Futuros advogados frustrados: a valorização do estagiário de Direito - Por Igor Leite

9 comentários
goo.gl/C4p9Lm | Gostaria de começar o ano levantando uma discussão que considero bastante relevante. Eu estava lendo um desses grupos de facebook para advogados iniciantes e me deparei com um post que perguntava qual era o valor da bolsa que os advogados costumavam pagar para seus estagiários. Algumas respostas me espantaram!

Vejo centenas de advogados, todos os dias, reclamando da baixa valorização do seu trabalho. "As pessoas não querem pagar advogados, querem consultas de graça, acham que advogado não estudou, acham que advogado não paga conta."

Eu, enquanto estudante de direito, procurei me aprofundar sobre esse assunto e entender um pouco melhor os motivos disso acontecer, e o martelo que mais bate na minha cabeça é: O advogado valoriza o futuro advogado?

Nesse grupo que eu relatei, vi respostas que me fizeram acreditar que nem o próprio advogado valoriza a sua classe. Coisas do tipo:

Pago apenas o transporte, estágio tem que ser voluntário.

Será este, o mesmo advogado que acha um absurdo responder uma dúvida jurídica?

Ofereço bolsa de R$ 300,00. Tem gente que faz de graça.

E teve algumas outras barbaridades, que me fizeram ver a raíz do problema para valorização da classe de advogados no nosso país. Senhores advogados, a valorização do advogado começa de cedo. Valorize o seu estagiário!

Por favor, comentem! Você já estagiou e se sentiu desvalorizado? Você advogado, valoriza o seu estagiário? O que podemos fazer para valorizar mais a classe de advogados no Brasil?

Se concorda comigo, não esqueça de 💚 👆 recomendar a leitura. Isso ajuda a fazer com que outras pessoas exponham opinião sobre o assunto!

Por Igor Leite
Fonte: Jus Brasil

9 comentários

  1. Pode ser uma verdade! Mas tb acredito que o pagamento em valores inferiores a uma salário ou, até mesmo na forma de bolsa ajuda, ajude a construir o próprio estudante como um profissional. As vezes muitos se acomodam sabendo que vão receber de qualquer forma um bom valor e, nessa fase, o ideal é mesmo buscar conhecimento e crescimento técnico e prático para, então, ter seu "lugar ao sol".
    Fique claro que não defendo maus pagamentos ao profissional formado que tb possui contas a pagar. O que acredito é que o estagiário deve receber um valor sim, menor, claro pois o estágio serve para explorar seu desempenho, além do mais deve possuir carga horária reduzida e sempre é imprescindível para que o aluno se forme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que o "estagiário receber valor menor" para alguns advogados é R$ 400,00 por mês, as vezes sem VT, por seis horas de estágio. Isso não paga nem nossos livros. Já vi estágio (não participei, mas vi a vaga), que oferecia R$ 260,00. É um absurdo.
      Isso desanima a gente. :(

      Excluir
    2. As pessoas não estão atentando para novo tipo de estagiário que estão surgindo. Na faculdade onde estudo direito, a maioria estao acima dos quarenta, sao pais e avós. Como dar uma ajuda de custo, para uma pessoa que paga a faculdade e ainda tem que sustentar a famiffa? Tenho para mim que a realidade dos estagiários sao completamente distintas e cada caso deve ser analisado segundo sua necessidade.

      Excluir
  2. E não passe fome, Bebel Marks

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Além da desvalorização no que tange sobre a questão financeira, um outro problema que tenho visto frequentemente, enquanto estudante de direito, é a utilização do estagiário com um secretário realizando apenas serviços administrativos e/ou fazendo o "cafezinho" no escritório. Assim, o conhecimento técnico acaba ficando muito vago.

    ResponderExcluir
  5. A questão da desvalorização é relevante, principalmente para àqueles estagiários que já trabalham como se advogado fosse; não estou querendo dizer que isso não é bom, pelo contrário, é muito importante esse desenvolvimento, mas ao ponto de assumir responsabilidades e prazos complexos com salários risíveis essa é a questão. Sem contar que há 5 estagiários por advogado - por uma questão óbvia: estagiário é mão de obra barata. Já se perguntaram porque ao findar o contrato de estágio pouquíssimos são convertidos em cargos efetivos? Vou ainda um pouco mais além, no serviço público, estágiarios de Direito voluntários ou recebendo baixos salários, quando o Estado irá abrir vagas para técnico ou analista? O mesmo ocorre nos escritórios e será hipocrisia um advogado falar que irá pagar o que o trabalho do estagiário vale, pois quanto menos ele pagar mais ele ganha. Concordo que essa mentalidade deve mudar e haver uma forma de remunerar o estagiário conforme seu desempenho e não uma bolsa com valores ínfimos.

    ResponderExcluir
  6. Muitas vagas de estágio em Direito solicitam como requisito que o estagiário já tenha atuado na função anteriormente. Isso é estágio ou emprego para ficar solicitando experiência?

    ResponderExcluir
  7. Já estagiei e senti muita humilhação, as cobrancas sao ernormes mas somos tratados com seres semimoventes, triste issi!

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!