OAB identifica falsa advogada atuando durante audiência em juizado especial

Nenhum comentário
goo.gl/LZdJLA | Uma mulher foi conduzida até a delegacia após ser flagrada atuando ilegalmente como advogada em Chapecó. O flagrante foi feito por membros da Ordem dos Advogados do Brasil, após desconfiança do conciliador durante uma audiência em um juizado especial, realizada na quarta-feira (7) na unidade da Primeira Vara do Juizado Especial Civil que funciona na Unochapecó.

Após desconfiança de servidores do juizado sobre a atuação da suposta profissional, a Ordem dos Advogados do Brasil foi comunicada, através do Comitê Regional do Sistema de Fiscalização, que atua juntamente com a OAB Chapecó.

Representantes da OAB foram, então, participar de audiência na qual uma mulher se passava por advogada, ao acompanhar um suposto cliente. Com autorização do juizado, o coordenador do Comitê, Robson Fernando Santos, e o fiscal Douglas Braun participaram da audiência e surpreenderam a falsária, que acompanhava audiências e recebia remuneração.

Ao ser solicitada a credencial da OAB, a falsa advogada desconversou e demonstrou falta de conhecimentos técnicos da advocacia e daí foi identificada a falsidade profissional e lhe foi dada voz de prisão.

Em seguida, oficializada a atuação da falsa profissional, a Polícia Militar foi chamada e conduziu a mulher a uma delegacia da Polícia Civil onde foi registrado termo circunstanciado. A partir de agora, a Polícia Civil deve ouvir os conciliadores e encaminhar o termo ao Foro da Comarca.

Outras denúncias 

Conforme Robson Santos, na chegada dos representantes da OAB a falsária se apresentou como advogada, mas depois de questionamentos indicou ser preposta e que representava colegas de um escritório de advocacia do Rio Grande do Sul.

Quando for concluída a investigação, deverá ser aberto processo no Judiciário por exercício ilegal da advocacia. O dirigente do comitê de fiscalização da OAB acrescenta que foram recebidas denúncias de outras pessoas agindo da mesma forma e que serão apuradas para serem tomadas as medidas iguais.

Com informações do Diário do Iguaçu

Fonte: www.clicoeste.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!