A Advocacia disruptiva respeitando o passado no ritmo e tempo que você quer! PARTE 2

Nenhum comentário
goo.gl/X91pmu | Segundo Luis Rasquilha, Presidente & CEO da Inova Consulting, ao disponibilizar o seu conhecimento perante a CBN Profissional do futuro, através do seu artigo, “Se todos temos acesso à tecnologia, o que pode ser o diferencial de performance nas empresas?”; constata-se que, com a massificação do uso das tecnologias, o profissional do futuro, “do próximo amanhã”, vai se diferenciar em face da sua criatividade, expertise única, talento, capacidade de se reinventar, além de ser estimulado a resgatar o propósito da sua atuação profissional. Portanto, na Advocacia, esses diferenciais são, também, necessários.

Avançando...

Podemos fazer um quadro sintético deste cenário:

a – Criatividade - Com a inteligência artificial, há a realização de trabalhos mais rápidos, com uma estrutura mais racional, objetiva, direta, eficiente e, por enquanto, sem a criatividade humana. Conhece a Sofhia? É o primeiro robô que recebeu a cidadania árabe (https://www.youtube.com/watch?v=5nCVE76LqZQ ). No sentido oposto, consta o ser humano com a sua criatividade que proporciona a infinita e constante capacidade inovadora para resolver os problemas da sociedade.

b – A expertise única – Não obstante os avanços tecnológicos constatados com a inteligência artificial, carros autônomos com energia renovável e infinita, identificação através de chip implantável no corpo etc; a sociedade humana apresenta contextos sociais mutantes (movimentos políticos, culturais etc), reveladores da vivência e pensamento comum de um povo sem qualquer relação com a tecnologia.

Considerando a dinâmica da sociedade contemporânea, o profissional do agora e amanhã precisa avançar na sua expertise, pois as necessidades dos clientes revelam a existência da intricada e complexa relação humana. Por exemplo: o STF considera que pessoas do mesmo sexo podem formar família, casar. Com o avanço do conceito de família, o Advogado tem que acompanhar, reciclar, avançar, ser especialista, pois, ao mesmo tempo que o Direito se expande para atender a demanda social, se aprofunda na análise dos seus institutos. Portanto, o Advogado generalista, cada vez mais, perde campo de mercado.

c – Talento – Enquanto a inteligência artificial apresenta uma programação com a infinita recepção de dados que podem ser colhidos através de internet e outras fontes, possibilitando aprender a aprender; somente o ser humano, por enquanto, tem a “centelha” da capacidade da transformação. A vocação é uma característica essencialmente humana a qual esta aliada à construção global do intelecto, das emoções, das relações sociais momentâneas, constantes e duradouras que repercutem na exposição do talento profissional.

d – Capacidade de se reinventar - Será que, realmente, estamos nos adaptando? Será que poderemos evoluir nos próximos anos? Ou... “estamos somente vestindo um novo paletó feito com um novo tipo de material?” Será? Acredito que estamos evoluindo em face das necessidades atuais de sobreviver e que devemos avançar com mais profundidade para superar a fase do auto sustento para o constante avanço mais prático a teórico. Reinventar é, na prática, se transformar com o foco do outro, vivenciar como este reage no mundo

e - O propósito da sua atuação profissional – Por que você é Advogado? Perguntou quando passou no exame da ordem e hoje? Mesmo diante de mais de 1 milhão de ADVOGADOS, temos que ter um propósito. Não importa a área em que atua, pois o propósito é seu e ninguém tem o direito de modificá lo. Internalize, escute a sua alma e vivencie, pois o mundo agradece e, para o seu Adversário Jurídico, “uma pasta de couro cheia de papeis”.

Quem é o destinatário final da tecnologia? A própria ou o ser humano? Considerando que o Ser Humano é o seu criador, sem pensar, é este. Se vivenciar, podemos avançar e reconhecer o quanto a tecnologia precisa do Ser Humano.

Bingo!

Se olhar para si mesmo, antes que seja tarde, ainda pode perceber que a tecnologia é um produto da criação humana, revelador do porquê (Simon Sinek) das suas manifestações. Portanto, vamos avançar, pois ainda temos tempo.

Alan Dias - Advogado estabelecido em Salvador - Bahia

e-mail - alandiasadv@gmail.com

ARTIGO RECOMENDADO:

A Advocacia disruptiva respeitando o passado no ritmo e tempo que você quer!

______________________

Alan Dias
Advogado especialista em Direito Civil e com o foco da pessoa
Deve-se ter o foco do Ser Humano, pois este é o destinatário final do Direito. Contatos: e-mail - alandiasadv@gmail.com, tel.71-26265246, cel. 71- 988533593 WhatsApp - 7188533593.
Fonte: Jus Brasil

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!