Acompanhe o novo site direitonews.com.br

Perguntas para quem pensa em “montar” um escritório de advocacia - Por Ricardo Orsini

Nenhum comentário
goo.gl/9VgKqg | “Quero montar o meu escritório de advocacia”: uma frase que quer dizer muitas coisas diferentes.

E uma coisa que quer dizer muitas coisas diferentes, não significa muita coisa.

Se você está pensando em “montar seu escritório de advocacia”, saiba que você poderá optar por muitos modelos de negócio diferentes.

Modelo de negócio é a forma como você vai organizar os vários elementos negociais do seu escritório.

Na advocacia, “escritório” não significa apenas uma sala onde você trabalha, até porque temos modelos de “escritório” que envolvem mais de uma sala (parcerias), escritórios virtuais e o crescente “home office.”

O modelo de negócios por trás de um escritório não envolve apenas questões relativas ao local onde você trabalha.

Não quero aqui discutir o que é um modelo de negócio, mas trago algumas perguntas para que você entenda que há muita coisa em jogo quando se cogita em montar um escritório.

  • qual a sua proposta de valor?
  • quais os segmentos de clientes que você vai buscar?
  • quais os canais relacionamento com estes clientes?
  • qual será o seu posicionamento?
  • como será seu marketing (digital, presencial, passivo, ativo, de conteúdo, de relacionamento, focado na marca, focado em geração de valor)?
  • quais as atividades você terá que desenvolver para entregar o serviço no nível de qualidade exigido pelo cliente?
  • como será a gestão das rotinas e atividades diárias?
  • que parcerias serão necessárias para viabilizar o seu escritório?
  • qual o modelo societário (ou você trabalhará como autônomo apenas fazendo parcerias)?
  • como você vai manter o fluxo de caixa para ter a segurança de manter a operação no tempo necessário para que você tenha retorno financeiro?
  • quantos clientes você precisa para pagar as despesas do mês?
  • quais os valores você cobrará para quais serviços prestados?

Essas são algumas perguntas que importam em diferentes modelos de negócio.

O que você não pode fazer é acreditar que primeiro você monta seu escritório, investindo seu tempo, dinheiro e conhecimento, para depois ir respondendo estas perguntas com o tempo.

É claro que, num primeiro momento, você não conseguirá responder a todas com precisão.

Mas, no seu planejamento, deverá sempre colocá-las em pauta.

E na execução, ir obtendo respostas mais precisas em função da experiência adquirida.

_________________________________

Ricardo Orsini
Consultor de Negócios para Advogados e Gestor Legal
Imagine que você tenha descoberto uma excelente maneira de atrair clientes para a sua advocacia. Você implementou uma estratégia de marketing que deu certo e está atraindo muitas oportunidades de negócios para seu escritório. Isso significa necessariamente que você terá muitos clientes? Infelizmente não! Muitos que buscam no marketing uma saída para o problema de fluxo de caixa (mais receitas para fazer frente às despesas, ao invés de diminuir as já poucas despesas operacionais) precisam saber enfrentar esse problema. Atrair não significa fechar! Você precisa aprender a atrair, mas se não souber fechar, estará perdendo tempo e dinheiro com marketing. E essa é a nossa missão!
Fonte: orsini.jusbrasil.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!