Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Ótima oportunidade: dá para estudar de graça na Itália (e ainda ganhar 15 mil euros)

goo.gl/Vbvoov | A Scuola Normale Superiore está com inscrições abertas para bolsas integrais de PhD na Itália, tanto para estudantes italianos como para alunos internacionais. O processo seletivo é relativamente simples, mas é preciso correr: as inscrições serão recebidas apenas até o dia 28 de fevereiro.

São oferecidas, no total, 78 bolsas de estudos nas seguintes áreas: Cultura e Sociedade na Europa Contemporânea, Arte e História no Período Medieval e Moderno, Literatura, Filosofia, Estudos Clássicos, Física, Matemática, Matemática Financeira, Métodos e Modelos para Ciências Moleculares, Nanociência, Neurociência, Ciências Políticas e Sociologia.

Os cursos de PhD na Itália têm duração de 3 ou 4 anos e são ministrados nos campi de Pisa e Florença, de acordo com o programa selecionado. Todos os programas se iniciam em novembro de 2018 e são conduzidos em inglês.

Todos os estudantes aprovados para o PhD na Itália receberão uma bolsa integral – que inclui valores de anuidade, um auxílio de 15 mil euros para manutenção no país, além de seguro de vida e passagens aéreas. Também é possível obter recursos adicionais para sua pesquisa e viagens relacionadas.

Como se candidatar às bolsas de PhD na Itália

As applications para os programas de PhD na Itália podem ser enviadas até o dia 28 de fevereiro, através do site.

Os candidatos devem enviar seu currículo (nos modelos do Europass), sua tese de mestrado (acompanhada de um resumo, em inglês), histórico acadêmico e diploma de conclusão do mestrado (traduzido para inglês) e um projeto de pesquisa para o programa específico que escolher.

As traduções para inglês podem ser feitas pelo próprio estudante, que também deverá indicar no momento da candidatura seu nível de fluência em inglês e italiano (não são solicitados resultados de testes de proficiência).

O estudante também deve indicar nomes e endereços de e-mail de dois contatos acadêmicos que poderão enviar referências sobre o seu trabalho. Também pode ser um adicional enviar, junto da candidatura, publicações anteriores em revistas científicas.

Confira mais detalhes sobre a candidatura aqui.

Formalmente fundada em 1810, a Escola hoje divide seus estudos em três faculdades: Literatura e Filosofia, Física e Matemática e Humanidades e Ciências Humanas. Seu corpo discente é pequeno e muito seleto: são somente 480 alunos, escolhidos por mérito e recebem auxílio para para estudarem. Saiba mais sobre a instituição aqui.

Por Nathalia Bustamante, do Estudar Fora
Fonte: Exame Abril

1 comentários :

Agradecemos pelo seu comentário!