Direito constitucional: “O Exame da OAB deve ser extinto”, diz Justino de Carvalho

76 comentários
goo.gl/1d7W39 | Após o Justiça Em Foco iniciar uma série de entrevistas com presidentes de Seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em todo o Brasil, sobre a possibilidade de extinção do Exame da Ordem, autoridades vêm e manifestando acerca do tema. Apoiadores e contrários decidiram se manifestar e o Justiça Em Foco abriu espaço para o debate.

Justino Carvalho, auditor federal aposentado e especialista em gestão públicas, faz uma análise positiva da exclusão da obrigatoriedade do Exame da Ordem por parte do governo. De acordo com o especialista, fiscalizar os cursos de Direito não está na alçada da OAB.

“Atualmente, a OAB se caracteriza como uma empresa privada sem vínculo com o Poder Público e não possui autorização do Ministério da Educação (MEC) para fiscalizar os cursos jurídicos. Ela [OAB] não tem a prerrogativa de afastar do mercado de trabalho os Bacharéis em Direito, pois a responsabilidade de realizar esse tipo de filtragem é de competência da pasta ministerial. É necessária uma correção de maneira urgente para estancar corrigir essa anomalia jurídica que prejudica o povo”, avalia.

Em sintonia com o posicionamento de Bolsonaro em retirar a obrigatoriedade da prova, o auditor federal ressalta que na atualidade o Exame da OAB detém apenas aspectos negativos e de reserva de mercado, sem garantir uma avaliação isonômica aos bacharéis em Direito. 

“A posição do Presidente está correta, pois a OAB tira o sonho do bacharel e das famílias que lutam para vê-los exercendo a profissão. Hoje se gasta muito com a formação em Direito, em 05 anos de estudo, para depois disso, ser barrado por uma entidade que os seus serviços deixam a desejar”, critica.

Em sequência, o auditor federal aposentado ressalta que é um direito constitucional o “ensino é livre à iniciativa privada”, diz Justino Carvalho citando o artigo 209 da Constituição Federal.

Fonte: www.justicaemfoco.com.br

76 comentários

  1. Anônimo2/3/19 13:23

    Ridículo, se hoje já existe milhares de advogados ruins imagina depois q excluírem a prova da OAB, vcs "poderosos" que vivem no mundinho intocáveis deles, não tem noção do quanto um advogado ruim pode prejudicar um cliente, vergonha, canalhas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez vc seja um leigo no assunto por este motivo não sabe o que fala. Existem inúmeros bacharéis que tem muito mais capacidade que advogados iniciantes e velhos de profissão. O problema é que ao procurar um advogado a maioria das pessoas escolhem o mais barato, espero q tenha entendido.

      Excluir
    2. O fraudulento exame de ordem vai acabar, devido ser insconstitucional e totalmente imprestável como AVALIAÇÃO.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Existem tipos de pessoas que não sabem esconder suas críticas ridículas, não ver o que essa instituição chamada de OAB é pior do que o roubo que fizeram na Petrobras, uma instituição que se beneficia com a desgraça dos outros é pior do que funeraria, o que se quer aqui é colocar cada um em seu devido lugar, ela não tem competencia para bloquear meu diploma de direito, ela não é o MEC, EM 1991 Ela deixou de existir legalmente mas como ela presenteia muitas pessoas no congresso e nos tribunais continua fazendo o que não é de sua conta.
      Ela tem mais é que cuidar do quadro de seus sócios, saber agradar a cada um se ainda quiser permanecer em pé, pois seu fim está chegando.
      FORA EXAME DE DESORDEM!

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. O exame deve permamecer, vão estudar para passar no Exame.
      Ñ conseguem PASSAR NO EXAME QUE EXIGE requisitos MÍNIMOS, e ainda tem a petulância de desmerecer quem passou no exame.

      Excluir
    7. Tá com medinho egoita?

      Excluir
    8. O fim do exame e uma questão de legalidade. "Advogados"deveriam saber já que se acham mais preparados do que os bacharéis. A propósito, tem presidente da OAB que não fez o discutido exame! A uma prova não prepara e nunca irá preparar alguém para exercer uma profissão. OAB deve sim existir, porém faze o papel dela que é ser conselho da cLasseter dos advogados. Nada mais!

      Excluir
    9. Anônimo3/3/19 09:02

      Uma pessoa que admite ser correto a forma como a OAB avalia os bacharéis em direito deve ser no mínimo retardada. Não existe um edital com os atos normativos especificados que deverão ser cobrados no certame. A avaliação e simplesmente incoerente porque cobra todo o ordenamento jurídico incluindo doutrinas e posicionamentos jurisprudenciais, sendo abusivo dispor de uma avaliação que só será para arrecadar as taxas altas desse exame. Considero justo se o valor for reduzido, a cobrança da segunda fase não for cobrado antecipadamente e o edital especificar as leis que serão cobrados. Acredito que nem os mais renomados advogados respondem as provas atuais.

      Excluir
    10. O babaca seu anonimato ja diz tudo vc é um cagao se identifica palhaço.

      Excluir
  2. Antonio vc é um egoísta que só pensa em seu próprio umbigo, tá com medinho, vai trabalhar e deixa o povo trabalhar.

    ResponderExcluir
  3. Estar correto o Auditor fiscal, essa prerrogativa de fiscalização do curso de Direito é do MEC.

    ResponderExcluir

  4. Me sinto triste em ver tantos comentários negativos a cerca do exame de ordem. Sou advogada com registro na OAB, passei de primeira graças a Deus e sou totalmente a favor do exame. Eu não gastei rios de dinheiro com cursinho como dizem concordo que a prova não meça todo conhecimento necessário apenas o mínimo pois é humanamente impossível a prova abarcar todo conteúdo da graduação.
    E entendo o desânimo e revolta de alguns tenho pessoas da família que levaram 9 anos para conquistar aprovação na oab mas o erro não está na prova e sim na preparação do candidato. Gente treino duro jogo fácil. Simples assim e estou aberta a quem quizer dou dicas de estudos esse é o jeito certo converse com quem foi aprovado veja como foi o que deu certo e não ir contra a instituição o caminho mais fácil não é o melhor eu gostaria que cada um aqui tivesse o prazer de sentir o gosto da aprovação não tem preço é um sentimento único. Foco meus amigos não é batendo falando do inimigo que vencemos a batalha e sim estudando o inimigo, conhecendo a fundo todos aqui são extremamente capazes só estão focando energia do lado errado.Fica a dica para aprovação na 1 fase faça o máximo de provas anteriores, simule as 5 horas de prova, depois corrija a prova, veja o que errou onde acertou. Quando repetir outra prova anote numa folha o que marcou com certeza o que chutou após fazer pelo menos umas 5 provas faça um gráfico simples de quais matérias vc não tem acertado e quais vc só chutou foque nelas estude essas disciplinas e refaça mais provas até que vc consiga tirar a média de 55 pontos aí sim pode ir fazer a prova tranquilo. Não chegue lá e deixe ser pego de surpresa as questões mudam claro mas os conteúdos são os mesmos li todos os comentários aqui e não vi ninguém se propondo a perder um minuto para tentar auxiliar o próximo só discurso de rancor Deus abençoe a todos qualquer dúvida me mande msg no insta @kiannealves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você passou, mas a questão aqui não é sentir prazer em ser aprovado pela OAB, até mesmo que esse exame não garante emprego pra ninguém, tenho colegas que foram aprovados mas não exerce, o justo mesmo é fazer o certo, e o certo é o MEC fiscalizar e não a OAB.

      Excluir
    2. Verdade,passei no nono período,pois desde o sexto,eu complementava as peças não vistas em sala de aula por conta própria, fazia resumos e provas anteriores.
      Pra mim quem não passa é por preguiça de estudar e se em um
      pensa em fazer algum concurso de alto nível,melhor mudar de planos,pois o grau de exigência é muito maior.

      Excluir
    3. Parabéns, eu passei no nono semestre.
      Se ñ tem capacidade de passar em uma prova tão fácil, como defender direitos de terceiros?

      Parem de lamúrias e vão estudar!!!!

      Excluir
    4. O exame é uma loteria, como nao da para estudar tudo, vc tem que ter a sorte de pedirem o que vc entendeu melhor, muita gente vai para a.prova preprado, mas se dá mal pq pedem coisas em que a pessoa nao se aprofundou, por isso ela nao sabe o minimo, pra vcs que passarm, pensem nas coisas que nao estudaram tanto e se fosse elas que a oab tivesse pedido, vcs estariam aqui mostrando que e " facil" passar? E se reprovados vcs achariam nao conhecer o minimo e que foi justo? Gente na primeira va la, mas na 2 a oab barra muita gente por bobagem nao reconhece recurso e fica por isso! Tem que acabar sim! É ba pratica que se aprender a ser advogado de vdd! Tudo na vida é assim! A prova do exame so faz reserva de mercado nao faz de vc hm.bom advogado, vc ê que faz isso!

      Excluir
  5. Anônimo2/3/19 15:21

    Concordo que o exame não deve acabar pois requer o mínimo de conhecimento do candidato, agora o que deve acabar é essa incompatibilidade que diz sobre os gcm's , alegando que os mesmos exercem atividades policiais, enquanto a constituição de 1988, no artigo. 144, não menciona a guarda municipal no rol da segurança pública, só como exemplo o Gcmi, não pode ter a carteira da ordem porque ela diz que o mesmo exerce atividade policial, enquanto que o Gcmi se for pego portando arma de fogo é conduzido á delegacia e autuado por porte ilegal de arma de fogo, vejam que incomgruencia e aí oab? Com vocês a palavra ,conheço vários amigos nessa situação , inclusive familiares que só por causa do entendimento abusivo da oab que está acima da constituição.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo2/3/19 15:35

    Existem profissionais bons e ruins em todas as profissões, mas somente os bacharéis em direito fazem exame para exercerem a sua profissão, é justo isso? Creio que não. Médicos, engenheiros etc., não fazem nenhum exame de Conselho Regional e assim que se formam, podem execer suas profissões, mas o bacharel em direito deve ser o mais burro de todos os tipos de profissionais, porque é o único que precisa passar em um exame depois de formado, para eexercer sua profissão. É isso?
    Creio que não!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo2/3/19 17:38

      OAB tem como função fiscalizar a advocacia e não impor prova para selecionar quem vai ou não advogar. OAB um sindicato de classe que usurpa a função do omisso MEC que não tem culhão para colocar um basta nessa situação deprimente.

      Excluir
    2. Anônimo2/3/19 22:20

      E sabe o que mais, todos gostam de falar mal daqueles que não passaram no exame de ordem e, portanto, não teem suas carteiras. Se esquecem que antes não havia prova, de maneira que, aquele que se formava requeria sua inscrição e pronto. Nessa mesma situação, de não ter realizado prova nenhuma, estão a maioria dos desembargadores do tribunais, ministros e todos os advogados mais antigos. Será que tomaram posse em seus cargos de juízes, promotores, procuradores federais e defensores públicos apenas porque requereram também? Acredito que não. Será que são incompetentes pelo fato de não terem sido agraciados pela Ordem com uma carteira, um registro e um título de doutor? Não, creio que não.
      Sabe o mais? Imaginar que a FGV e Ordem manipulam a dificuldade do certame de acorde com sua livre escolha ee conveniência é o mais triste. Lamentável.
      Por fim, perder órgãos ou membros do corpo por um médico que não foi avaliado por seu conselho de classe.. tudo bem! Ver desmoronar prédios e represas, Pontes e casas com projetos e execução realizados por um engenheiro que não realizou uma prova para fazer parte do conselho dos seus pares... Tudo bem! E assim vai, de exemplo em exemplo a lista de profissionais sem prova se estende. Mas o advogado não! Este ser é diferenciado! Cometa um erro em um processo para ver o que acontece. Tem juiz, promotor, conselho de ética e o advogado da outra parte, prontinhos para te execrar em praça pública.
      Não vou me adentrar na chamada "indústria dos cursinhos" porque é uma história bem estranha e que deve ser contada a parte.
      Enfim, tudo errado.

      Excluir
    3. Anônimo2/3/19 22:26

      O absurdo no exame de ordem vai além de uma prova aplicada por quem não tem competência ou pela omissão de órgão do governo. Infelizmente poucos enxergam.

      Excluir
  7. O QUE NOS GARANTE QUE A OAB...
    Ao perceber o número de advogados no país crescer consideravelmente ano apos ano, em uma medida protetiva visando concorrência excessiva no mercado, não possa fazer provas cada vez mais difíceis para impossibilitar que os baixareis consigam atingir seus objetivos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo2/3/19 22:29

      Este é um dos pontos que poucos enxergam!

      Excluir
  8. Anônimo2/3/19 16:41

    NÃO QUERO SENTIR O GOSTO DE FAZER ALGO ILEGAL E CONSEGUIR, QUERO MESMO É SENTIR O GOSTO DA PRIMEIRA VITÓRIA NO TRIBUNAL!!!!!!!!!! ESTE SABOR SIM É INIGUALÁVEL.....OS BACHARÉIS QUE ESTÃO LUTANDO PARA EXTINÇÃO DA PROVA DA ORDEM, ESTES SIM, SERÃO NOTÁVEIS PROFISSIONAIS POIS NÃO TEMEM MUDAR O QUE ESTÁ "INSTITUÍDO", ENFRENTAM E NÃO ACEITAM CALADOS ESTA ILEGALIDADE, A HUMANIDADE SOMENTE CAMINHOU, GRAÇAS A ESTAS PESSOAS, COMO POR EXEMPLO PEDRO ÁLVARES CABRAL, QUE OUSOU DESBRAVAR O MAR, EM UM NOVO CAMINHO NUNCA FEITO ANTES, DESCOBRINDO ASSIM O BRASIL, THOMAS EDSON QUE OUSOU UNIR DOIS FILAMENTOS, INVENTANDO ASSIM A LÂMPADA, WILLIAN RONTGEN QUE USOU UMA CÁPSULA ENFOCADORA E FILAMENTOS, INVENTANDO ASSIM OS RAIOS-X....... E TODOS FORAM CHAMADOS DE LOUCOS, E HOJE SUAS DESCOBERTAS BENEFICIAM MILHÕES DE PESSOAS, OUSAR É PARA OS FORTES!!!!!! FORTES E BRAVOS QUE PREFEREM UMA MORTE COM BRAVURA À UMA VIDA SEM LUTA. BRAVOS GUERREIROS BACHARÉIS IRÃO CONSEGUIR. ESTE GOSTINHO SIM SERÁ MUITO PRAZEROSO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo!!!!👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

      Excluir
    2. Bela declaração, nós vamos vencer sim está instituição que luta para beneficiar apenas alguns. Que vai contra o que diz a nossa constituição federal. Forte abraço a todos e, vamos a luta Bacharéis.

      Excluir
  9. Anônimo2/3/19 16:43

    DEPOIS DE EXTINTO O EXAME DA OAB, QUERO VER A CARA DE BUNDÃO DE QUEM PAGOU E FEZ A PROVA!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Eu estudo direito e estagio numa vara de fazenda pública, e afirmo: com o exame (que não é difícil, pois a cobrança dos conteúdos horizontal), já é incrível a quantidade de advogados que escrevem MUITO mal, formulam mal os pedidos, etc. Sem o exame, a Justiça Brasileira, que já é abarrotada de processos desnecessários, dada a cultura brasileira de judicializar tudo, vai se tornar um caos maior o que já é. O MEC não tem capacidade de tocar essa atribuição (que em tese, já é dele). Parem de criar factóide e estudem que o exame deixará de ser um "problema".

    ResponderExcluir
  12. EU NÃO SABIA QUE A OAB FISCALIZAVA CURSO JURÍDICO. PENSEI QUE ESSE PAPEL FOSSE DO MEC, ALIAS, NÃO É COM AUTORIZAÇÃO DA OAB QUE NASCE NO BRASIL OS CURSO JURÍDICOS, SIM COM AUTORIZAÇÃO DO MEC, ENTÃO, ASSIM DESSA FORMA CABE AO MEC FISCALIZAR SE OS CURSOS ESTÃO PREENCHIDOS OS REQUISITOS NECESSÁRIOS. AO MEU VER O EXAME DE ORDEM TEM CONSTRUÍDO ADVOGADOS MECÂNICOS QUE DE TANTO FAZER SIMULADOS LOGRARAM EXISTO NO EXAME PERGUNTAS E RESPOSTA PRATICAS E MECANICA UMA HORA A PROVA RODA E VAI ACONTECER, AO INVES DE CONTRAUIR ADVOGADOS PENSANTES, REFLEXIVOS, CRIATIVOS, INTELECTUAIS CRIA ADVOGADOS MECANICOS, TEM SIDO UMA VERGONHA 80 DOS ADVOGADOS QUE ATUAM HOJE NO MERCADO. EU MESMO TENHO UM COLEGA QUE ME PERGUNTO COMO ESSE MEU COLEGA TIROU A OAB PORQUE NEM ESCREVER O CIDADÃO SABE. DIANTE DISSO, MINHA CRITICA É O EXAME DE ORDEM NÃO MEDE QUALIDADE DOS NOVOS ADVOGADOS QUE TODO ANO ENTRAM NO MERCADO, É DE TODO MODO UM MEIO DE ACABAR COM O EXCESSIVO DE PROFISSIONAIS, E UM GRANDE LEVANTE DE DINHEIRO PARA O ORGANIZAÇÃO. AGORA MINHA SOLUÇÃO É QUE SEJA FEITO OUTRO MEIO DE QUALIFICAR OS PROFISSIONAIS DEPOIS DE FACULDADE E O OUTRO MEIO SERIA UM NÚCLEO DE PRATICAS JURÍDICA DE 6 MESES NA EFETIVA ATIVIDADE PROFISSIONAL. MAS O EXAME MESMO ESTÁ PROVADO É UM FRACASSO A CATEGORIA.

    ResponderExcluir
  13. Eu sou a favor do exame sim, desde que nao seja pago a inscrição, que a própria OAB de o curso preparatório graguito e que seja somente a peça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk sonha amigo com cursinho e taxas gratuitas, pq a briga toda da OAB e agregados é manter a arrecadação que o exame trás... a OAB é o pé e os cursinhos, taxas, editoras, etc... são as jabuticabas grudadas neste pé! Mais fácil acabar o exame que as taxas e cursinhos pagos e caros!

      Excluir
  14. A OAB nan tem mesmo competência para impedir o exercício da profissão, este e um mecanismo que a OAB vem se utilizando, a meu ver, para explorar estudantes e bachareis em Direito,sem contanto, se preocupar em aperfeiçoar estudos, práticas jurijuríd, portanto quem pode avaliar a educação é o MEC, o que já é feito por meio do ENADE, e nan a OAB usurpar uma função do Estado,

    ResponderExcluir
  15. Felizmente isso não vai acontecer.

    ResponderExcluir
  16. Se o cara não consegue sequer ser aprovado na prova da OAB....tenho pena de alguém que coloque em suas mãos um processo real perante um juiz.... com certeza precisará buscar um aprovado para tentar consertar o estrago...se ainda for possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tem.pena xe todos aqueles que se utilizam dos trabalhos daqueles que nao precisaram do exame? Tb tem.pena de vc por ter tido aulas com professores que nao fizeram o exame? Tb tem.pena daqueles que sao julgados por magistrados que nunca fizeram prova da ordem e do pais por ter ministros no STF que nao prestaram eata prova? Pense nisso...

      Excluir
  17. Sou bacharel e dou aula a muitos recém aprovados no exame de ordem que coloca a carteira no bolso e não sabe nem por onde começar, apenas passaram na prova,sou favorável a extinção do exame pois ele não mede conhecimento algum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo2/3/19 22:39

      Não existe uma entidade qualificar alguém em dois meses num curso que dura cinco anos, a OAB impôs o exame com uma única finalidade, arrecadar, acompanhando o que o colega disse, eu também tiro dúvidas todos os dias de vários advogados no Brasil, muitas perguntas de calouros.

      Excluir
  18. Anônimo2/3/19 20:22

    Essa reserca de mercado já deveria ter acabado, não é possível que os bacharéis e bacharelas de Direito do nosso País continuem sendo discriminalizados dessa forma por uma minoria centralizadora do poder. Sou a favor do fim dessa pouca vergonha que já dura a anos. Quem pagou e se formou tem o direito sim de trabalhar, não é uma entidade privada que deve dizer se alguém deve trabalhar ou não. Isto é função do governo que é eleito pela soberania do povo. Sou contra esse bis in idem! DAI A CÉSAR O QUE É DE CESAR!!! #fimdoexamedeordem #advogadosim

    ResponderExcluir
  19. Fim desta prova injusta, que não qualifica ninguém, além do que é inconstitucional, fere a CF de morte, so não quem não quer.

    ResponderExcluir
  20. O Exame da OAB foi uma enorme conquista de qualidade do profissional advogado frente a este mercado que exige muita qualidades de seus profissionais!!!!!
    Se depender de mim, este exame da OAB será eterno.
    Com todo respeito,veio para ficar!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo2/3/19 22:47

      Isso não foi uma conquista, engano seu, o exame foi imposto com o fim de arrecadar queira ou não portanto, quem compete a sua realização para autorizar o exercício da profissão é o MEC e não entidade externa.

      Excluir
  21. 2/3/19 20:59
    O Exame da OAB foi uma enorme conquista de qualidade do profissional advogado frente a este mercado que exigem muitas qualidades de seus profissionais!!!!!
    Se depender de mim, este exame da OAB será eterno.
    Com todo respeito,veio para ficar!!!!

    ResponderExcluir
  22. Simplesmente um sindicato que diz quem pode ou não exercer a profissao. Isso deve ser atribuição de um órgão oficial.

    ResponderExcluir
  23. Quem faz colação de grau em Direito promete seguir as leis Constitucionais (CF) e não a estatuto de classe profissional.

    ResponderExcluir
  24. Eu concordo com o Auditor, hoje quantos Dentistas, Médicos e etc pessoas que estudaram e cometeram erros que tiraram vidas, o mal profissional só basta apenas um erro e ele nunca mais terá clientes, a OAB não só oprime o estudante mas também o Advogado com OAB é uma instituição que só pensa nos boys de escritório e é igual lobo para dinheiro, UMA VERGONHA DESCARADA está extinta instituição.

    ResponderExcluir
  25. Prova fácil, exige conhecimentos mínimos.

    Tenham vergonha de protestar pelo fim do exame e vão estudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo2/3/19 22:54

      A teoria não capacita e nem qualifica portanto, não são duas provas que levará um profissional a ser capaz para o seu exercício, quanto mais o tipo de prova que não é aplicada em nenhuma universidade.

      Excluir
  26. Os Advogados que se formaram antes da CFRB não fizeram o exame da OAB. Logo, fica registrado que o exame nao capacita ninguém. Además, esse sabichão que fez o comentário mandando os bachareis estudar para passar na ordem eu pergunto: quantas vezes fizestes o exame? Quatas noites ficasse sem dormir estudando? Agora, eu pergunto a vc: será que tu passa novamente numa prova dessa sem precisar estudar? Ja que eis tao inteligente. Quantas causa ja tivesse sucesso na justiça de um modo geral?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Os que são a favor do exame, o são pq não precisam mais passar por toda tortura novamente, eu gostaria de perguntar( na vdd é uma pergunta retórica), se eles aceitariam a aprovação de um exame periódico, já que a justificativa para não dar fim ao exame é a qualidade do profissional. Ai a gente veria muita opinião contra fim do exame mudando de lado

      Excluir
  27. A OAB deveria, uma vez a cada dois anos, avaliar o advogado atraves de uma prova mais elevada. Aposto que a reprovação seria inedita na primeira avaliação. Quem faz um bom jurista é o dia a dia e não essa prova fantasiosa. Ela não acaba por que se tornou um negócio altamente lucrativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os que são a favor do exame, o são pq não precisam mais passar por toda tortura novamente, eu gostaria de perguntar( na vdd é uma pergunta retórica), se eles aceitariam a aprovação de um exame periódico, já que a justificativa para não dar fim ao exame é a qualidade do profissional. Ai a gente veria muita opinião contra o fim do exame mudando de lado

      Excluir
  28. .....muitos têm que entender de que, o exame da OAB, pois é inconstitucional, e a OAV, Está não possui competência para nada, além de se transformar em uma máquina de arrecadação e isto prejudica todo mundo, pois é isso que todos tem que entender, porque nada disso é legal, e a OAB não é MEC e nem faculdade.

    ResponderExcluir
  29. Tem que acabar com essa prova ridícula só visa lucro para OAB

    ResponderExcluir
  30. Sou a favor do fim do exame, afinal, a pessoa estuda muito para a prova, todas as áreas que caem na prova, ao final das contas, advoga e uma ou duas áreas. A pessoa faz concurso, caem várias áreas, mas na hora de atuar, não atua em todas. Ou seja, o que adianta fazer a OAB 2a fase em civil, se depois vai advogar em penal e acaba esquecendo de todo o resto? Ou vice-versa. Eu posso me dedicar em civil e advogar em civil, minha peça será boa, mas se fizer uma exordial de penal, haverá erros. Da mesma forma, quero ver o advogado com 5 anos de OAB ou mais fazer essa prova e passar, quase que impossivel, sabe porquê? Porque ele não utiliza nem 70% do que cai na prova, e ainda tem a particularidade do ser e dever ser. Prática diferente da teoria em vários âmbitos.

    ResponderExcluir
  31. ACHO QUE QUEM NAO TEM CONHECIMENTO DE CAUSA NAO DEVERIA SE MANIFESTAR. A OAB FOI EXTINTA POR UM DECRETO DO EX PRESIDENTE FERNANDO COLLOR POREM, APARELHADA Á ESQUERDA ESTA "ENTIDADE" HORA PRIVADA HORA PÚBLICA, TIPO CAMALEÃO QUANDO SE AUTO FAVORECE, NA REALIDADE É ILEGAL, INCONSTITUCIONAL, CAÇA NÍQUEL E FAZ RESERVA DE MERCADO. SEM DIZER QUE ATUALMENTE TEM DEIXADO A DESEJAR ATÉ MESMO PARA SEUS INSCRITOS. NÃO PIOR O FATO DE SE INTROMETER EM ASSUNTOS QUE NÃO TEM COMPETENCIA. ENFIM, NAO PASDA DE UM SINDICATO, DEVE CAIR, FINDAR. O MEC REGISTROU O DIPLOMA DO BACHAREL LOGO, ESTÁ PRONTO E É COMPETENTE PARA TRABALHAR.

    ResponderExcluir
  32. Tem que fazer orova para juiz. Para promotor. Defensor. Procurador. Tem que fazer prova para advogado. O que se cobre é o MÍNIMO que uma oessoa tem qye saber para advogar. Nos EUA, também é necessário fazer a prova da American Bar Association.

    ResponderExcluir
  33. QUEM FAZ A PROFISSÃO É O PROFISSIONAL. CABE AO MEC AVALIAR O ALUNO É A OAB FISCALIZAR OS ATOS PRIVATIVOS DO ADVOGADO E NÃO CONSTITUIR RESERVAS DE MERCADO COM UMA PROVA DESPROPORCIONAL, DESCABIDA, INJUSTA E INCONSTITUCIONAL.

    ResponderExcluir
  34. Aos que não conseguiram ser aprovados na oab, deixem de mínimo... E estudem. Mostrem que tem um mínimo de conhecimento jurídico . Não ter a carteira de advogado é muito semelhante aos dirigem bem e não tem uma CNH.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os que são a favor do exame, o são pq não precisam mais passar por toda tortura novamente, eu gostaria de perguntar( na vdd é uma pergunta retórica), se eles aceitariam a aprovação de um exame periódico, já que a justificativa para não dar fim ao exame é a qualidade do profissional. Ai a gente veria muita opinião contra o exame mudando de lado

      Aos momdes da CNH como o colega citou, bem colocado, afinal se temos que renovar a CNH para fazer constar que continuamos aptos para dirigir, um exame periodico para saber se o advoga continua apto a advogar,.que tal? Apoia fazer cursinhos pro exame periodicamente? E pagar os 260 ate ser reaprovado?

      Excluir
  35. Eu já fui examinado pela Universidade, fui aprovado nas cadeiras de prática jurídica, fiz atendimento a pessoas dentro da universidade, fui aprovado e recebi o diploma conferido pelo MEC. O que essa OAB quer se meter em novamente avaliar a pessoa, com provas elaboradas por mentes diabólicas, conteúdo com diversas pegadinhas. Hora bolas, entidade de classe é para fiscalizar e não examinar. Simples assim! Fora exame e que abram a caixa preta das finanças da OAB.

    ResponderExcluir
  36. Anônimo3/3/19 08:33

    Passei 5 anos da minha vida usado a faculdade para tirar dinheiro dos meus pais, ou vida boa, não precisei trabalhar, foi só festa,mulher e bebidas, e agora como vou passar neste maldito exames, quê e inconstitucional,que não avaliar ninguém é com certeza eu sei mais do que muitos advogados,delegados, juízes, promotores e a porra toda.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fale por si, eu passei muitas noites em claro e nao foi em baladas, nem nos barzinhos da faculdade eu ia, eu estudei! E continuo e sempre con tinuarei, pq ser um "bom" advogado exige isso com.ou sem aprovacao na ordem, e o mercado que avalia isso nos serviços oferecidos e prestados.

      Excluir
    2. Anônimo4/3/19 04:26

      Amigo estudou certinho então a prova não vai ser difícil,correto?

      Excluir
  37. Está de Parabéns senhor auditor! Muitos por aí não tiveram a ecpeexperiê de trabalhar com advogados incompetentes. Pois na época que estava estagiando no cartório do TJ muitos advogados não sabia do que se tratava do caso, tinha alguns que nem sabia o nome das partes elencadas no TC. Então essa Prova eu vejo um meio de lucro e não de ensino, pois o ensino quem faz é você próprio, fora ainda que tem que pagar por mês para atuar na área (absurdo).

    ResponderExcluir
  38. Concordo que o MEC deve fiscalizar os cursos de direito e não a OAB, porém para ser advogado, tem que ter a aprovação no exame da OAB. Quando o indivíduo inicia um curso de direito, ele ja começa sabendo que para ser advogado precisa ser aprovado no exame. Agora o que nao pode é ficar de Mí mi mi, estudem que conseguirão. Eu estou no terceiro ano e quero ser advogado pelo meu esforço e nao pelo reconhecimento da minha incapacidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua capacidade ou sua incapacidade será ditada pelas suas causas, seu empenho.nelas e.pela propaganda boca a boca de seus clientes, nao.pela OAB ou pelo exame, pois passe no exame e relaxe nas sua militância que muito.rapido entenderá que nao fará diferença o exame na sua vida, experiencia e dedicacao, amor ao que faz é o que nos diferencia doa demais, e isso vc vai entender se enfrentar um.advogado que nunca fez o.exame, mas que vai estar la para debater se igual.para igual com.você, acha msm que vc dizer a ele que vc passou nk.exame e ele nao vai te favorecer? Só ame o que faz e se dedique a seu trabalho que em como qq outro vc vai alcançar o destaque que almeja, o exame nao vai te dar isso...

      Excluir
  39. Anônimo3/3/19 09:13

    Nunca ninguém considerou oportuno regulamentar a profissão do assistente jurídico, ou outra nomenclatura similar para formalizar a profissão dos milhares de bacharéis que não pretendem fazer a prova da OAB e só querem atuar internamente. Ocorre que muitos escritórios exploram essa mão de obra barata pagando salário mínimo e sem nenhum benefício trabalhista. Deveria existir um piso salarial, benefícios específicos e participação nos resultados. Isso reduziria com certeza o interesse nessa prova. Ser bacharel em direito atualmente não representa nada sem a inscrição na OAB. É muita covardia e uma contribuição para aumentar o nível de desemprego gerando um caos social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço parte de.um.grupo de emails em que empresas de RH enviam vagas para area jurídica e o colega disse bem, é uma exploração com os bachareis, pois enviaram uma vaga para assistente exigindo curso completo em Direito om inglês fluente por R$1800,00...caixa de supermercado (sem deméritos a classe), ganham ate mais que isso, pois conheço profissionais que trabalham na função.

      Excluir
  40. Sou totalmente a favor, pois o bacharel em direito so estuda direito qdo vai prestar a o exame da ordem, pq na faculdade não aprende nada e a fiscalização tem q existir e não importa quem vai fiscalizar, se com a OAB fiscalizando já e pessimo o ensino nas faculdades, imagine sendo realizada pelo MEC.

    ResponderExcluir
  41. Sabe, talvez se o exame acabar o ensino nas faculdades virem objeto de interesse para a OAB, para que ela cobre o MEC sobre as autorizações e tb pela extinção de alguns. Mas, nos moldes que segue hoje, ter cursos sofríveis é sim de interesse, e todos sabemos exatamente pq...

    ResponderExcluir
  42. Anônimos a favor da prova arrecadatoria, efetuada por uma entidade de classe, qual atribuições são de fiscalização e não de examinar, estes anônimo ouv são advogados que talvez nem fizeram a prova, ou advogados insignificantes que tem medo de concorrência ou donos dos cursinhos, que sigam o resto do sangue dos bacharéis. Fim do exame e abrir a caixa preta das finanças do franquestein chamado OAB

    ResponderExcluir
  43. Anônimo4/3/19 23:34

    Advogado é uma raça ruim mesmo, muitos são soberbos e acham que a não aprovação no exame da ordem é preguiça ou burrice de quem não é aprovado. Seus imbecis parem e pensem como é injusto com os bacharéis sem OAB e com os habilitados: um engenheiro civil também passa 5 anos na academia e após colação de grau ele simplesmente junta seu diploma, Histórico da academia ,Rg ,cpf , Título de eleitor, comprovante de residência, 1 foto 3×4,e pronto já está apto a exercer a profissão.
    O Direito é o único curso que se o formando não passar no exame de classe ele não poderá exercer a profissão vocês acham isso justo?
    Querem permanência do exame da ordem? Então que todos os cursos á nível superior do Brasil passe a fazer um exame nos moldes da OAB, caso não seja possível que acabe com o exame da OAB o que não é justo que só uma classe profissional seja atrelada a um exame para que os formandos possam exercer sua profissão.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!