Concursos para a área de Direito têm mais de 500 vagas abertas; salários de até R$ 27 mil

Nenhum comentário
goo.gl/TEB8HP | O interesse por esse tipo de concurso atrai tanto pela estabilidade como pelo valor do salário. A maior remuneração está no processo seletivo aberto pela Defensoria Pública do Maranhão, onde chega a R$ 26.125,15. São somente oito vagas e as inscrições podem ser feitas em www.concursosfcc.com.br até o dia 05 de novembro.

O segundo maior salário e o maior número de ofertas de vagas está no Tribunal de Justiça de São Paulo. Os candidatos devem ter bacharelado em Direito e três anos de atividade jurídica. São 310 vagas com salários de R$ 24.818,71. O concurseiro, no entanto, precisa correr, pois as inscrições se encerram amanhã (16). Elas podem ser feitas na página da organizadora do certame no site www.vunesp.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 248,18.

Também há oportunidades na Bahia, com o concurso para o Tribunal de Justiça do Estado. São 50 vagas com salários de R$ R$ 23.284,14 para juiz substituto. Mais detalhes e inscrições em  www.cespe.unb.br.  Vale lembrar, que o prazo se encerra às 18 horas do dia 5 de novembro. “Sem dúvida alguma, a concorrência deste tipo de concurso é bastante selecionada, embora geralmente em média 20% dos inscritos possuam reais condições técnicas de serem aprovados em todas as etapas”, avalia a coach de concursos Jesica Lourenço.

A nível nacional, o destaque fica para a Advocacia Geral da União (AGU). As provas estão previstas para 9 de dezembro. As inscrições para o concurso da AGU terminam no dia 4 de novembro. São 100 vagas para cargos de nível superior com salários de até R$ 6.203,34. As inscrições podem ser feitas em www.idecan.org.br e a taxa é de R$ 95.

Jesica destaca ainda que, em sua maioria, os processos seletivos para advogados são constituídos por quatro fases: provas objetivas, provas discursivas, provas orais e avaliação de títulos. “Todas as etapas apresentam questões com alto nível de dificuldade, exigindo, muitas vezes, uma análise interdisciplinar por parte do candidato, na construção do raciocínio jurídico exigido pela instituição”.

Outras áreas

Até o próximo mês, o Brasil acumula 32.088 vagas em 149 concursos nas mais diversas esferas e níveis de escolaridade. Ainda assim, os concurseiros seguem no aguardo do lançamento do edital para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) . “Os concurseiros que estudam para carreiras policiais estão aguardando ansiosos pela publicação do Edital da PRF. A corporação está com grande déficit e o edital do concurso está em vias de ser finalizado”, completa a especialista em concursos públicos.

EM RITMO DE PREPARAÇÃO

Treino constante:  É importante fazer muitos exercícios e simulados no perfil da banca examinadora. Além disso, estruturar um bom planejamento é a principal chave para um estudo eficiente.

Cronograma: Monte um bom cronograma de estudos, levando em consideração o nível em que você se encontra em cada uma das matérias. Isso também servirá de base para escalonar o tempo dedicado a cada disciplina, conforme o peso na prova. Não espere o edital sair. Comece o quanto antes.

Leitura do edital: O edital é praticamente a “lei” do concurso, pois é ele que vai ditar todas as regras do jogo. Portanto, independente de qualquer análise de edital por terceiros, é fundamental que o próprio candidato faça sua leitura e veja se está enquadrado nas regras do certame.

Questões da área:  O esquema de estudos precisa incluir também o estudo da doutrina e previsões legislativas, atreladas ao entendimento do tribunais superiores – súmulas e informativos.

Priscila Natividade
Fonte: www.correio24horas.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!