Advogado é preso ao tentar entrar em presídio com celulares e relógios escondidos em vassouras

Um comentário
goo.gl/8Ffz36 | Uma advogado tentou entrar com quatro celulares e seis relógios celulares dentro do presídio de Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os equipamentos estavam escondidos dentro de rodos e vassouras que seriam entregues a um preso.

O caso aconteceu por volta das 20h de quarta-feira (23). Os agentes relataram que o advogado solicitou a retirada do preso da cela e os pressionou para entrar rápido na cadeia.

De acordo com os servidores, eles explicaram ao suspeito que era necessário revistar os itens. Os agentes perceberam que havia produtos dentro das duas vassouras e dois rodos. Por isso, os desmontaram e encontraram quatro celulares, seis relógios-celulares com chips e cartões de memória, três carregadores de celular e três fones de ouvido.

Os agentes prenderam o advogado e o levaram para a Delegacia de Formosa, onde foi autuado em flagrante por facilitar a entrada de comunicação móvel em estabelecimento prisional. Os materiais apreendidos também foram entregues aos policiais. Segundo a DGAP, o suspeito foi liberado após prestar depoimento.

O G1 entrou em contato com a Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Goiás (OAB-GO) e aguarda retorno.

Por Paula Resende
Fonte: g1 globo

Um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!