Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Renan fez ameaça velada que pode 'acelerar' votação do afastamento de Dilma

goo.gl/h2mD8E | Antes mesmo do discurso da senadora Ana Amélia (PP-RS), a primeira inscrita a falar, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), fez uma velada ameaça que pode "acelerar" a votação do afastamento da presidente Dilma Rousseff. Na sessão desta manhã, Renan lembrou aos presentes que, de acordo com o Regimento Interno da Casa, a fase de discussão poderá ser encerrada a qualquer momento se um requerimento para acabar com os debates for aprovado pelos senadores em plenário.

Se isso ocorrer, poderia se partir diretamente para a apreciação do parecer do senador tucano Antonio Anastasia (MG). "Eu quero só lembrar aos senadores que, à medida que esta sessão se estenda, na forma do Regimento, se for o caso, eu aceitarei requerimento para que nós possamos encerrar a discussão e passarmos à votação", disse Renan.

O presidente do Senado afirmou que vai fazer o "possível" para garantir a palavra de todos. Mas destacou que, se não houver bom senso, poderá ser colocado em votação um requerimento para encerrar a discussão e passar diretamente à votação. Ele fez o comentário depois que o senador Lasier Martins (PDT-RS) ter sugerido "abater" do tempo de 15 minutos reservado para cada parlamentar caso ele faça intervenções no período de debates.

Esse tipo de estratégia regimental é muito usada no Senado quando a oposição, por exemplo, tenta obstruir uma determinada votação se valendo de demorados discursos. Até o momento, apenas nove dos 68 senadores inscritos falaram. Nenhum senador favorável à Dilma se manifestou, por exemplo.

Por Ricardo Brito
Fonte: Estadão

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!