Alívio no bolso: Projeto permitirá a consumidor economia de até 70% na conta de água

Nenhum comentário
goo.gl/fFj9kR | Projeto na Câmara permitirá a consumidor economia na conta de água: dispõe sobre regulamentação do uso do supressor de ar na tubulação.

É sabido que a força do ar pode, às vezes, forçar o medidor de água da Saneago e fazer com que a conta aumente, com o consumidor pagando a mais do que aquilo que consome. Com base nisso e levando em conta que em outras cidades já foi aprovado e já vigora lei semelhante, o vereador Eurides Laurindo (PDT), entrou com projeto de lei na Câmara Municipal de Iporá para que nesta municipalidade isto também esteja em vigor.

O projeto dispõe sobre a regulamentação do uso do supressor de ar na tubulação de abastecimento de água em edificações residenciais e comerciais. A matéria está tramitando em comissão para, posteriormente, ser colocada em discussão do plenário e votada.

Se aprovada a lei, o consumidor de água poderá adquirir o dispositivo supressor de ar e solicitar a sua instalação pela concessionária. A lei prevista salienta que só será aceito dispositivo supressor de ar de hidrômetro cuja fabricação seja homologada pelo lNMETRO. Se aprovado, será instalado o dispositivo supressor de ar no cavalete, antes do hidrômetro e, após a instalação do equipamento supressor de ar, a concessionária afixará um lacre de segurança, semelhante ao do hidrômetro.

Justifica o vereador Eurides Laurindo que os hidrômetros são sensíveis à passagem de ar, e o porcentual que o consumidor pode pagar pelo ar na conta de água ultrapassa os 15%, de acordo com o doutor em Saneamento e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) Ricardo Franci. E quem vive em regiões mais distantes pode pagar ainda mais pelo ar que vem com a água. Laboratórios de hidráulica de várias regiões do país já comprovaram a presença de ar nas redes de distribuição sob determinadas condições. E comprovaram também que isso pode gerar movimentação do hidrômetro, o que vai resultar em uma medição exagerada no consumo de água.

O vereador afirma que, em lugares onde a instalação do supressor de ar já é regulamentada, usuários relatam economia de até 70% na conta de água. Com base em tudo isso, Eurides acredita que deverá ser aprovada esta lei que trará economia para os iporaenses.

Fonte: www.oestegoiano.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!