Notícias

Curiosidades

Dicas

Artigos

10 super filmes sobre Advocacia Criminal que você não pode deixar de assistir

goo.gl/s8jRva | Preparamos para esta semana uma lista com 10 sugestões de filmes que abordam a Advocacia Criminal. A seleção contou com a colaboração do time de colunistas da Canal Ciências Criminais.

Vamos às indicações de hoje com os trailers dos filmes:

1) Anatomia de um Crime (Anatomy of a Murder) – 1959


No Michigan, Paul Biegler (James Stewart) é um advogado que é auxiliado por um alcoólatra, Parnell McCarthy (Arthur O’Connell). Após ter recusado inicialmente, ele decide aceitar a defesa de Frederick Manion (Ben Gazzara), um tenente do exército acusado de assassinato. O réu alega que a vítima violentou Laura Manion (Lee Remick), sua mulher, mas seu oponente é Claude Dancer (George C. Scott), um conceituado promotor que afirma que a alegação do réu é falsa e que Laura, que tem uma reputação de promíscua, estava realmente tendo um caso com o bartender assassinado, sendo que durante um acesso de cíúme Frederick teria intencionalmente cometido o crime.

2) Justiça para Todos (…And Justice For All) – 1979


Arthur Kirkland (Al Pacino) é um advogado idealista que já teve vários desentendimentos (inclusive já foi preso por desacato) com Fleming (John Forsythe), um inflexível juiz. Arthur recebe com surpresa a notícia de que o magistrado foi preso, acusado de estupro, e ironicamente Fleming quer ser defendido por ele, pois como todos sabem da rivalidade que existe entre os dois Kirkland só o defenderia se tivesse certeza da sua inocência. Em retribuição, Fleming promete rever um caso no qual Arthur tenta pôr em liberdade um cliente inocente (Thomas G. Waites), que está preso há dezoito meses.

3) O Fio da Suspeita (Jagged Edge) – 1985


Um poderoso editor (Jeff Bridges) de São Francisco tem a sua esposa (Maria Mayenzet) brutalmente assassinada, quando ela estava sozinha na sua isolada casa de praia. Após uma investigação inicial descobre-se que ele era o herdeiro absoluto da fortuna de sua mulher, mas até o momento da morte dela ele era na prática um empregado dela. Assim, ele se torna o principal suspeito do crime. Para defendê-lo, ele chama uma famosa advogada (Glenn Close) que só aceitará o caso se ficar convencida de que ele é inocente. Ela acaba acreditando nele e os dois também ficam fortemente envolvidos. No entanto, este é um longo julgamento onde vários fatos são revelados, que podem desestabilizar esta credibilidade.

4) Sob Suspeita (Suspect) – 1987


O juiz Charles F. Lowell comete suicídio e logo após Elizabeth Rose Quinn, sua secretária, é encontrada morta. Carl Wayne Anderson (Liam Neeson), um indigente surdo-mudo, é preso pelo assassinato. Kathleen Riley (Cher), uma defensora pública, é designada pela corte como sua advogada. Inicialmente Anderson se mostra muito agressivo, mas quando Kathleen consegue se comunicar com ele se mostra bem mais sociável. Ela tem dúvidas se ele é realmente culpado, assim decide achar o verdadeiro assassino. É ajudada por Eddie Sanger (Dennis Quaid), um assessor parlamentar, que faz parte do júri. Apesar de advogada e jurado não poderem se falar, eles descobrem juntos um perigoso círculo de corrupção no Judiciário.

5) Em Nome do Pai (In the Name of the Father) – 1993


Na década de 70, um atentado do IRA mata cinco pessoas num pub de Guildford, cidade próxima à Londres. Gerry Conlon (Daniel Day-Lewis) é um jovem rebelde irlândes que acaba sendo injustamente acusado pelo crime, e pega prisão perpétua junto com outros três amigos. Giuseppe Conlon (Pete Postlethwaite), seu pai, tenta ajudá-lo, mas é condenado também. Enquanto Gerry tem que desenterrar suas forças mais profundas para lidar com a injustiça de estar preso, ele consegue a ajuda da advogada Gareth Peirce (Emma Thompson), que passa a investigar as irregularidades do caso.

6) Amistad (Amistad) – 1996


Costa de Cuba, 1839. Dezenas de escravos negros se libertam das correntes e assumem o comando do navio negreiro La Amistad. Eles sonham retornar para a África, mas desconhecem navegação e se vêem obrigados a confiar em dois tripulantes sobreviventes, que os enganam e fazem com que, após dois meses, sejam capturados por um navio americano, quando desordenadamente navegaram até a costa de Connecticut. Os africanos são inicialmente julgados pelo assassinato da tripulação, mas o caso toma vulto e o presidente americano Martin Van Buren (Nigel Hawthorn), que sonha ser reeleito, tenta a condenação dos escravos, pois agradaria aos estados do sul e também fortaleceria os laços com a Espanha, pois a jovem Rainha Isabella II (Anna Paquin) alega que tanto os escravos quanto o navio são seus e devem ser devolvidos. Mas os abolicionistas vencem, e no entanto o governo apela e a causa chega a Suprema Corte Americana. Este quadro faz o ex-presidente John Quincy Adams (Anthony Hopkins), um abolicionista não-assumido, sair da sua aposentadoria voluntária, para defender os africanos.

7) Advogado do Diabo (The Devil’s Advocate) – 1997


Kevin Lomax (Keanu Reeves), advogado de uma pequena cidade da Flórida que nunca perdeu um caso, contratado John Milton (Al Pacino), dono da maior firma de advocacia de Nova York. Kevin recebe um alto salário e várias mordomias, apesar da desaprovação de Alice Lomax (Judith Ivey), sua mãe e uma fervorosa religiosa, que compara Nova York a Babilônia. No início tudo parece correr bem, mas logo Mary Ann (Charlize Theron), a esposa do advogado, sente saudades de sua antiga casa e começa a testemunhar aparições demoníacas. No entanto, Kevin está empenhado em defender um cliente acusado de triplo assassinato e cada vez dá menos atenção sua mulher, enquanto que seu misterioso chefe parece sempre saber como contornar cada problema e tudo que perturba o jovem advogado.

8) A Condenação (Conviction) – 2010


Betty Anne (Hilary Swank) e Kenny (Sam Rockwell) são irmãos muito unidos desde a infância. Já adultos, Kenny passa a ser perseguido pela polícia local por já ter ficha suja. Desta forma sempre que há algum crime acontecendo na cidade ele é detido para averiguações, mesmo que não haja o menor indício de sua participação. A situação se complica quando ele é preso ao ser acusado de ter cometido o assassinato de uma jovem. O caso vai a tribunal e, com vários depoimentos contra si, Kenny é condenado à prisão perpétua. Betty Anne sempre acreditou em sua inocência e jamais se conformou com a sentença, buscando meios de recorrer. Sem dinheiro para pagar um advogado de renome, ela decide voltar a estudar para se formar em Direito. O projeto leva anos até ser concluído, de forma que possa assumir ela mesma a defesa do irmão em uma tentativa de recorrer da pena.

9) O Poder e a Lei (The Lincoln Lawyer) – 2011


Mick Haller (Matthew McConaughey) é um advogado diferente, a começar pelo seu local de trabalho devidamente instalado no banco de trás de seu carro, um automóvel modelo Lincoln. Separado da competente promotora Maggie (Marisa Tomei), ambos possuem uma filha e tudo corria bem com ele defendendo pequenos conflitos, mas um dia um caso importante caiu em suas mãos e ele estava disposto a provar a inocência do réu, um jovem milionário (Ryan Phillippe) acusado de assassinato. Só que ele não imaginava seu cliente escondendo a verdade, o que pode tornar todo o processo numa causa perdida.

10) Ponte dos Espiões (Bridge of Spies) – 2015


Em plena Guerra Fria, o advogado James Donovan (Tom Hanks) aceita uma tarefa muito diferente do seu trabalho habitual: defender Rudolf Abel (Mark Rylance), um espião soviético capturado pelos americanos. Mesmo sem ter experiência nesta área legal, Donovan torna-se uma peça central das negociações entre os Estados Unidos e a União Soviética ao ser enviado a Berlim para negociar a troca de Abel por um prisioneiro americano, capturado pelos inimigos.

Fonte: canalcienciascriminais

1 comentários :

Agradecemos pelo seu comentário!