Mulher conta porque mentiu ser juíza em confusão em Balneário Camboriú; vídeo

5 comentários
goo.gl/32ag4Q | O vídeo de uma discussão, que começou por causa de uma vaga de estacionamento em Balneário Camboriú, repercutiu em um aplicativo de mensagens. Sirlei Klein Pscheidt, 43, é a mulher que aparece nas imagens se identificando como juíza. Ela, o marido e a filha estavam em um carro com placas de Joinville.

“Eu senti que passou a mão e ergueu a minha saída de banho, que era preta um pouco transparente. Aí, eu virei: o que significa isso? Eu fiquei um pouco exaltada. O que que me veio a cabeça, para me proteger naquele momento, com a minha filha no carro, ninguém à volta, somente aquele bando de homens e meu marido não tinha chego ainda. Eu disse assim: eu sou juíza, vocês sabiam que eu sou juíza? Aí, pronto”, contou arrependida.

Confira a entrevista de Sirlei para o SC no Ar:



Fonte: ndonline.com.br

5 comentários

  1. As mulheres sofrem com esses homens imundos e no fim acabam como sempre sendo vítimas duas vezes

    ResponderExcluir
  2. Nesse sociedade machista mulheres tentam de tudo pra ter o mínimo de liberdade e segurança. Pois aqui alguns homens parecem não saber que mulher tem direito também. Não é fácil se defender em terra de macho, espero que o juiz macho saiba julgar.

    ResponderExcluir
  3. Bela desculpa esfarrapada. Quem garante que ela não inventou de passarem a mão na saia dela? Tá parece aquela mãe que colocou a filha pra fora do carro e saiu, e depois disse que não havia visto ela saindo a vá

    ResponderExcluir
  4. Conversa mole

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkk, ainda tem doida que acredita..fala sério!

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo seu comentário!