Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

Cristina Pirv, ex-mulher de Giba, denuncia jogador por não pagar pensão alimentícia

goo.gl/bHapnf | Diante da polêmica que envolve o ex-jogador de vôlei Giba e a Justiça brasileira, a também atleta e ex-mulher Cristina Pirv utilizou mais uma vez as redes sociais para desabafar sobre a atual situação e denunciar a falta de pagamento da pensão alimentícia dos filhos pelo ex-jogador. Em postagem, ela afirma que admira muito as mulheres que têm força e coragem para falar a verdade.

A atleta romena revelou em entrevista ao Portal Uol, em matéria publicada na terça-feira (27), que abdicou da vida profissional para cuidar dos filhos, Nicoll e Patrick, fruto do casamento de nove anos com Giba. "Tudo isso não é pouco machismo não, é muito", disse.

No dia 17 deste mês, o ex-jogador teve prisão decretada por não pagar pensão alimentícia dos filhos. Segundo ela, Giba deve mais de R$ 82 mil e alega não ter dinheiro para quitar a dívida. "Eu sei quanto ele ganha porque eu sou do meio do vôlei, fui empresária dele e esposa. Se ele não tivesse dinheiro, eu renegociaria. Mas ele tem. Ele paga aluguel de 12 mil para viver em Curitiba", disse na entrevista. Antes do mandado ser expedido, o atleta conseguiu uma liminar para suspender a decisão até audiência, que deve ter data marcada em breve.

Giba e Pirv começaram a namorar em 2003, quando ela tinha 31 anos. Ambos atletas de vôlei, a rotina de trabalho e a distância afetava o relacionamento. Natural da Romênia, Pirv iniciou o relacionamento à distância, até abdicar da carreira e acompanhar Giba, tornando-se sua assessora e empresária. "Ele morava na Itália e eu na França e nossa filha ficava para cá e para lá. Um dos dois tinha que se sacrificar”, relatou. A luta por uma definição da pensão já está sendo discutida há cinco anos. "Não é para mim que ele deve pagar a pensão, mas para os próprios filhos. A falta de responsabilidade com as crianças é o que mais me deixa chocada", criticou a ex-mulher em nota de esclarecimento divulgada nas redes sociais.

Durante o mês de fevereiro, Giba viajou com a seleção de vôlei para as Olimpíadas de Inverno, realizada na cidade de PyeongChang. Em meio a polêmica, o atleta também fez uma postagem no Instagram comentando o caso e afirmando que o valor calculado para a pensão é baseado no seu salário antigo, valor que não recebe atualmente. "Ofereci pagar, via bolsa de estudos, além do valor que pago, as mensalidades dos meus filhos em uma das melhores escolas de Curitiba, que fica inclusive perto da casa deles, mas esta proposta foi negada por ela", afirmou em postagem.

Fonte: www.em.com.br

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!