Acompanhe o novo site direitonews.com.br

'OAB estava em grau de dificuldade esperado', dizem candidatos do AM

Nenhum comentário
http://goo.gl/rX7GLm | Centenas de estudantes e bacharéis em direito realizaram a segunda fase do XIV Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil, neste domingo (11), em Manaus. Após o fim da prova, candidatos contaram ter encontrado "pegadinhas" nas questões e consideraram o grau de dificuldade semelhante ao dos últimos exames.

Márcio Leão, de 22 anos, relatou ter feito uma prova boa. Para ele, os estudantes que se empenharam nos estudos devem ter sucesso. "De zero a dez, para quem se preparou, dou nota sete. Não estava tão difícil assim. Nós fazemos da prova da OAB um bicho de sete cabeças, mas quem estuda, se prepara, está sempre antenado e escolhe a área adequada, logra êxito", afirmou.

O candidato ressaltou ainda que a parte mais difícil do exame foi a peça. A segunda faseé composta por uma peça profissional e quatro questões escritas discursivas, sob a forma de situações-problema. O candidato opta por uma das áreas do direito no ato da inscrição: direito administrativo, direito civil, direito constitucional, direito empresarial, direito penal, direito do trabalho ou direito tributário e do seu correspondente direito processual. "A peça foi para mim a parte mais difícil, porque é o tudo ou nada. Se você acertar está dentro, se errar está fora", concluiu Leão.

Harley Sandro, de 40 anos, achou a prova difícil, mas disse ao G1 que já esperava o nível do exame. Ele tentou direito penal. "A prova estava em um grau de dificuldade esperado. Foi muito difícil, teve pegadinhas da FGV, dando dúbia interpretação da fundamentação da peça. As questões também tinha um alto grau de dificuldade, requisitando profundo conhecimento das pessoas que estavam realizando a prova", destacou.

Para Emerson Siqueira, 23, os candidatos devem treinar bastante antes do exame. "É essencial estudar, fazer várias cópias de peça antes, porque se você ficar parado na hora da prova, pensando, o tempo passa e não dá tempo de responder. Cinco horas é pouco tempo para escrever uma peça e responder quatro questões", disse.

A peça de direito tributário foi uma surpresa para os candidatos Edmilson Villas-Boas, 30, e Márcia Souza, 42. "A peça não era uma das esperadas, porque recentemente foi cobrada, mas é de grau médio para fácil, o que poderia ter complicado um pouco o candidato que pode se confundir", declarou Edmilson. "A prova estava complicada, difícil, contudo as pessoas que conseguiram um tempo de preparação e efetivamente se dedicar aos estudos foi relativamente mediana", finalizou Márcia.

Os padrões de respostas serão divulgados na noite deste domingo no site oab.fgv.br. O resultado preliminar na segunda fase será divulgado no dia 3 de fevereiro, e o final, após a apreciação de recursos, no dia 24 de fevereiro.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!