Após ser abordada por juiz, falsa advogada é presa em flagrante no interior de Fórum

4 comentários
goo.gl/vee48F | Uma falsa advogada foi presa na tarde desta terça-feira, 12, no interior do Fórum de Maricá, localizado no bairro de Araçatiba, na Região Central.

Segundo informações, a mulher estava com uma cliente no interior do Fórum quando foi abordada pelo Juiz da Comarca de Maricá Dr. Ricardo Pinheiro Machado. Ele solicitou que a mulher entregasse o seu registro da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), mas ela informou que não tinha. A mulher identificada como Patrícia Dias Ribeiro, disse que era apenas Bacharel em Direito e acabou recebendo voz de prisão. Uma viatura da Polícia Militar foi enviada para o Fórum e a mulher foi levada para a Delegacia de Maricá (82ª DP).

Na 82ª DP, a Delegada Titular da Distrital, Drª Carla Tavares, enquadrou a mulher pelos crimes de estelionato e exercício ilegal de profissão. Segundo a Delegada, possíveis vítimas da falsa advogada podem comparecer a Delegacia de Maricá para registro de ocorrência.

Ainda segundo a Delegada, caso a mulher não consiga a liberdade provisória no plantão judiciário, ela será encaminhada nesta quarta-feira, 13, para o presídio de Benfica, no Rio.

Fonte: leisecamarica.com.br

4 comentários

  1. Gostaria apenas de fazer um breve comentário sobre esta prisão ilegal e fazer uma consideração a respeito do fato de que a colega advogada não exercia ilegalmente sua profissão, uma vez que por cinco anos se qualificou em uma faculdade de Direito que lhe conferiu um certificado de conclusão aprovando suas qualificações para o exercício da profissão, considerando que o MEC é o órgão que emite e fiscaliza os certificados de cursos superiores no Brasil diria que a nobre colega agiu dentro da lei.
    Agora vejamos, a OAB é uma instituição que foi criada em 1930 como autarquia federal e foi extinta em 1991 pelo decreto 11 do então senhor presidente Fernando Collor de Mello, com isso pondo fim a esta instituição , que desde então tem atuado na ilegalidade da inexistência, portanto se alguém tem que provar a legalidade da profissão e a OAB senhor juiz e não a advogada.
    Essa foi uma das maiores inversões de valores que ja se viu mediante a falta de conhecimento dos nobres magistrados.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza, se alguém aqui está exercendo em ilegalidade, seria a extinta OAB.
    Não a colega advogada.
    Assim é.

    ResponderExcluir
  3. Se quer exercer que passe na OAB. A lei e clara e não há ilegalidade alguma na prisão. Falar isso é o indício maior de incapacidade para o exercício legal da advocacia (ou a frustração por não passar no exame da Ordem).

    ResponderExcluir
  4. Esse pessoal que fala " a extinta oab" ou e retardado ou nao passa no exame nem com macumba.
    É pra acabar.
    Prisao correta!

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!