Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

'Fiquei surpreso', diz estudante do 1º período de direito aprovado no exame da OAB

goo.gl/jOqzVr | O estudante de direito e administrador João Artur Avelino, de 31 anos, conseguiu algo inusitado para o primeiro ano de faculdade. Avelino foi aprovado no 20º exame da Ordem do Advogados do Brasil (OAB). O jovem diz que fez a prova como treineiro e ficou surpreso com o resultado. Avelino já tem formação e mestrado em administração e atualmente estuda direito em uma universidade de Rio Branco.

Ele conta que iniciou o curso com um cronograma de estudos pronto e que nele incluiu a realização de 15 provas da Ordem. O objetivo, segundo o administrador, é se aperfeiçoar para ser aprovado e ganhar a carteira no final do curso.

"O exame acontece três vezes ao ano e teria que fazer 15 durante o curso. Perdi o primeiro porque tinha acabado de entrar na faculdade e fiz esse. Fui aprovado com 42 pontos na primeira fase e com 60% na segunda. Fiquei muito surpreso na primeira fase, não estava estudando. Não contei para muita gente, só depois que contei para o pessoal da sala. Foi uma surpresa para todo mundo", relembra.

Avelino atribui o sucesso na prova à dedicação e experiência em concursos públicos. O  jovem, que é administrador do Instituto Federal do Acre (Ifac) em Rio Branco, disse que já prestou vários concursos federais e, na maioria, tinham muitas questões jurídicas.

"Os simulados da internet não te dão a realidade da prova. Vou continuar fazendo para quando tiver adequado conseguir a aprovação. Me preparei mais para a segunda fase, fiquei finais de semana estudando para a prova", conta.

O estudante revela ainda não decidiu que carreira pretende seguir, mas já adianta que vai se preparar bastante durante o curso. Ele afirma que, assim como muitos "concurseiros",  abriu mão de alguns programas com amigos e familiares para estudar.

"A ideia é um concurso da área jurídica e eles exigem uma preparação a longo prazo. Um concurso para juiz, geralmente, o candidato estuda 2 a 3 anos, por exemplo. Essa preparação na faculdade já vai me ajudar. Na segunda fase, fiquei um pouco recluso. Trabalho durante o dia, estudo à tarde, e durante as noites e finais de semana", conclui.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB-AC), Marcos Vinícius Jardim, explica que nenhum estudante pode pegar o certificado de aprovação da Ordem antes do último ano da faculdade. Porém, ele destaca que o exame tem o objetivo de medir a capacidade mínima intelectual para que o estudante consiga seguir a carreira.

"É a primeira vez que tenho notícias de que um aluno conseguiu passar neste exame no primeiro ano de faculdade. Mas, esse rapaz que passou agora ainda não sabemos se daqui a quatro anos ainda estará apto para exercer a profissão. Ele tem que provar a capacidade mínima dentro do seu tempo", pontua.

Porém, Jardim ressalta que o estudante deu um grande passo e que ganhou destaque ao passar em um exame tão concorrido. "É importante frisar que esse rapaz demonstra, desde o início, um potencial bom profissional. Logo no começo da faculdade consegue passar por uma exame que não ultrapassa a média nacional de 50% de aprovação. Isso já demonstra que ele é um profissional e que vamos ouvir falar muitas coisas boas", finaliza.

Por Aline Nascimento
Fonte: G1

Nenhum comentário :

Agradecemos pelo seu comentário!