Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Jovem escravizada sexualmente mata agressor e é condenada a prisão perpétua

Jovem escravizada sexualmente mata agressor e é condenada a prisão perpétua
goo.gl/NPT2rH | “Imagina aos 16 anos seres traficada para sexo por um ‘chulo’ chamado ‘cortador de gargantas’. Depois de dias a ser continuamente drogada e violada por diferentes homens és perseguida por um predador de 43 anos que te leva para casa dele para te usar para sexo. Por fim ganhas coragem de lutar, dás um tiro e mata-lo.

És presa, julgada como um adulto e condenada a prisão para o resto da tua vida. Esta é a história de Cyntoia Brown. Ela poderá pedir a liberdade condicional quando tiver 69 anos”.

É este o texto que corre nas redes sociais para consciencializar para o caso de Cyntoia Brown. A jovem está presa desde 2004, altura em que tinha 16 anos e matou um dos homens que abusou dela.

Durante o julgamento, a jovem contou que foi agredida, sufocada, arrastada e teve armas apontadas à cabeça durante o sequestro. Os júris avaliaram, porém, que a causa do assassinato foi roubo porque Cyntoia fugiu com uma carteira e uma arma da cena.

O caso de Cyntoia mudou a lei penal do Tennessee, EUA. Sete anos depois da sua condenação, o Estado decidiu banir a condenação de menores de 18 anos por prostituição.

O caso volta à discussão pública com uma investigação da Fox 17 a relembrar o caso com filmagens de Dan Birman, um professor na Universidade do Sul da Califórnia, que tem estado a contar a história de Cyntoia e a pedir que justiça seja feita no seu caso.

Agora, a ele juntam-se celebridades que pedem um desfecho favorável à jovem, que, a partir da prisão, se formou em jornalismo.

Kim Kardashian, Rihanna, Cara Delevingne e Snoop Dog foram algumas das figuras de renome internacional que recorreram às redes sociais para pedir a libertação de Cyntoia. O movimento é conhecido pela hashtag ‘Free Cyntoia Brown’ (Libertem a Cyntoia Brown) e está a tornar-se viral na Internet.

A socialite Kim Kardashian já garantiu que vai reunir com a sua equipa de advogados para que justiça seja feita no caso da jovem.

Também a cantora Rihanna se pronunciou sobre o assunto perguntando onde está a justiça: “Nós mudamos a definição de justiça? Algo está terrivelmente errado quando a justiça deixa passar estes abusadores e a vítima é presa para o resto da vida. A todos vocês responsáveis pela sentença desta jovem, peço a Deus que nunca tenham filhos, porque esta poderia ser a vossa filha“.

Fonte: zap.aeiou.pt

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!