Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Agilidade: 'Advogada robô' facilita trabalho de humanos em escritório brasileiro

goo.gl/dmwYqU | Um escritório de advocacia de Recife está anunciando a implementação do Watson da IBM em seu cotidiano profissional. O Urbano Vitalino Advogados vai utilizar o sistema de inteligência artificial da empresa como uma espécie de “advogada robô”, que ficará responsável por realizar as tarefas repetitivas do escritório a fim de concluir processos na Justiça com mais eficiência e também com um maior índice de vitória.

Em um primeiro momento, o software vai trabalhar com dados de parte dos processos pelos quais o escritório é responsável e preencher as informações dos trâmites em um sistema interno. Os advogados então poderão consultar os detalhes resumidamente em uma interface humana, pesquisar informações específicas e conferir prazos. De outra forma, esses profissionais precisariam ler documentos muito extensos repetidamente ou criar agendas intrincadas a fim de não cometer erros ou deixar passar datas importantes.

Carol

Dentro do Urbano Vitalino Advogados, o Watson ganhou uma voz feminina e está sendo tratado como uma assistente digital legal, chamada Carol. “Todo esse processo respetivo será pouco a pouco entregue para a responsabilidade da Carol. Ela já busca informações de determinados clientes, baixa os processos, faz a leitura e preenche todos os dados em nosso sistema”, explicou Christiano Sobral, diretor executivo do escritório. Ele ainda informou que o sistema está em fase de implantação, fazendo esse trabalho com apenas dois grandes clientes no momento, mas a ideia é usar a Carol em 100% dos casos tratados pelo grupo de advogados.

"Ela ajudará a evitar o erro humano tanto do lado dos clientes quanto dos advogados"

Todo tipo de documento enviado pelos clientes também será verificado pela Carol, que vai ler os anexos e categorizar essas informações adequadamente. Com isso, ela ajudará a evitar o erro humano tanto do lado dos clientes, que podem enviar emails com anexos errados, quanto dos advogados, que podem fazer o upload de itens incorretos para os sistemas online da Justiça.

“A IBM nos passou a informação de que o índice de acerto humano gira em torno de 70% e 80% nesse tipo de tarefa. O Watson consegue até mais de 95%. É um sistema muito mais seguro”, constatou Sobral. Há ainda um grupo de humanos revisando o trabalho da Carol a fim de identificar qualquer tipo de erro. Como se trata de um software de inteligência artificial, ela conta com algoritmos de aprendizado de máquina e, quando um erro é cometido e corrigido, a Carol leva a experiência para outros casos.

Aprender de forma localizada

Apesar de baseado no Recife, o escritório em questão atua em todas os estados brasileiros. Cada região ou comarca do país tem suas próprias particularidades no que diz respeito aos procedimentos legais, e os prazos a serem cumpridos pelos advogados muda muito dependendo do tipo de caso em que estão trabalhando.

"A fim de identificar as peculiaridades e entender o processo jurídico de cada região"

Por isso, a Carol vai “aprender de forma localizada”, analisando processos de cada comarca e tribunal no Brasil a fim de identificar as peculiaridades e entender o processo jurídico de cada região e de cada tipo de caso. A forma como corre um processo na Justiça do Trabalho, por exemplo, é completamente diferente do que é feito em processos penais.

Tirar essa responsabilidade das mãos dos advogados pode deixá-los mais focados em pensar soluções lógicas para o caso em si, evitando que tecnicidades tomem muito tempo no cotidiano profissional.

Jurisprudência

Mas o maior benefício que a inteligência artificial da IBM pode trazer para o escritório pernambucano é referente à questão da “jurisprudência”. Caso você não esteja familiarizado com o termo, trata-se de um conjunto de decisões sobre determinado tema que pode ser usado por juízes e advogados para embasar alguma decisão ou um pedido na Justiça. Na prática, estamos falando do histórico de interpretação de leis e casos específicos.

"A nossa ideia é que ela possa subsidiar os advogados em jurisprudência. Saber o que esse juiz já decidiu sobre determinado tipo de processo beneficia a gente"

A Carol será capaz de buscar jurisprudência acerca de casos específicos em todo o Brasil, segmentando tudo por comarcas, tribunais superiores e até juízes individualmente. “A nossa ideia é que ela possa subsidiar os advogados em jurisprudência. O juiz é obrigado por lei a decidir e fundamentar a decisão. Saber o que esse juiz já decidiu sobre determinado tipo de processo beneficia a gente”, detalhou Urbano Vitalino Neto, sócio diretor do escritório pernambucano.

Apontar jurisprudência localizada, segundo os advogados, é mais útil e ajuda a vencer casos por “improcedência”, que é quando o juiz rejeita pedidos ou causas por considerar que não existe respaldo jurídico. Apontar a jurisprudência em determinados casos auxilia a desconstruir os argumentos do adversário com casos concretos. Quem tiver uma “advogada robô” como a Carol em seu lado poderá se beneficiar muito nesse sentido.

Corte de postos de trabalho

De acordo com Sobral, a implementação da Carol no Urbano Vitalino Advogados não deve impactar na quantidade de pessoas empregadas na empresa atualmente. Em vez disso, o objetivo seria conseguir dar conta de mais processos e de mais clientes com a mesma equipe humana que trabalha por lá hoje. “Queremos crescer sem contratar. Essa é a saída natural para diminuir os custos e ter mais resultados”, apontou Sobral.

"A gente vai absorver menos gente desse mercado"

Isso quer dizer que, apesar de a quantidade de postos de trabalho no escritório não ser afetada no momento, dificilmente serão abertas novas vagas, especialmente para funcionários que lidam com tarefas repetitivas, o que se tornará justamente o trabalho da Carol gradualmente. Assim, estagiários e advogados não atuantes (paralegais) devem ter cada vez menos espaço. “A gente vai absorver menos gente desse mercado”, admitiu o chefe executivo.

Não foi revelado, contudo, quanto o escritório está investindo para adquirir o serviço de inteligência artificial da IBM.

Fonte: www.tecmundo.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!