo a subsidiar seu próprio sustento”.

    O número deste processo não é divulgado em razão de segredo judicial.

    ResponderExcluir
  49. Claro que esta decisão é especifica para o caso analisado, não será estendida a todos os processos. Mas é uma avanço a justiça pender tanto para ex mulher. Quanto aos filhos, ah... estes tem e devem ser resguardados tanto financeiramente quando emocionalmente por ambos.

    ResponderExcluir
  50. Bem, no caso de uma separação o correto seria jamais ir para a justiça para conseguir alguma coisa. Homens ou mulheres que deixam um casamento com filho, devem simplesmente fazer de tudo para dar condições ao mesmo. Imaginem você ter um filho e deixar ele de lado ou até "esquecer" só porque separou-se? Quando houver a necessidade de alguma lei para isso deveria ser para prender esse pai ou mãe que não querem ajudar na criação da criança.

    ResponderExcluir
  51. Muito bem discutido aqui por todos, opiniões são antagônicas e normalmente ou puxa para um lado ou para outro. No entanto, vivemos em épocas de direitos iguais, abaixo o machismo, etc etc etc, mas nessa hora, algumas mulheres se colocam como vitima, e não estou aqui discorrendo sobre os direitos da criança, isso não se discuti. Agora uma pessoa querer justificar que por conta de menstruação ou regra como queiram tem direito a metade de um bem adquirido com esforço apenas de uma parte, ai já é demais. Hoje em dia a mulher não aceita mais estar sob a guarda masculina, ela já adquiriu seu espaço e cada vez continua alargando suas fronteiras, então pra mim essas mulheres com esse pensamento menstruado, deveriam virar prostitutas, assim ganhariam muito dinheiro, embora digam que essas mulheres tem vida fácil, ao meu ver de fácil não tem nada. experimentem pra verem!

    ResponderExcluir
  52. Vejo muitos apoiarem e outros sendo contra, só com o que colocaram na postagem não tem como saber ao certo o que ocorreu.
    Esses empreendimentos do ex marido foi adquirido quando estavam juntos? Se sim e ela estava casada corretamente, tem direitos nesses empreendimentos; o cara tem corretora, se ela agiu corretamente desde o início da relação, que vá trabalhar na corretora porque terá direito nela.
    O que deu pra ver é que ela está querendo aposentar em cima do ex marido, só quer saber de pensão e não quer trabalhar.
    Tenha dó e vai trabalhar.

    ResponderExcluir
  53. Pq a mãe fica com o filho, passa as noites acordadas qd está doente, auxilia nos estudos, cozinha pra ele, coloca pra dormir, deixa de sair, etc... E outra, dependendo do valor da pensão da criança, você deve saber que a responsabilidade maior sempre acaba sendo da mãe ne? Passar 2 fins de semana no mês e fácil amigo...

    ResponderExcluir
  54. A mulher possui duas armas que nem o exercito mais poderoso do mundo e nem qualquer homem sobre a terra, já mais terão. "Saber chorar e abrir as pernas na hora certa".

    Essa senhor ai, deve viver extorquindo algum pobre homem que teve o azar de dormi c ela.
    Os homens não ficam prenho nem menstruam, a mulher fica gravida por nove meses e depois amamentam. " Que culpa tem os homens se Deus foi que fez assim? vai mandar ele dá dinheiro p vc. sua tola"

    ResponderExcluir
  55. infelizmente na maioria dos casos filhos se tornaram fonte de renda....tenho 2 filhos nunca pedi e nem pediria pensão...trabalhei durante o dia estudei a noite,,,,deixei de comprar coisas pra mim pra dar a eles pelo simples fato que na hora de fazer eu estava lá participativa embora casada quem não tomou as providencias foi eu....quem engravida e a mulher então ela deve ter cuidado.... se vai fazer filho tenha consciencia de que vai ter que sustenta-los .....algumas pedem pensão e ficam o dia todo coçando,na manicure e nem sequer cuidam de suas crianças,

    ResponderExcluir
  56. Antes de casar o melor é fazer um contratinho e deixar tudo bem claro, principalmente para aqueles que fazem tudo inclusive dissimuladamente para a mulher não estudar e trabalhar. Considerem os serviços domésticos prestados durante os anos em que estarão juntos e cujo cidadão irá usufruir ( os mais abastados pagarão por serviços de profissionais externos e não usarão a sua própria esposa para economizar e gastar com as belezuras na rua): Tenham em mnte os custos dos serviços, afinaltrablhao é trabalho...ou casamento é para a mulhe a armadilha do trabalho escravo???
    Vamos so custos:
    Lavadeira: 600,00
    Passadeira: 400,00
    Cozinheira de forno e fogão: 2.000,00
    Enfermeira: 1.073,00
    Professora particular: A hora-aula é R$13,20 considerando 1 hora/dia x 6 dias = 79,20 x 4 = 316,80
    Personal Organizer: A média que se cobra pelo serviço varia de R$ 90 a R$ 120 por hora ou diárias de cerca de R$ 600 - Considerando que vc organize a "bagunça" oriunda de toda a familia 2 x por mês = 1.200,00
    Babá: Trainee segundo o SINE:R$ 944.58
    Amante: 2.000,00 bolsa aprovada pelo Senado Federal.
    Total: R4 8. 534,38. x 12 meses = R$102.412,56.
    Sem falar que o regime é de 24 horas de trabalho ao dia..ou seja à disposição.
    Favor incluir adicional noturno e auxilio periculosidade ( muitas andam dormindo com o inimigo) ......CONTRATO PRE NUPCIAL INCLUSIVE PREVENDO MULTAS EM CASO DE TRAIÇÃO!! ....prevenir é melhor que remediar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quebrar uma boa pedra numa boa pedreira você não quer, não é mesmo?

      Excluir
  57. Casamento é para quem pode!! Já viu os custos ai? Mulheres trabalhem, economizem , façam seu patrimômio e se eles estão achado caro, é por que não tem competencia para ter uma mulher..e mulher tem de ser muito cara mesmo....jóias, perfumes das melhres griffes, cabelos e unhas impecáveis, cuidados com a pele, andar elegante e bem vestida...nosso luxo nós pagamos e eles adoram...mas em casa mulher que se preza não paga nada...ó investimento para estar bonita cheirosa e gostosa já fazemos muito para eles..e alguns deles nem merecem !! Esses chuta, incompetencia é dificil de aturar..mulher gosta de homens fortes, cultos, senisveis, viris,
    poderosos e que sabem ter atitudes para faze-la desejar estar com ele sempre. O restante que não é capaz que morra.... de inveja...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tal um servicinho digno? Nisso a santa não pensa, não é?

      Excluir
  58. Antes de casar o melor é fazer um contratinho e deixar tudo bem claro, principalmente para aqueles que fazem tudo inclusive dissimuladamente para a mulher não estudar e trabalhar. Considerem os serviços domésticos prestados durante os anos em que estarão juntos e cujo cidadão irá usufruir ( os mais abastados pagarão por serviços de profissionais externos e não usarão a sua própria esposa para economizar e gastar com as belezuras na rua): Tenham em mnte os custos dos serviços, afinaltrablhao é trabalho...ou casamento é para a mulhe a armadilha do trabalho escravo???
    Vamos so custos:
    Lavadeira: 600,00
    Passadeira: 400,00
    Cozinheira de forno e fogão: 2.000,00
    Enfermeira: 1.073,00
    Professora particular: A hora-aula é R$13,20 considerando 1 hora/dia x 6 dias = 79,20 x 4 = 316,80
    Personal Organizer: A média que se cobra pelo serviço varia de R$ 90 a R$ 120 por hora ou diárias de cerca de R$ 600 - Considerando que vc organize a "bagunça" oriunda de toda a familia 2 x por mês = 1.200,00
    Babá: Trainee segundo o SINE:R$ 944.58
    Amante: 2.000,00 bolsa aprovada pelo Senado Federal.
    Total: R4 8. 534,38. x 12 meses = R$102.412,56.
    Sem falar que o regime é de 24 horas de trabalho ao dia..ou seja à disposição.
    Favor incluir adicional noturno e auxilio periculosidade ( muitas andam dormindo com o inimigo) ......CONTRATO PRE NUPCIAL INCLUSIVE PREVENDO MULTAS EM CASO DE TRAIÇÃO!! ....prevenir é melhor que remediar!

    ResponderExcluir
  59. Antes de casar o melor é fazer um contratinho e deixar tudo bem claro, principalmente para aqueles que fazem tudo inclusive dissimuladamente para a mulher não estudar e trabalhar. Considerem os serviços domésticos prestados durante os anos em que estarão juntos e cujo cidadão irá usufruir ( os mais abastados pagarão por serviços de profissionais externos e não usarão a sua própria esposa para economizar e gastar com as belezuras na rua): Tenham em mnte os custos dos serviços, afinaltrablhao é trabalho...ou casamento é para a mulhe a armadilha do trabalho escravo???
    Vamos so custos:
    Lavadeira: 600,00
    Passadeira: 400,00
    Cozinheira de forno e fogão: 2.000,00
    Enfermeira: 1.073,00
    Professora particular: A hora-aula é R$13,20 considerando 1 hora/dia x 6 dias = 79,20 x 4 = 316,80
    Personal Organizer: A média que se cobra pelo serviço varia de R$ 90 a R$ 120 por hora ou diárias de cerca de R$ 600 - Considerando que vc organize a "bagunça" oriunda de toda a familia 2 x por mês = 1.200,00
    Babá: Trainee segundo o SINE:R$ 944.58
    Amante: 2.000,00 bolsa aprovada pelo Senado Federal.
    Total: R4 8. 534,38. x 12 meses = R$102.412,56.
    Sem falar que o regime é de 24 horas de trabalho ao dia..ou seja à disposição.
    Favor incluir adicional noturno e auxilio periculosidade ( muitas andam dormindo com o inimigo) ......CONTRATO PRE NUPCIAL INCLUSIVE PREVENDO MULTAS EM CASO DE TRAIÇÃO!! ....prevenir é melhor que remediar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a tipica interesseira nao faz nem metade disso acabou mulher desse tipoo e isso ai homem faz brincando se for cobrar mesmo td isso homem prefere fazer curso que sai mais barato em torno de 100 reais por curso mes por 6 meses kkkkkkk te toca a pirocada vale por baixo 15 mil buceta e tudo igual depois que mete kkkk

      Excluir
    2. arrebentou com ela HAHAHAHHAHAHAH

      Excluir
    3. Você esqueceu de cobrar a noitada de sexo. Qual o seu preço para botar na lista?

      Excluir
  60. tem muita mulher já entrando em uma relação pensando em dar o golpe, em função de uma pensão alimentícia,porquê trabalhar que é bom não gostam....

    ResponderExcluir
  61. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  62. quando os homens acordarem e começarem a fazer vasectomia vai acabar com essa palhaçada o negocio é só fuder mesmo e cair fora!!!

    ResponderExcluir
  63. pensao por 21 anos em torno de 30 mil colocando o salario base o minimo vasectomia de 800 a 2000 reais, acordem rapaziada! vamos esvaziar o mundo ai quero ver continuar com essa palhaçada

    ResponderExcluir
  64. Me separei a pouco mais de uma ano de União Estável. Não houve divisões alguma e cada um seguiu a sua vida, lutando por si mesmo e conquistando com seus esforços. Criamos uma filha linda, ficando um tempo cada e tudo funciona perfeitamente bem. Ela, Mulher, não ficou apegada e interesse está fazendo por ela mesmo e tendo sucesso. Nada de briguinhas e ambições, ou desculpas que mestrua,amamenta, é 'frágil' ou outros. Isto é exemplo de alguém (mulher) capaz de vencer qualquer adversidade, agente ou não da separação. É feliz, inteligente e não depende de favores.

    ResponderExcluir
  65. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  66. E mulher não é otária para ficar cuidando da casa e cumprindo suas obrigações matrimoniais e depois levar um "pé na bunda", ou "tchau e benção" sem nada de ganhos $$$.

    ResponderExcluir
  67. na hora de subir na piroca as fia gosta, mas na hora de cuidar do filho é outra estória....conselho as vagabundas....comprem um vibrador....de preferencia BEM GRANDE...

    ResponderExcluir
  68. E complicado este tema...Filhos, concordo que o pai tem obrigações sim...Mas hoje em dia as mulheres, não todas mas acredito q a maioria ,aproveitam sim da cituação...tenho um amigo que se separou e sempre trabalhou e paga uma pensão absurda para sua ex que o infernizava muito e a lindona ainda pedia coisas por fora ,alem do que foi estabelecido na justiça e ele ainda dava..ele passou tres meses desempregado e mesmo ajudando a lindona ainda quase o colocou na cadeia por que atrasou a pensão, ela disse que seu maior desejo era velo na cadeia só porque ele pediu divorcio,ela não trabalha vive do dinheiro q seria do filho dele afinal trabalha pra que tem uma penção corda e pra dar mais odio mando uma mensagem no celular dele dizendo assim: quem manda ser trouxa agora sustenta a sua familia e a minha kkkkk...meu amigo hoje é casado novamente...acompanhei tudo q ele passo agente se engana com as pessoas...E acho um absurdo pq 30% do salário ate as horas extras que ele faz vai pra ela decimo terceiro e etc q isso acho um absurdo ,aonde fica a parte dela, deveria ser igual se o ex paga mil reais a ex esposa tem a obrigação de dar a mesma quantia..O que parece é que os homem pagam pela relação toda como se elas cobra sem com juros o tempo junto o casamento o filho q ela decidiu ter por favor vamos combina oque tem de mulher que não se garante e aruma filho pra ganha penssão não ta escrito, filho os dois tem que querer e tem muita mulher q não se cuida e depois fica ai como coitada ,tem que ser uma decisão dos dois ter um filho... filho é uma benção e não cupom premiado...E qué sabe se a mãe não tem condição de cria seu filho o pai deveria possuir a quarda se assim ele desejar,acredito que esse regra de que o filho tem q fica com a mãe é bobagem tem pai que é muito mais pai que muitas mãe por ai, isso também acabaria com a putaria...

    ResponderExcluir
  69. Não é fácil ser legislador nem juiz para casos como esses. Viemos de muitos séculos de uma sociedade machista, sem direito para as mulheres. Infelizmente a mudança de paradigma ainda não se completou totalmente. Hoje pequenas empresas não contratam mulheres com possibilidade de engravidar por conta dos enormes prejuízos que teriam com a licença maternidade. Sou a favor de direitos e deveres plenamente iguais para homens e mulheres: licença paternidade de mesmo período q a licença maternidade, como fizeram agora num país nórdico (acho que foi a Suécia) e, se tiver serviço militar obrigatório, que seja para todas as pessoas, sem dispensa, como em Israel, embora eu preferisse que não fosse obrigatório pra ninguém. Agora uma coisa abominável que a lei pode tentar diminuir é o casamento por interesse material, uma tradição histórica na humanidade, mas não condizente com o que queremos hoje. Um meio fácil é considerar todos os casamentos como separação total de bens, a menos que haja contrato diferente. Que cada um possa trabalhar livremente independente da missão de cuidar dos filhos. Que filho seja uma missão sagrada e não um negócio.

    ResponderExcluir
  70. Mulheres,sem essa de ficar se dedicando a marido. Deixe o canalha em casa e va curtir a vida, fazer seus planos. Pois se vc se dedicar, ser companheira, atuar junto, vem um juizinho de merda como este e da razao pro canalha

    ResponderExcluir
  71. O divórcio é mesmo o oposto do amor. Quando se casam as juras são eternas,os planos são pra sempre. Até que o pra sempre acaba. Aí o inferno na terra acontece. Tudo o que foi construído com esforço, empenho, renúncia de ambos passa a ser monetarizado, numa relação em que parece que apenas um deles esteve lá. É realmente muito triste e degradante para seres humanos e para a sociedade como um ruído que relacionamentos sejam discutidos no Nível aqui apresentado.
    Um dia saberemos onde todo esse discurso sexista terá nos levado como sociedade. Que mundo de "direitos" desprovidos de amore estamos deixando para nossos filhos.

    ResponderExcluir
  72. Agradeço ao Portal Amo Direito pelas notícias e deixo uma sugestão: Sempre que houver notícias sobre decisões que versem sobre um entendimento diverso do convencional, que identifiquem o número do processo (caso seja público) ou até mesmo um Link para o Acórdão ou Ementa do julgamento, ajudando assim os profissionais na utilização dessas teses mais audaciosas.

    ResponderExcluir
  73. Bom,me tirem uma Duvida.
    Meu esposo trabalha no Paraguay,recede 800 R$.
    Foi casado 2 vezes,tem 3 filhos.1 do 1°casamento ele paga 30%do salario minimo.
    e tem 2 do 2° casamento e paga 48,20%.
    Sendo que ele deixou casa parA eles.Enfim nunca interferi sobre isso,mas quase 80% vai em pensao tà certo isso,?Sendo q a ex nao deixa ele ver as filhas,,e quando ela deixa è so na casa,ele nao pode levar para passeios,e se for levar ela tem q ir Junto,sendo que ela tem outros filhos,de 2 anos e outro de 6 mmmeses,ai meu esposo nao pega pq nao tem dinheiro para comprar presentes para tds?Estou casada a 8 anos e pagamos Aluguel,e agora tenho 1 filho,mas eu optei trabalhar emm casa com doces para festa,e ao mesmo tempo cuidar do filho.

    ResponderExcluir
  74. Cada caso é um caso, fico muito pensativo com as diversas opnioes aqui dada, muito machismo, muito feminismo e pouca coerencia, acredito que as condições hormonais feminina não é o caso aqui, acredito que a maioria das mulheres e homens aqui, foram criados de forma machista, pois esta é a realidade da criação Brasileira, homem tem que trabalhar e mulher tem que ficar em casa tomando conta dos filhos, desculpe os homens aqui presentes, é do CARALHO tomar conta de uma casa, parece ser facil mais não é, lavar, passar, varrer chão, fazer comida, todos os dias. Muitos com condições financeiras podem contratar empregadas domesticas(so para constar em média o custo de uma emprega em torno de R$1.200,00), ficando facil a historia, porem a maioria não tem este aporte para sua casa, vamos ponderar com todos os afazeres domesticos se tiver filhos FODEU de vez, pois é lindo ter filhos, porem enchem o saco grau PICA DAS GALAXIAS, cara as crianças tem uma capacidade supra sumo de atrapalhar na hora dos serviços domesticos, dando mais uma pitada quando chega o MARIDAO ainda tem que arrumar a zona que o camarada faz quando chega, sapato para um lado, cueca suja do outro, toalha molhada em cima da cama e por ai vai. Eu falo aqui em nome da MULHER de verdade que é uma guerreira que trabalha muito para poder manter um LAR funcionando não de rapariga interesseira que faz de tudo para se encostar. Agora se o Caso for de uma MULHER de verdade e culmina na separação concordo que o camarada deva manter a mulher ate ela ter condições de conseguir uma colocação profissional. Posso dizer com convicção um dia de trabalho de uma MULHER não é apenas 8 H/DIa, pelo acumulo de funções é + ou - umas 20 hs/ dia, pois no final do expediente ainda tem que sobrar um tempo para rolar um AMORZINHO.RSRS

    ResponderExcluir
  75. Luta pela igualdade dá nisso. Conheço muitos casos bem próximo que a gravidez foi de caso pensando e muitas vezes mesmo que diferente a esse cenário , a esposa no caso quando se torna ex-esposa faz de tudo pra tirar tudo que o cara tem e até o que não tem por puro desejo de vingança , como se não bastasse ainda manda o cara pra cadeia. Seja muito bem vindo mundo moderno , seja bem vinda igualdade . Apenas para algumas mulheres em que a carapuça servir ; Seu pretende usar seu próprio como escudo e arma de vingança por um relacionamento que não deu certo , me desculpe mas não deveria ser chamada de mãe , por filho no mundo até cachorro põe.

    ResponderExcluir
  76. Eu concordo com essa decisão, penso assim: se uma mulher passou a vida ao lado do marido como o caso de uma pessoa que conheço, ele arrumou amante e ela ficou depressiva, teve câncer e varias outras doenças, ela é realmente incapaz de trabalhar, acho que o marido é obrigado sustenta-la já que ela passou a juventude dedicada a ele e aos filhos e dps ele decidiu troca-la por uma menina de 20 anos q acabou com quase tudo q ele tinha.. Mas no meu caso por exemplo, meu ex marido é Ortodontista, dono de duas Clinicas, nos separamos pq ele tbm arrumou amante.. mas sou Jovem e cheia de vida, não preciso ser sustentada por ele, mas nossa filha precisa, entrei na Justiça pra pegar pensão, fui ate ameaçada por familiares dele, a minha advogada falou que eu poderia tirar dele mais de 2000,00 por ele ser rico, mas eu nem quis, quero só uma ajuda pra filha dele pois ele é pai também, ele nos deixou quando ela tinha 3 aninhos ele era apaixonado por ela, nunca deixou faltar nada nem pra ela e nem pra mim, mas dps q envolveu com essa amante ele mudou a cabeça e ja não quis ajudar nem a filha mais, ele tava pagando 300 de pensão quando o combinado pelo Juiz era 30% do salario minimo que foi o q eu quis, mas um belo dia ele me ameaçou de tomar minha filha caso eu continuasse querendo pensão, ele faltou alguns meses acho q 3 meses e eu não corri atrás na justiça, mas com a ameaça eu decidi ir e obrigar ele pagar certinho todo mes, pois não sou rica e ele tinha q ter compromisso mas ja q quando eu cobrava ele me ameaçava, ele ficou preso 4 dias, teve q pagar 5,500 de reajustes e atrasos, agora ele paga certinho, não preciso mais me humilhar a cada mes, recebo dele 580,00 da tranquilo pra ajudar ela, ele só ajuda com isso, mais nada, só de van escolar pago 120,00 nunca pedi nada pra mim, acho falta de caráter sim uma mulher saudável ficar extorquindo ex marido... pensão é para os filhos pq não existe ex filhos, a mulher q se vire pra cuidar dela mesma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe, mas isto não é um pai é um doador de espermatozóides. Fico puto quando vejo isto, pais que se separam da esposa e tambem dos filhos. Me separei a mais de 10 anos e sempre fiz questão de ajudar economicamente e acompanhar minhas filhas em seu desenvolvimento.

      Excluir
  77. Em muitos, talvez a maioria dos casos, a lei está correta, pois há vagabundo que vivem ou não com a mulher, usam-na e depois se separam e não dão apoio a ela e filhos. Porém, há muitas mulheres que se aproveitam da abertura da lei e exploram até o fim ao ex. Essas, acabam por manchar a imagem da maioria.

    ResponderExcluir
  78. Hahaha depois da licença maternidade minha esposa voltou à trabalhar enquanto eu cuidei do nosso filho e quando chegava as 18hs a mãe tinha faculdade 3x por semana e EU CUIDEI DO MEU FILHO, hoje ele esta com 3 anos e vai para a escolinha no período da tarde e EU CUIDO DO MEU FILHO e faço almoço para ele todos os dias, porque SOU PAI, ele é MEU MUNDO e espero um dia ter condições de DEVOLVER à ele TODO AMOR E ALEGRIA que TENHO TODOS OS DIAS NOS ULTIMOS 4 ANOS. Meu nome É Vinicius e ele saberá que é o PAI dele que escreve.

    ResponderExcluir
  79. Sem DR Akwuke um monte de pessoas teriam sido mortos pela ruptura do coração. O meu caso não é diferente de ruptura do coração, eu sou mulher casada com 2 filhos e houve um tempo quando eu estava tendo problema com o meu marido porque ele estava tendo um caso fora do nosso casamento e isso estava me fazendo sentir mal. Então, eu tentei encontrar uma solução para o meu problema, lendo um monte de dicas de relacionamento na internet e foi assim que entrou em contato com DR Akwuke detalhes de contato e com a ajuda de DR Akwuke em Akwukespiritualtemple@gmail.com meu marido deixou a garota que ele estava tendo caso com e ele voltou para mim e nossos filhos. Depois de um trabalho bem feito por DR Akwuke eu senti que ele será injusto se eu manter este segredo para mim e é por isso que eu estou indo para soltar os detalhes de contacto do DR Akwuke agora, ou você também pode alcançá-lo através deste e-mail: Akwukespiritualtemple@gmail.com

    ResponderExcluir
  80. USO INDEVIDO DA LEI MARIA DA PENHA. "Ideia legislativa"

    Precisamos mais do que comentários e curtidas se queremos estar com nossos filhos, Deus nos capacita, vamos sair da zona de conforto e arregacemos as mangas para que hajam mudanças apoiando esta ideia, ficando de braços cruzados mais crianças serão alienadas.

    "A mente infantil dar-nos-á de volta, no futuro, tudo aquilo que lhe dermos agora."

    Você sabe o que é alienação parental? Quais as consequências e sequelas desta para a inocente criança envolvida roubando sua inocência expondo aos exames sexológicos por uma falsa mentira, para o genitor que está sendo alienado e para a sua família, avós, tios, primos?
    Busquem os depoimentos de quem já sofreu isto na pele, agora adultos porque é tão demorado que quando foram crianças não foi possível reparar os erros.
    Somos vários unidos pelo sofrimento em uma luta que parece não ter fim, juntos temos uma força e poder que desconhecemos.

    É inadmissível permitir que uma lei como a Maria da Penha criada para proteger a mulher, depois de tudo que a Maria da Penha Maia Fernandes passou, seja utilizada indevidamente para atingir os filhos afastando do convívio com a outra família e prejudicar o ex cônjuge.

    Para que vire uma sugestão, seja encaminhada formalmente à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e ser apreciada pelos Senadores, tem que receber 20.000 (vinte mil) apoios em 120 dias que é seu prazo de publicidade (22/02/2016 até 21/06/2016).
    Se trata de proposta de projeto de lei ou de emenda à constituição. Ficará a juízo dos Senadores a conversão da ideia em proposição e posterior aprovação ou rejeição. É nosso dever contribuir com a função legislativa do Senado.

    -Acesse o link: https://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=48549
    -Preencha o nome completo; email; o código de validação da imagem e depois clicar em eu apoio.
    -Você receberá um email é só clicar no link e pronto, o seu apoio foi registrado com sucesso!
    -Mas tem que validar através do email senão o voto não vale.
    -Apoiem e Compartilhem esta informação.

    "A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta." Rui Barbosa.
    (11/03/2016 COMPLETAM 373 DIAS SEM NENHUM CONTATO COM A MINHA FILHA DEVIDO UMA MEDIDA PROTETIVA)
    Curta e compartilhe: Amor de um pai muda o mundo
    https://www.facebook.com/Amor-de-um-Pai-muda-o-mundo-unidos-contra-a-falsa-acusação-de-abuso-sexual-906554906047770/?fref=nf
    "unidos contra a falsa acusação de abuso sexual, contra a imputação de falsas memórias na criança e contra a alienação parental”.

    Desistir jamais. Fique com Deus.

    Ronaldo Gomes Manzaro.'.

    ResponderExcluir
  81. Nada mais que justo, essa mulherada a vida delas é pensar só no hoje não pensa no amanha, gastam o dinheiro tudo com besteiras quando se separar ainda que ter direito sobre os bens de quem lutou deixou de comprar as coisas para ele pra dar uma teto pra uma qualquer morar.

    ResponderExcluir
  82. O que na verdade há é hipocrisia, tanto o homem quanto a mulher podem criar um filho, porém, tem que se analisar se o pai é um verdadeiro homem e a mulher se é uma verdadeira mulher, pois, existem casos e casos, agora bim querer receber pensão e ficar em casa sem procurar fazer nada aí já é de mais, a criança sim precisa só de ajuda financeira do pai como também amor, carinho etc. Conheço mãe que recebia pensão do filho e nda fazia, quando o filho deixou de receber pois se tornara maior, a mãe ficou sem saber o que fazer pois nunca procurou se profissionalizar. Mts mães procuram sim fazer dos pais e ex maridos uma espécie de aposentadoria. Por fim, uma bela sentença do desembargador.

    ResponderExcluir
  83. Complicado opinar sem ter os fatos. Mas, que as questões de pensão precisam serem revistas, isso é certo. Muitas pessoas se aproveitam da situação, em alguns casos, para se beneficiarem através da pensão. Mas, cabe ao Juiz "medir" a necessidade de cada caso. Não é assim tão simples falar "vai trabalhar". Tem q se analisar o histórico do caso. Ela parou de estudar e se dedicou ao lar por vontade própria, imposição ou comum acordo??? Seis meses para se recolocar no mercado?? Humm, sem estudos?? Sem experiência??? Vai trabalhar como?? Ganhar qual valor?? Não é uma conta fácil de se fazer dependendo do padrão de vida e das condições financeiras do casal. E em relação ao filho, a obrigação é de ambos. Sou separado a 8 anos, não facilitei para minha ex. Banco todas as despesas da minha filha e não dou pensão. Foi o acordo q fizemos. Mas, por vontade própria, eu ajudo no que considero necessário. Mantive seu plano de saúde, ajudo na alimentação e atualmente estou ajudando na sua formação profissional. Não é algo que a justiça precise me obrigar a fazer. É algo que eu, em respeito a quem foi minha companheira por 15 anos considero que merece. Mas, isso não quer dizer que eu não considere que ela poderia se empenhar mais. Infelizmente, ficou muito claro que ela "se acomodou" quando comecei a ajuda-la. Esse é o problema da pensão. Faz a pessoa se acomodar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente com você! E sou mulher, para que fique claro.

      Excluir
  84. "Não existem pessoas iguais, quem dirá direitos iguais" foi a frase que ouvi no meu primeiro dia de aula do curso de Direito. Sei que esse caso julgado diz respeito apenas às partes envolvidas, e que o que ali foi dito serve apenas para aquele caso, mas gostaria de deixar também minha opinião, ainda mais depois de ter lido alguns. O grande problema envolta dessa discussão não está em reconhecer quem tem razão ou não, mas apenas o fato de que a sociedade em peso tem uma ideia muito equivocada do que é o casamento. E pior, as pessoas iniciam suas relações e casam-se sem nem saber as expectativas do outro em relação ao casamento. O homem quer casar para ter uma escrava doméstica e sexual ou uma companheira? A mulher casa para se escorar no marido e realizar seus sonhos maternos ou para ter um companheiro? Sinceramente, quem casa achando que vai ser feliz está enganadissimo! Vamos mudar a cabeca e a cultura brasileira de achar que casando todos os problemas serão resolvidos. Mulheres: parem de esperar pelos homens; parem de procriar achando que terão sempre quem lhes sustente; corram atrás das suas vidas e não façam do casamento um ideal de vida! Homens: parem de achar que o casamento é um hotel + prostibulo; colaborem com suas esposas, incentivem, ajudem. Se não querem isso, deixem claro e não casem!

    ResponderExcluir
  85. Engraçado ninguém fala que os homens vão embora e quem cuida dessas crianças, vai deixar com quem p essa mulher trabalhar sem contar esses velhos safados e trocam suas companheiras de anos por uma novinha e como fica o bem estar dessa mulher, como ela vai trabalhar depois de 40 anos de casada?

    ResponderExcluir
  86. ninguém fala tbm dos que querem ser bancados!

    ResponderExcluir
  87. Meu nome é Audrey, sou de Checa Repulblic Eu vivo em Los Angeles, EUA, eu ter sido casado por mais de sete anos e nenhum problema (baby) para mostrar para ele, eu e meu marido ter ido para lugares diferentes para obter ajuda para mim engravidar, mas todos os nossos esforços onde infrutífera. Meu marido tornou-se cansado de mim e começou a me acusar de a causa do nosso problema. Tentei fazê-lo acreditar que eu não sei por que não pode engravidar. Mas, como um homem que ele paga ouvidos às minhas palavras. Chegou a um momento em que ele me deu um ultimato para deixar sua casa. Tornei-me mais louco e inquieto. I procurar ajuda inclusive onde não há ajuda. Meu marido finalmente me enviou embalagem após cinco anos do nosso casamento. quando eu estava na casa dos meus pais eu ainda estava à procura de uma solução até que eu conheci um velho amigo de escola a quem me deu o contato deste feitiço caster Doctor Okosi, ela disse que ele salvou seu casamento também. Entrei em contato com ele para obter ajuda. Ele me disse que nunca é tarde demais, que vou precisar de dois feitiço em um. O que significa um ex-costas soletrar e um feitiço de fertilidade. Na verdade, ele lançou um feitiço para mim depois de 48 horas de sua magia; meu marido chegou à casa de meu pai olhando para mim. Temos de volta juntos novamente. Isso me fez tão feliz. Ainda com seu feitiço fertilidade, fiquei grávida depois de dois meses de seu feitiço. O que um homem poderoso. Eu sou a pessoa mais feliz do mundo. Se você precisar de alguma ajuda, eu recomendo este grande homem para você, eu estou tão certo de que ele irá ajudá-lo a maneira como ele me ajudou (doctorokosispelltemple@gmail.com)
    (1) Se você quiser que o seu ex-costas.
    (2) se você sempre tem pesadelos.
    (3) Você quer ser promovido em seu escritório.
    (4) Você quer mulheres / homens a correr atrás de você.
    (5) Se você quer um filho.
    (6) Você quer ser rico.
    (7) Você quer amarrar o seu marido / esposa para ser
    para sempre teu.
    (8) Se você precisar de ajuda financeira.
    (9) Cuidados Herbal
    (10) Se você não pode ser capaz de satisfazer a sua esposa
    o desejo sexual devido à baixa ereção.
    (11) HIV e AIDS da CURA
    E MUITO MAIS.
    seu e-mail é doctorokosispelltemple@gmail.com

    ResponderExcluir
  88. Estou ouvir a dar o meu testemunho de como eu voltar o meu marido, nós nos casamos há mais de 6 anos e temos dois filhos. as coisas estavam indo bem com a gente e nós sempre feliz. até que um dia meu marido começou a se comportar de uma maneira que eu não conseguia entender, eu estava muito confuso pela maneira como ele me e as crianças tratar. mais tarde nesse mês que ele não voltou para casa novamente e ele me ligou que ele quer o divórcio, perguntei-lhe o que eu fiz de errado para merecer isso dele, tudo o que ele estava dizendo que ele quer o divórcio e que ele me odeia e não quer me ver de novo em sua vida, eu era louco e também frustrado não sei o que fazer, eu estava doente por mais de 2 semanas por causa do divórcio. Eu o amo tanto que ele era tudo para mim sem ele minha vida é incompleta. eu fui para a internet em busca de ajuda foi lá que eu vi tantas pessoas que testemunham sobre este grande mago chamado médico otutu como ele trouxe de volta seus amores queridos de volta dentro de 72 horas nunca acreditam em tudo isso feitiços de uma coisa assim que eu dei-lhe um tentar, então eu contactado otutu dr através de seu e-mail. eu disse-lhe o meu problema e ele me disse para não se preocupar que meu marido vai voltar para mim no prazo de 72 horas, se estou apenas ready.After consultar seu oráculo ele me disse que meu marido tenha sido tomada por outra mulher que ela lançar um feitiço sobre ele que é por isso que ele me odeia e também nos quer o divórcio. então ele me disse que ele tem que lançar um feitiço sobre ele que vai fazer ele voltar para mim e as crianças, 3 dias depois de lançar o feitiço, meu marido me ligou e me disse que eu deveria perdoá-lo, ele começou a pedir desculpas em telefone e disse que ele ainda me ama que ele não sabia o que aconteceria com ele que ele me deixou. era o feitiço que o Dr. otutu, escalado fora nele que o fez voltar para mim, hoje eu e minha família agora estão felizes de novo hoje. obrigado Dr.otutu, para o que você tem feito por mim eu teria sido nada hoje se não fosse por sua grande ajuda. Quero que os meus amigos que estão passando por este tipo de problema amor de receber de volta o seu marido, esposa ou ex-namorado e namorada para contatar este grande homem através de seu mail (drotutuhealinghome@hotmail.com) ou O que é App-lo no 2349051417394 e você verá que o seu problema será resolvido

    ResponderExcluir
  89. Out of the abundance of the heart, the mouth speaks. Am William Hall Bush from NY, USA. My wife EX husband used a spell on my wife and she went back to him. I felt heart broken for i didn't know how to get her back. I did all i could do to get her back with her close friends but nothing worked out. So, in my place of work, i tried searching for help online and i found various testifiers of how a Doctor named Adoda has been faithful & helpful with his spells. I gave it a try by getting in touch with him and i explained my problem to him. Doctor Adoda prepared a spell for me that brought back my wife within 12 to 16 hours after i contacted him. He assured me that nothing can break us apart again and since 2015 till this moment, i have been full of joy with my wife. Contact him today for any kind of help, He is ready to help.. via Email: adodalovespelltemple@gmail.com

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!