Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Falsidade ideológica: Policial civil se passa por delegado e tenta dar ‘carteirada’

goo.gl/9w4Kp8 | Depois de fazer uma cena no estacionamento de um bar localizado na Rua 15 de Novembro, um policial civil de Campo Grande deve responder processo administrativo, além de crimes como falsidade ideológica e abuso de autoridade. Ele se passou por delegado e ameaçou um segurança, apontando para ele a pistola de uso restrito.

O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (10), quando o policial chegou a dizer ao segurança que “estouraria seus miolos”, conforme relatado pela vítima na delegacia. A ameaça foi registrada em boletim de ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro e o segurança deve representar criminalmente contra o policial.

Por abuso de autoridade e se passar por delegado, o policial civil, que até o ano passado atuava na 7ª Delegacia da Capital, deve responder a processos administrativos. O agente não foi identificado durante a confusão, mas já teve o nome revelado às autoridades competentes.

Relembre o caso

O segurança, que trabalhava no estacionamento do bar, alertou o policial assim que ele chegou ao estabelecimento, por ter estacionado em local impróprio. Mesmo assim, o agente não tirou o veículo do lugar.

Já na hora da saída, quando o funcionário foi tirar uma fotografia da placa do carro do suspeito, ele teria se irritado, dizendo que não pagaria pelo estacionamento. Além disso, o policial se identificou como delegado, sacou a pistola PT .40 e disse que iria “estourar os miolos” da vítima.

Equipe da GCM (Guarda Civil Municipal) chegou a ser acionada. Em acordo com o suspeito, ele acabou liberado sem pagar pelo estacionamento, mas o segurança optou por denunciá-lo.

Fonte: Midiamax

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!