Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Conquista: Estudante de Direito, deficiente visual, é aprovada em Exame da OAB

goo.gl/aqN7n6 | A estudante Jenivalda de Jesus Sampaio finaliza o curso de Direito na FAINOR no final deste ano, mas já está aprovada no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil. A estudante, deficiente visual, acaba de receber o resultado.

Natural da cidade de Tabocas do Brejo Velho, próxima a Bom Jesus da Lapa, Jenivalda começou a graduação em 2013, quando veio morar em Vitória da Conquista. “Era um sonho do meu falecido pai que eu cursasse Direito, e se tornou sonho da família toda”, lembra a acadêmica.

A estudante não conhecia ninguém em Conquista e morava sozinha, mas logo já se sentia à vontade no campus da Faculdade. “Fiz muitos amigos e tive apoio para estudar durante todo o tempo”, comenta. Na FAINOR, Jenivalda contou com o trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Assistência ao Estudante – NAE, que disponibiliza material e pessoal de apoio aos estudantes que apresentam necessidades especiais.

O material de estudo e as provas aplicadas aos alunos deficientes visuais são processados por meio de aplicativo de computador, que transforma o texto escrito em arquivo de áudio. “Assim, eu consigo estudar junto com os outros colegas, por exemplo, na biblioteca, que oferece o programa no computador”, explica Jenivalda. Com esses recursos e com a dedicação pessoal, a estudante tem cumprido todos os requisitos do curso de Direito, sem precisar nem de prova final – nenhuma vez, em nenhum dos componentes curriculares.

O Trabalho de Conclusão de Curso – TCC – de Jenivalda, inclusive já está pronto. Orientada pelo professor Luciano Tourinho, a concluinte desenvolveu pesquisa com o tema “Tráfico Internacional de Crianças para Fins de Adoação”.

A prova

Com toda a atividade de final de curso, Jenivalda conta que não estudou especificamente para o Exame de Ordem. Fez a inscrição sem esperar que passasse, portanto, não se atentou para o fato de que a OAB também disponibiliza a prova por meio do aplicativo para computador. Jenivalda escolheu a opção “Ledor”, na qual um profissional designado pela Ordem faz a leitura da prova. Ela passou, mas o problema é que, na segunda fase, o futuro advogado precisa demostrar intimidade com o Vade Mecum – o grande livro que traz o texto da Constituição Brasileira, códigos e leis gerais.

“Eu não podia simplesmente folhear o livro, como os outros estudantes. Tive que lembrar dos artigos e parágrafos, e citá-los para que a pessoa lesse para mim”, lembra a estudante. Jenivalda passou também na segunda fase, cujo resultado acaba de ser divulgado. Das 80 questões da prova,  acertou 55 – apenas 40 eram necessárias para um resultado positivo. Junto com ela, outros estudantes FAINOR também já foram aprovados pela OAB. A aprovação no Exame é requisito necessário para a inscrição nos quadros da Ordem como advogado.

Concurso

A trajetória de sucesso de Jenivalda de Jesus Sampaio está apenas começando. A estudante também já passou em um concurso público – também com a opção “Ledor” para fazer a prova. “Não fui chamada ainda. Espero que a minha convocação saia depois da formatura”, adianta. A turma de Jenivalda conclui o curso de Direito na FAINOR no final deste semestre, 2017.2.

Por Rodrigo Ferraz
Fonte: www.blogdorodrigoferraz.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!