Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

PF prende homem que tentava enviar sementes de maconha pelos Correios

goo.gl/lJwB58 | A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (1º) um homem de 32 anos que tentava enviar sementes de maconha pelos Correios no Jardim América, em Goiânia. Segundo a corporação, cada pacote tinha de duas a cinco sementes e custavam de R$ 50 a R$ 180. As negociações aconteciam pela internet e o pagamento feito por depósitos bancários.

O homem, que se identificou como um consultor financeiro autônomo foi preso após um trabalho de monitoramento da polícia. “Semanalmente ele ia aos Correios para depositar drogas usando nomes falsos de remetentes. Temos filmagens dele em outra ocasião enviando uma remessa de drogas e passamos a monitorá-lo. Hoje, quando ele chegava com 13 pacotes para enviar, conseguimos prendê-lo”, disse o delegado Bruno Gama.

Por telefone, a assessoria de imprensa dos Correios informou que a Polícia Federal já faz um trabalho de investigação sobre o envio de drogas por correspondência e a empresa colabora com as investigações.

A suspeita é que o homem enviava entorpecentes para vários estados do Brasil desde o fim de 2016. Cada pacote tinha a identificação da variedade da planta. “Ele diz que comprava o tablete de maconha e separava as sementes para vender. O que sobrava desse processo, ele fumava”, explicou o delegado.

Para o delegado, todo o processo funcionava como uma empresa, pois ele criou a própria marca, site, página em rede social e negociava abertamente as sementes, fornecendo a conta bancária para que os clientes depositassem o dinheiro.

A polícia também explicou que não há suspeita de participação de funcionários dos Correios. “Ele postava as correspondências sempre na mesma agência e quando esses pacotes chegavam à central, eram identificados e a polícia era acionada para investigar”, contou Gama.

O homem vai responder por tráfico de drogas. A polícia ainda vai investigar os nomes e endereços que estavam nos envelopes. Os destinatários podem ser investigados por uso de drogas ou por tráfico, dependendo da finalidade para a qual compravam as sementes.



Página na internet negociava venda de sementes de maconha (Foto: Reprodução/Facebook)

Fonte: g1 globo

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!