Padrasto é preso após criança fazer desenhos sobre abusos na escola

padrasto preso crianca desenhos abusos escola
Via @portalg1 | Um trabalhador rural de 34 anos foi preso, suspeito de estuprar a enteada de 10 anos, em Pontalina, no sul de Goiás. A delegada Tereza Nabarro explicou ao g1 que uma série de fatores encorajou a menina a revelar os abusos, começando com uma palestra sobre crimes sexuais na escola.

“Com a palestra, ela finalmente entendeu que estava sendo abusada, só não estava pronta para contar. Depois, analisaram um diário que a vítima possuía, contendo vários desenhos de cunho sexual em que aparecem imagens abstratas, seja da criança sendo observada, seja ela reclamando de dores”, disse a delegada.

O g1 não localizou a defesa do suspeito até a última atualização desta reportagem.

O suspeito foi preso na última sexta-feira (28) e, segundo a delegada, negou a autoria do crime. Os desenhos são acompanhados de balões de fala com frases como “me solta”, perto de pessoas dormindo (veja acima).

Segundo a delegada, a menina contou para o Conselho Tutelar, a diretora e a psicóloga da escola que os abusos aconteciam quando a mãe estava fora. A menina detalhou que a mãe não sabia dos crimes e que ela tinha medo de contar para ela.

Tereza Nabarro explicou ainda que a escola percebeu que a menina apresentava comportamentos incomuns e decidiu promover a palestra que resultou no desabafo da criança.

“A menor relatou à psicóloga que o crime acontecia desde os 9 anos de idade, o que coincide com os relatos de mudança de comportamento dela, que começaram em 2023”, completou Nabarro.

Por Michel Gomes, g1 Goiás
Fonte: g1

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima