Colete, distintivo e arma falsa: homem é preso após se passar por delegado federal

Nenhum comentário
goo.gl/tgrJCF | Um homem foi preso depois de se passar por delegado federal, em Vila Velha. No momento da prisão, ele usava colete, distintivo e até uma arma falsa. Na tentativa de não ir para delegacia, ele ainda tentou subornar os policiais.

Ele foi identificado como Luide Cristiano de Oliveira Lima, de 45. O suspeito foi preso na noite da última segunda-feira (2), no Ibes. Foi abordado por uma viatura da Polícia Militar no momento em que atravessava a Avenida Carlos Lindenberg.

O que despertou a atenção dos polícias foram alguns acessórios que Luide usava. Ele estava com um colete de delegado da polícia federal, um distintivo, um coldre e portava uma arma. Os PMs pararam e perguntaram qual era a profissão dele. Ele teria respondido apenas que "era federal".

Os militares pediram a documentação e ele alegou que estava em casa. Os policiais perceberam que a pistola que estava com o suspeito era de brinquedo e desconfiaram que se tratava de um delegado falso. "Foi um mal entendido dos policiais que vai ser resolvido agora", alegou o suspeito.

Ainda de acordo com a polícia, para evitar não ser levado para a delegacia, o suspeito tentou subornar os PMs. Mais um fato que ele não confirma. "Jamais. Eu nunca faria isso para cair num crime. De jeito nenhum", disse.

Luide foi levado para a Delegacia Regional de Vila Velha. Em depoimento, disse que presta serviços na área de informática. Ainda afirmou que já atuou como PM, em Minas Gerais, no ano de 2000. O suspeito foi autuado em flagrante por corrupção ativa e também por fingir ser funcionário público. Ele foi levado para o Centro de Triagem de Viana.

*(Foto principal meramente ilustrativa: reprodução Internet)

Fonte: novo.folhavitoria.com.br

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!