Confira o ranking das melhores faculdades de Direito do Brasil em 2021

Via Hora da Facul | O curso de Direito é, normalmente, um dos mais concorridos nos vestibulares do Brasil. Ele também é oferecido em diversas instituições por todo o país. Mas afinal, quais são as melhores faculdades de Direito? Essa é uma pergunta que todo mundo que sonha em seguir carreira na área já deve ter feito alguma vez. Nem que seja apenas por curiosidade.

Até porque são tantas opções que é comum ficar meio confuso na hora de fazer uma escolha que poderá afetar todo o seu futuro, não é mesmo? Mas você sabe como são escolhidas e quais são as melhores?

No Brasil, a qualidade de ensino das faculdades são classificadas em uma avaliação anual feita pela Folha de São Paulo. O RUF (Ranking Universitário Folha), como é chamado, analisa questões como avaliação do mercado, nota de quem se formou nas instituições, avaliações dos professores e, é claro, a qualidade do ensino.

Ranking do MEC das melhores faculdades de Direito

O Ministério da Educação (MEC) também tem um sistema próprio de avaliação, pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). Veja abaixo as melhores faculdades de Direito do país, segundo o MEC:

1. UNES – Faculdade do Espírito Santo (ES)

2. FSG – Faculdade São Geraldo (ES)

3. FAESA Centro Universitário (ES)

4. UNISL – Universitário São Lucas (RO)

5. UPE – Universidade de Pernambuco (PE) 

6. Faculdade Multivix (ES)

7. UNIBALSAS (RJ)

8. UNICSUL (SP)

9. UniSociesc (SC)

10. FGV (SP)

Mas se engana quem pensa que apenas universidades públicas com vestibulares quase impossíveis de entrar de tão concorridos ou instituições privadas com mensalidades que custam uma fortuna que entram nessas listas, viu? Atualmente é possível encontrar ótimos locais para estudar, pagando mensalidades que cabem no bolso de todo mundo.

E aí, ficou curioso para descobrir quais são os melhores locais para se estudar? Então continue lendo, porque o Hora da Facul separou as principais para você e ainda explicou como escolher a melhor opção.

Quais são as melhores faculdades públicas de Direito do Brasil?

As pessoas que buscam faculdades públicas são aquelas que, geralmente, se preocupam bastante com a reputação e reconhecimento da instituição que irá estudar ou que não possuem condições de pagar uma mensalidade de uma faculdade privada.

No Brasil, muitas das instituições públicas que aparecem no topo da lista são extremamente tradicionais e possuem cursos super antigos. Tudo isso faz com que elas possuam grande renome, até mesmo do exterior. As melhores faculdades públicas de Direito do país, de acordo com os últimos dados do RUF, são:

• Universidade de São Paulo (USP)

• Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

• Universidade de Brasília (UNB)

Universidade de São Paulo (USP)

A Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) aparece no primeiro lugar do ranking, Ela acaba dominando as maiores pontuações em quase todos os requisitos utilizados para a avaliação e é uma das mais importantes do Brasil.

A instituição é mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e funciona no mesmo local onde foi criado o primeiro curso de gênero do país, em 1828. O curso foi ainda o primeiro a integrar a USP, quando ela foi criada em 1934. Ou seja, é bastante antigo.

Ela possui, ao todo, nove departamentos voltados à graduação em Direito e os vestibulandos podem escolher estudar no campus de São Paulo ou de Ribeirão Preto. A USP tem também um dos vestibulares mais concorridos e o segundo maior do país. O exame é organizado todos os anos pela FUVEST (Fundação Universitária para o Vestibular).

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Fundada em 7 de setembro de 1927, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é a mais antiga do estado. Mas o curso de Direito dela é ainda mais antigo que isso. Ele foi criado em 1892 e passou a ser parte da universidade no ano de abertura da mesma.

Hoje, quase um século após sua fundação, a instituição é liderança regional e possui reconhecimento nacional em ensino, extensão, cultura, pesquisa científica e geração de patentes, em diversas áreas do conhecimento.

Atualmente a instituição ensina mais de 30 mil alunos e oferece as disciplinas obrigatórias e várias outras que são optativas. No último Enade, a UFMG conquistou a nota quatro, que é considerada uma pontuação bastante alta. Os alunos de Direito de lá têm acesso a quatro departamentos e possuem aulas nos três períodos.

Universidade de Brasília (UNB)

A Universidade de Brasília (UNB) foi avaliada pelo Ministério da Educação, através do Índice Geral de Cursos, como a melhor universidade da região Centro-Oeste.

Hoje ela é considerada a 8ª melhor universidade do Brasil e a 15ª da América Latina. Isso, a partir de avaliações nacionais e internacionais que analisam categorias como ensino, pesquisa, internacionalização e relação com o mercado. No RUF, ela aparece como tendo o 4º melhor curso de Direito do país.

A instituição também possui vários programas de pesquisa, extensão e pós-graduação. As aulas são oferecidas tanto no período diurno quanto no noturno.

Quais as melhores faculdades particulares de Direito de alto custo?

Várias faculdades particulares também aparecem na lista dos melhores cursos de Direito do Brasil. Muitas delas possuem mensalidades com valores muito altos. Mas por serem instituições privadas, elas têm como objetivo tornar seus cursos mais acessíveis a todos os públicos. Seja por grandes descontos, programas de bolsas de estudo e até flexibilidade maior nos pagamentos.

Por conta disso, o estudante que busca uma faculdade particular irá se deparar com uma inscrição menos concorrida do que em uma faculdade pública. Porém ele ainda precisará se preocupar com as questões financeiras. Dito isso, as melhores instituições do tipo de alto custo são as:

• Escola de Direito de São Paulo (FGV-SP)

• Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)

• Escola de Direito do Rio de Janeiro (FGV – Rio)

Escola de Direito de São Paulo (FGV-SP)

A Fundação Getúlio Vargas foi fundada em 1944 e tinha como objetivo inicial formar e preparar pessoal qualificado para a administração pública e privada do país.

A instituição possui ainda reconhecimento de excelência internacional pela renovação do selo EQUIS e acreditação internacional de excelência renovada pela AACSB. No RUF ela aparece no 3º lugar dos melhores locais para se estudar Direito do Brasil.

O curso foi fundado em 2002 e adota uma metodologia de ensino participativa. Ou seja, o aluno é incentivado a participar de jogos e simulações que servem para desenvolver características que serão essenciais no futuro profissional dos mesmos. As mensalidades da FGV-SP, no entanto, podem chegar próximas dos R$5 mil.

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) foi fundada em 1946. Ela foi o resultado da união da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Bento e da Faculdade Paulista de Direito.

De acordo com o “QS World University Rankings” de 2018, ela foi considerada a 5ª melhor universidade de todo o Brasil, a 21ª melhor universidade da América Latina e a 52° melhor universidade dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O curso de Direito da PUC-SP tem mais de 60 anos de história. Atualmente, as aulas são ministradas no campus de Monte Alegre, nos períodos da manhã e noite. A instituição também possui um escritório modelo e um juizado especial cível. Eles permitem que os alunos experimentem os desafios da profissão em um ambiente controlado. As mensalidades da PUC-SP ficam em torno dos R$3.400.

Escola de Direito do Rio de Janeiro (FGV – Rio)

Considerada pelo RUF como a 3ª melhor faculdade de Direito particular de alto custo do país, a Escola de Direito do Rio de Janeiro também pertence à Fundação Getúlio Vargas.

Assim como a unidade de São Paulo, ela foi fundada em 2002 e hoje é considerada referência no ensino da área do Brasil. A FGV – Rio também possui programas de pesquisa e pós-graduações, além de oferecer ferramentas online para discussão dos temas vistos em sala de aula. As mensalidades variam entre R$3.500 e podem chegar até os R$4.800.

Quais as melhores faculdades particulares de Direito com preços acessíveis?

Um curso superior é um tipo de investimento para o futuro. Mas a gente sabe bem que os preços de algumas faculdades particulares são muito altos e, justamente por conta disso, fora da realidade de muita gente.

Contudo, saiba que hoje em dia existem várias opções de instituições que oferecem a graduação em Direito com preços acessíveis, viu? Essas opções servem para provar que todo mundo tem direito de realizar o sonho de estudar. O melhor de tudo: sem prejudicar as finanças da casa ou fazer dívidas gigantescas para pagar depois de formado.

Dito isso, algumas das melhores faculdades particulares de Direito do Brasil, que possuem reconhecido do Ministério da Educação (MEC) e boas avaliações no Enade são as:

• Faculdade Pitágoras

Faculdade Unopar

• Faculdade Anhanguera

Essas instituições, ainda por cima possuem a chamada Bolsa Incentivo, que é uma opção destinada a pessoas que estão com dificuldades para iniciar um curso superior e que precisam de um auxílio seja no desconto das parcelas, ou no financiamento do curso. Descubra mais sobre cada uma delas a seguir.

Faculdade Pitágoras

A Faculdade Pitágoras é reconhecida pelo MEC como uma boa escola para estudar Direito e, além disso, conta com ótimos profissionais no corpo docente. A instituição foi fundada no ano 2000, em Minas Gerais, e rapidamente se espalhou pelo Brasil, oferecendo educação de qualidade com preços acessíveis. A instituição, que está presente em 16 estados, oferece o curso de Direito em 13 deles.

A Pitágoras possui ainda um projeto acadêmico considerado inovador. Para isso, ela utiliza um método de ensino chamado de Balanced Scorecard (BSC) que aplica atividades que servem para provocar o aluno a sempre aprender mais e ainda estudos dirigidos.

Um diferencial da instituição é o acesso a um Vade Mecum, que é um livro essencial para qualquer estudante de Direito, na versão digital. Ele é fornecido através de uma parceria com a Saraiva Jur. Os estudantes também podem acessar um canal de busca de estágios de maneira gratuita. As mensalidades do curso de Direito aqui custam a partir de R$699.

Faculdade Unopar

Outra faculdade particular que oferece um dos melhores cursos de direito do Brasil, e valores que cabem no bolso, é a Unopar. A instituição foi fundada em 1972 e possui ótimas avaliações de mercado e entre os alunos.

Hoje em dia, ela possui unidades em todos os 26 estados e Distrito Federal e o curso de Direito em sete deles. Os estudantes da Unopar têm ainda acesso a um portal de vagas de estágio e ao Vade Mecum online, que pode ser acessado sempre que necessário.

As mensalidades, como já mencionamos, são super acessíveis. Nela, é possível fazer a graduação em Direito pagando valores a partir de R$619.

Faculdade Anhanguera

Outra instituição que sempre marca presença na lista das melhores faculdades particulares de Direito é a Anhanguera. Ela, que hoje faz parte do maior grupo educacional do Brasil, foi fundada em 1994 e está presente em 20 estados. A graduação em Direito, no entanto, é oferecida em diversas cidades de oito deles.

Uma das principais vantagens da Anhanguera é o acesso, de maneira gratuita, ao Canal Conecta, que dá oportunidade de estágios para todos os estudantes da instituição.

Todas as unidades da Anhanguera, ainda por cima, são consideradas boas ou ótimas, com notas 3 ou 4 nos dois indicadores: CI e IGC. Os preços são outro grande diferencial. Afinal, quem não quer estudar em uma faculdade conceituada e respeitada, pagando mensalidades a partir de R$609, não é mesmo?

Quais as maneiras de ingressar nos melhores cursos de Direito?

Como deu para perceber, existem várias instituições que se enquadram na lista das melhores faculdades de Direito, como a graduação costuma ser chamada popularmente, do Brasil. Essa variedade faz com que existam diversas maneiras de ingressar na tão sonhada graduação. Além do mais, cada uma possui as próprias características.

Saber como cada uma delas funciona é de extrema importância. Tanto para que o vestibulando possa analisar e decidir qual se encaixa melhor na sua realidade quanto para começar a se preparar o quanto antes.

No entanto, é possível reduzir as possíveis maneiras de ingresso na graduação em quatro principais tipos. São eles:

Vestibular tradicional

O primeiro tipo é o vestibular, que ainda é uma das formas mais comuns de conseguir ingressar em um curso de Direito. Esse tipo de entrada, geralmente, segue um padrão de funcionamento.

Esse padrão é do aluno realizar a sua inscrição no site durante o período disponibilizado pela faculdade, pagar a taxa de inscrição (se houver necessidade) e fazer o exame no dia marcado.

As provas costumam ocorrer duas vezes ao ano, antes do início de cada semestre, e normalmente acontecem em apenas um dia. Mas algumas instituições podem fugir dessa regra. Um bom exemplo disso é a USP.

Em primeiro lugar por ser uma faculdade pública que ainda utiliza o vestibular. Em segundo lugar porque a prova acontece apenas uma vez ao ano e é dividida em duas fases. Por esse motivo é sempre bom conferir os editais que são lançados nas épocas de entrada.

Vestibular agendado

O vestibular agendado funciona de uma maneira bem semelhante ao tradicional. Nele, o aluno precisa comparecer à instituição que ele deseja estudar no dia marcado. A diferença é que ele tem a possibilidade de escolher uma data e horário para isso acontecer.

O teste então é aplicado junto com as outras pessoas que escolheram aquela mesma data. Essa modalidade é boa, especialmente, para os vestibulandos que trabalham e não poderiam comparecer no dia marcado para acontecer a versão tradicional.

Vestibular online

Algumas instituições, como a Anhanguera, Unopar e Pitágoras, também oferecem outras formas de ingresso no curso. Uma delas é o vestibular online, que acaba com a necessidade do aluno seguir até uma unidade, uma vez que ele faz a prova do conforto da sua casa. Esse método tem as vantagens dos resultados saírem bem mais rápido e pode ser feito de qualquer lugar, desde que o vestibulando tenha acesso a um computador com internet.

Ingressar com a nota do Enem

Um outro tipo de ingresso para a Anhanguera, Unopar e Pitágoras é o de utilizar a nota do Enem como método avaliativo. Ou seja, os conhecimentos dos vestibulandos são analisados pela nota que eles tiraram no exame. Assim, é dispensada a necessidade de fazer o vestibular. Esse, inclusive, te o beneficial adicional de conceder uma bolsa aqueles que tiraram altas pontuações na prova.

Como é o curso de Direito

O curso de Direito é bem amplo. Entre os muitos aprendizados na área, a graduação ensina os alunos a fazer assessoria e consultoria jurídica, planejamento, auditoria, entre outros assuntos. Atualmente, a graduação é oferecida apenas na modalidade presencial e o aluno precisa cumprir cerca de 3.700 horas de estudo.

Esse tempo é dividido em 10 períodos de seis meses cada, o que dá cinco anos. Para conseguir o diploma, o estudante precisa passar por estágios supervisionados e entregar um Trabalho de Conclusão de Curso, o TCC. Esse último serve como prova dos conhecimentos adquiridos na graduação e é analisado por uma banca avaliadora.

A grade curricular do curso é bastante extensa e pode variar conforme a faculdade escolhida. No entanto, ela geralmente conta com disciplinas como:

• Direito civil

• Direito ambiental

• Direito tributário

• Direito penal

• Direito internacional

• Direito constitucional

• Ética profissional

• Direito do trabalho

• Direito processual

• Filosofia e sociologia

As matérias do curso são pensadas em preparar o aluno para o mercado de trabalho, que em Direito é bastante vasto. Isso porque após formado o bacharel da área pode atuar como analista jurídico, defensor público, advogado privado, delegado, promotor de justiça, delegado, escrivão e em muitas outras coisas.

Como encontrar uma boa faculdade de Direito

O Hora da Facul sabe que mesmo com todas as listas, encontrar uma boa faculdade de Direito pode ser uma tarefa complicada. Afinal, são muitas coisas que precisam ser levadas em consideração e isso pode confundir a cabeça do vestibulando.

Mas fica calmo, porque nós separamos algumas dicas para ajudar você nesse processo. As primeiras são: verificar se o curso é reconhecido pelo MEC, pois isso é o que garante um diploma válido, e como a instituição é avaliada pelos critérios do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Esse órgão utiliza vários tipos de pontuação. Como o CPC, Conceito Preliminar de Curso, IGC, Índice Geral de Cursos e o CI, Conceito Institucional.

Todos os resultados são divulgados no ano seguinte à realização do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes). Como a cada ano áreas de conhecimento diferentes são avaliadas, ele considera os cursos daquele ciclo avaliativo.

Observe também as características de cada instituição. Qual é a localização, como é a estrutura física (principalmente a biblioteca), a grade curricular e o corpo docente da mesma. Os valores das mensalidades, caso você escolha por uma faculdade particular, também é algo de extrema importância.

Outro ponto que pode ajudar a descobrir a qualidade do ensino de um local é conversar com ex-alunos. Veja como eles falam do tempo em que estudaram no local. Pergunte principalmente quais são os elogios e as críticas e se eles recomendam a faculdade em questão. Isso é algo que também dá uma boa noção da qualidade do curso.

Agora que você descobriu quais são as melhores faculdades de Direito do Brasil, que tal dar uma olhada nos outros conteúdos sobre o curso do Hora da Facul? Desse jeito você já entra na graduação preparado para o que vai encontrar. Não perde tempo e confere aí!

Fonte: horadafacul.vestibulares.com.br

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima