Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Líder indígena defende direito à educação e diz que há preconceito nas escolas

goo.gl/8amKfW | Cerca de 300 indígenas estão na Universidade de Brasília para o segundo Fórum de Educação Escolar Indígena.  Eles debatem temas diversos como o financiamento da educação, o sistema próprio de educação e a criação da universidade indígena.

Durante a abertura, muitos indígenas citaram o preconceito nas escolas, como reforça Gersem Baniwa, um dos coordenadores do evento.

Sonora: “Aqueles indígenas que criaram a coragem de exercerem seu direito de cidadãos, de deixarem suas aldeias para estudar, nas vilas próximas às aldeias indígenas, nas cidades próximas ou nas grandes cidades, sofrem enorme preconceito, um preconceito arraigado desde o início da colonização.”

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Augustinho Neto, esteve no evento e ressaltou que a educação indígena deve ser libertadora.

Sonora: “Uma educação que procure emancipar, libertar, é o que deve ser a palavra de ordem.”

O evento segue até sexta-feira e deve ainda promover diversas manifestações culturais em escolas, shoppings e universidades do distrito Federal.

Fonte: radioagencianacional ebc

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!