Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Confira cinco dicas simples para que você possa escrever melhor e evitar erros

goo.gl/RnZDnb | Redigir relatórios, enviar e-mails, preparar apresentações… Boa parte dos profissionais tem em sua rotina pelo menos uma tarefa que envolva a escrita. Mas o que fazer para superar as dificuldades com o português e não deixar que isso ‘pegue mal’ e prejudique seu crescimento dentro da empresa?

Se você é daqueles que sofre quando precisa criar um texto, mesmo que breve, pois não tem inspiração nem mesmo habilidade para escrever, saiba que não está sozinho. Uma pesquisa recente feita pela RZT Comunicação apontou que profissionais de todos os níveis cometem erros na escrita e que os equívocos são mais comuns no ambiente corporativo do que se imaginava: 84% das pessoas entrevistadas admitiram ter esse problema e reconheceram a necessidade de aprimoramento.

O levantamento ouviu profissionais das áreas de Comércio Exterior, Comunicação, Consultoria Empresarial, Educação, Finanças, Gestão, Palestras, Recursos Humanos, Saúde e Tecnologia da Informação, que revelaram cometer erros, tanto na estruturação de um texto quanto com a própria Língua Portuguesa.

“A maioria dos consultados apontou dificuldade geral de escrever, de colocar as ideias no papel. Outros identificaram problemas como falta de clareza e objetividade. E com essa dificuldade, obviamente, eles têm menos chances de serem contratados e promovidos”, afirma Almir Rizzatto, diretor da RZT Comunicação e professor de cursos de escrita.

Entretanto, não é só o profissional que perde com a deficiência na comunicação. Outra pesquisa, desta vez realizada pelo Project Management Institute Brasil (PMI) com 300 companhias nacionais e multinacionais, mostrou que 76% das organizações que tiveram projetos fracassados devem isso ao fato de possuírem funcionários que não sabiam escrever e nem falar bem.

Confira a seguir cinco dicas práticas para escrever melhor e ter a escrita como aliada:

1. Pense no que quer dizer

Antes de iniciar o texto para uma apresentação, um e-mail ou um relatório, pense na mensagem que deseja transmitir. O exercício evitará o uso de informações desnecessárias e deixará você mais seguro.

2. Opte pela simplicidade

Evite o uso de palavras complexas e ideias confusas. Elas irão atrapalhar o entendimento da sua mensagem. Tome cuidado também com as abreviações, pois elas podem complicar a vida de quem vai receber o texto.

3. Priorize a clareza

Independentemente do tipo de texto, a objetividade e a clareza são primordiais. Mas esteja atento! O desafio está em transmitir a mensagem com o mínimo de palavras possíveis, mas sem sacrificar o conteúdo.

4. Tenha cuidado com a ortografia

Está na dúvida sobre o acento de uma palavra? Não sabe se ela leva dois “s” ou cedilha? Nestes casos consulte sempre um dicionário. Se não puder ter um sempre à mão em sua mesa, recorra às versões digitais e gratuitas disponíveis na internet.

5. Peça opiniões

Caso não esteja 100% seguro com algum texto, peça a opinião de um colega. Pergunte, por exemplo, se a linha de raciocínio está clara e se as informações estão completas. No entanto, atenção: peça a ajuda de quem realmente entende do assunto.

Fonte: Notícias R7